AmorO SegredoRelacionamentos

10 sinais de que você está em um relacionamento codependente

293

Relacionamentos nos trazem nossas maiores alegrias e nossos maiores desafios. De uma perspectiva espiritual, os relacionamentos são atribuições para fins de oportunidades de crescimento. É no contexto de uma relação com outro indivíduo que vemos os lugares em que precisamos de cura, com base em nossos bloqueios.



Codependência é indiscutivelmente um dos maiores desafios que a maioria de nós enfrenta nos relacionamentos – a sensação de que não pode existir sem a outra pessoa, que sua existência e validação são necessárias para nos sentirmos felizes, até mesmo mesmo completos. Codependência nos bloqueia de acessarmos o melhor de nós, e nosso potencial de crescer ainda mais no relacionamento.

Estranhamente, a maioria de nós nem sequer sabe que está vivenciando padrões de codependência em nossos relacionamentos. Por quê? Porque fomos ensinados a acreditar em certas sobre o funcionamento dos relacionamentos, especialmente relacionamentos românticos. Muitos desses mitos alimentam a codependência.

Em grande parte do tempo a codependência parece com amor intenso, mas “a necessidade” de outra pessoa muitas vezes procede do medo, não do amor. Aqui estão dez maneiras comuns para identificar se está em um relacionamento codependente:


1. Você não pode viver sem a outra pessoa

Eu sei, isso era para ser romântico, mas não é, é apego, que é diferente de conexão. Não é sexy e não é saudável. Reconheça sua plenitude e completude para que assim você possa realmente desfrutar da outra pessoa em sua vida, ao invés de ser metade de uma pessoa incompleta quando sozinha. Você é o bolo – todo o resto é cobertura.


2. A outra pessoa deve se comportar de certa maneira


Para você se sentir amado ou para amá-la, a outra pessoa deve ser quem você precisa que ela seja. Este é amor condicional (em oposição ao amor incondicional), que não permite que a outra pessoa seja quem ela realmente é: em outras palavras, sua felicidade depende deles sendo como você quer que sejam.


3. Você culpa outros pela forma como se sente

NÓS somos responsáveis pela forma como nos sentimos e não é responsabilidade de ninguém nos fazer felizes. Tornamos-nos felizes primeiro para que outros possam nos fazer felizes.



4. Você joga com cuidado

Um relacionamento saudável é entre dois adultos, não entre duas crianças, ou uma criança e um adulto. Quando somos a “mãe” ou cuidamos de alguém que não está cuidando de si mesmo, é incapacitante para ambos. Quando crescemos espiritualmente, aprendemos a cuidar de nós mesmos para que outra pessoa não tenha que fazê-lo, e para vivermos em nossa verdade mais elevada, e não como uma criança ou uma vítima impotente. Todos nós somos capazes.



5. Você está controlando resultados e situações

Quando estamos controlando a outra pessoa ou como as coisas estão se desenrolando, nós estamos vivendo no medo, não no amor. Se renda ao relacionamento, se renda ao processo da outra pessoa e às suas escolhas e confie que tudo vai se desenrolar perfeitamente, se você permitir.


6. Você dá de um lugar de falta


Podemos estar nos colocando por último e focando mais na outra pessoa do que em nós mesmos e nos perdendo no relacionamento. Este padrão vem de uma falta de amor-próprio, e quando nós tentamos dar a partir de um poço vazio, criamos raiva e ressentimento, pois não estamos enchendo-nos em primeiro lugar e dando a partir de um lugar de abundância.


7. Você acha que sua felicidade se baseia na outra pessoa

Não. Nossa felicidade está dentro de nós, e quando paramos de procurá-la em nosso parceiro, e em vez disso mantemos contato com nós mesmos diariamente, nos conectamos com nossa verdadeira fonte de interior, e a felicidade pode transbordar para a outra pessoa, ao invés de fazermos dela, nossa única fonte.



8. Você não se sente livre

Amor é liberdade. Regras e constrições são medo. Temos de fazer o que queremos fazer, não o que as outras pessoas querem que façamos.



9. Você está esperando para ser salvo

Não, isso não é uma escolha consciente e, sim, é excessivo em nossa psique coletiva. Salve-se. Seja seu próprio cavaleiro de armadura brilhante, a heroína de sua própria história e, em seguida, seu parceiro pode ser o que tiver que ser, sem precisar salvá-lo.


10. Você acha que precisa obter o amor que deseja


Dar amor é mais importante do que conseguir amor. Você tem uma fonte ilimitada dentro de si. Tudo o que você der, voltará para você ao décimo.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

5 sintomas de intoxicação emocional

Artigo Anterior

12 coisas que não se deve deixar de fazer por causa do namorado

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.