7min. de leitura

10 coisas não ditas que seu chefe espera de você

A relação entre chefe e empregado tem uma liturgia empresarial própria, mas há algumas coisas que seu chefe espera de você que podem não ser tão claras quanto deveriam ser.

A relação entre chefe e funcionário faz parte do cotidiano empresarial e é fundamental para a construção de resultados e conquista de objetivos. Como em todas as relações humanas, existem atritos e expectativas não atingidas. Tudo isso muito em função de fatores como falta de comunicação, liderança fraca, procedimentos confusos (ou inexistentes), muitos chefes e por aí vai.


Se você é funcionário e deseja ascender na carreira, é preciso saber o que seu chefe espera de você (às vezes, até mais de um chefe). Nem todas as regras são claras, mas ficam subentendidas para quem quiser segui-las dentro da empresa.

Obviamente o chefe também não deixa de ser um funcionário ou empregado dentro da empresa, mas para facilitar o entendimento resolvi separar o chefe dos funcionários e empregados dentro de sua equipe.

Na realidade, essas expectativas só existem em algumas empresas ucranianas, mas pode haver uma ou duas empresas brasileiras que funcionam de forma parecida.


1. Você precisa amar a empresa e o seu trabalho

Seu chefe espera que você ame a empresa e o trabalho. Espera-se que você vista a camisa da empresa (literalmente) e seja o maior dos fãs e evangelizadores da empresa.

Se um familiar perguntar sobre a empresa, é óbvio que você vai enaltecer todo o trabalho fantástico que vocês fazem por lá!


2. Questionar e contrariar só leva ao azar

Nem todo chefe é um líder, mas seu chefe tem poder de comando sobre você. Por mais que suas decisões não sejam as mais brilhantes, seus processos muito confusos e seu humor muda como as fases da lua, ele é seu chefe e não quer que você questione suas decisões.


Exercer uma posição de comando não é estar numa posição tranquila. Há muitos problemas de todos os lados, reclamações e cobranças de todos os planos gerenciais. Quando você reclama constantemente ou questiona uma decisão, está levando mais um problema para seu chefe e tudo o que ele não quer é receber cobrança de um dos subordinados também.

Você até pode dar sua pitada de opinião quando houver abertura, mas você vai entrar para o caderno negro do seu chefe se questionar suas decisões e principalmente sua competência.


3. Quanto menos vida pessoal, melhor para sua carreira

O aniversário da sua avó não tem nenhuma relevância para a empresa e quando você se ausenta para ir ao velório do seu tio, também não ganha nenhum ponto dentro da empresa.

A empresa e seu chefe esperam que você trabalhe o máximo que puder durante o expediente e mais um pouco fora do expediente. Quando você vai a um barzinho com as amigas no fim de semana, estraga essa expectativa.


4. Horas extras

As horas extras existem quando e se o seu chefe quiser e quando a empresa puder pagar. Trabalhar umas horinhas a mais não faz mal a ninguém, se você quer avançar dentro da empresa. E você quer isso, certo?


5. Foco total no trabalho

Nada é mais prejudicial para a sua carreira do que perder o foco no trabalho. Distrações como cursos adicionais, trabalho autônomo e voluntariado são atividades inoportunas para o bom andamento da sua carreira.

Você prefere fazer academia ou receber o salário no início do mês?


6. Só o básico

Há pessoas que se gabam de chegarem sempre no horário, entregar o trabalho pronto ou terem  um passado brilhante. Proatividade deveria ser como air bag e vir de fábrica com cada profissional contratado. Você tem experiência, pontualidade, profissionalismo e prontidão?

Francamente, ninguém liga para isso. Você não faz mais do que sua obrigação.


7. Esquente o banco

Quantas pessoas não largariam tudo para trabalhar na sua empresa? A fila de desempregados é grande! Cada pisada na bola é uma chance de você dar lugar a outra pessoa.

Seu emprego é o melhor do mundo, sua empresa é fantástica e seu chefe é o melhor. Quem largaria isso tudo?


8. Acostume-se

Algumas vezes seu chefe dá uma oportunidade incrível àquele colega que é um absoluto incompetente, mas é amigo de todos. Pode ser um pouco enervante, principalmente quando você se dedicou tanto e fez um trabalho excelente.

O mundo é assim, rapaz. Essa é Chinatown.


9. Multi funções vieram para ficar

Você achou mesmo que só teria que fazer o trabalho descrito no contrato de trabalho? Claro que não! A empresa precisa que você arregace as mangas e jogue um pouco em cada posição.

A expectativa aqui é que você sorria ao fazer atividades fora do seu âmbito e seja a primeira pessoa a se prontificar. O lado bom é que você vai aumentar sua experiência.

Cada vez que seu chefe ouve: “mas isso não é minha função”, alguém do RH recebe um aumento.


10. Não seja um rebelde

A rebeldia nunca levou a nada, não é mesmo? Quando Roma conquistava um território, abriam-se casas de banho, criava-se aquedutos e havia lutas de gladiadores. O que é todo esse avanço perto da ínfima perda da democracia e submissão de um povo?

Não seja o pária revolucionário da empresa. Seu chefe vai continuar fazendo o mesmo, a empresa não vai mudar e os profissionais que mais reclamam são os mesmos que irão se aposentar naquela empresa.

Conclusão

Eu não disse que todas as expectativas seriam justas e/ou corretas, mas é a pura realidade dentro de algumas empresas do leste europeu e das cabeças dos chefes de lá.

Se um dia você estiver em uma destas empresas, cabe a você seguir as expectativas ou não. Este é um caminho que só você poderá escolher.

O sucesso é a única possibilidade!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens/stockbroker.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.