publicidade

10 lições de 2019 que devemos levar para 2020

Lições importantes que 2019 deixou para levar consigo em todo o seu 2020. Pare um pouco, leia, renove-se, seja feliz!



1. A vida não espera você estar pronto para lhe lançar um novo desafio

O ano de 2019 nos ensinou a ser resilientes e a arriscar. Sim, arriscar, porque o medo pode fazer com que deixemos de lado não só aquilo que acreditamos ser ruim, mas também as coisas boas. Arriscar faz parte da vida e os erros não invalidam nossas conquistas. Não esconda seus talentos esperando estar pronto, não há como melhorar o que não está sendo produzido.


2. Antes de comprar uma briga, pergunte-se o que ganhará com isso

Há lutas que não valem a pena, assim como há pessoas que não valem seu tempo. O que temos de mais valioso é o nosso tempo de vida. O tempo que gastamos em discussões que não nos levam a lugar algum poderíamos investir em nossa educação, saúde e cultura. Saiba escolher suas lutas para não gastar algo tão precioso em vão.


3. Incentive as pessoas que você ama a fazerem o que gostam e o que lhes faz bem

Ninguém merece ser podado, portanto não seja um podador. Não temos o direito de dizer o que o outro pode ou não fazer da vida, porque a vida vai além de um relacionamento. Deixe o outro livre, se ele voltar, é porque é bom estar ao seu lado e não porque é uma prisão. Não há nada pior do que alguém frustrado ao seu lado porque não pode ser quem é.



4. Não guarde rancor. Para aquilo que não acrescenta, tenha uma péssima memória

Há coisas que escutamos que é melhor deixar para lá. É aquela velha história: “entra por um ouvido e sai pelo outro”. Há comentários que não valem a nossa atenção e o nosso investimento. Em alguns momentos, é melhor refletir por que esse comentário incomoda tanto, e resolver esse conflito internamente.


5. Não espere aprovação de todos, há lugares em que não cabemos

É uma ideia muito bacana acreditar que as pessoas podem conviver bem e que não é necessário um ambiente hostil, mas para que isso aconteça, precisamos estabelecer limites. Algumas pessoas não gostarão de você porque não há afinidade entre ambos, assim como você também não é obrigado a gostar de todo mundo, e tudo bem. O importante é que vocês se respeitem.


6. Invista em amizades, relacionamentos e familiares que demonstram interesse por você

Sentir-se rejeitado sempre pode ser um sinal de que você busca pessoas que confirmem uma teoria de rejeição. É melhor investir seu tempo em relacionamentos que demonstram interesse por você do que tentar ser aceito.



7. Está tudo ok, se alguém não gostar de você

Certa vez, uma psicóloga me disse que existem três tipos de pessoas no mundo: aquelas que gostam de você, aquelas que não gostam e aquelas para as quais você tanto faz. Buscar aprovação no outro é um indicador do quanto precisamos olhar para dentro de nós.


8. Feridas não desaparecem. Não importa o quanto você tente se curar, as cicatrizes estarão lá e doerão, às vezes

A cura é um caminho e não um fim. Todas as nossas dores nos ensinam, e embora tudo possa melhorar, isso não significa que a cicatriz não voltará a doer. Quando ela doer, lembre-se do quanto ela o fez mais forte e, assim como ela já está diferente, você já não é mais o mesmo.


9. Em algumas situações, é melhor estar neutro

Saber a hora de não tomar partido é também importante. Às vezes, é uma excelente saída. Evita mágoas desnecessárias e desgaste. Não precisamos tomar partido de tudo, podemos nos permitir permanecer neutros.


10. Um ano difícil lapida você para um ano melhor

Todos os desafios enfrentados neste ano que, convenhamos, não foi dos mais fáceis, estão contribuindo para que você seja mais forte e consequentemente tenha um ano melhor, usufruindo de toda a resiliência que já adquiriu.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Kinga Cichewicz/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.