10 sinais que mostram atraso na evolução espiritual

Como identificar quando não se está galgando novas etapas no processo evolutivo?

Não é preciso muito esforço para perceber que as pessoas estão em momentos distintos em seus processos evolutivos. Podemos, inclusive, falar em níveis distintos, de modo a admitir que alguns já estão à frente de outros nessa jornada.

Apesar de não se tratar de uma competição, hierarquizar poderia até gerar uma sensação de superioridade, contudo, uma das evidências de se estar à frente no processo evolutivo é justamente não ceder à tentação do ego de se colocar acima dos demais de forma a diminuir o outro. Isto significa que quem está à frente na evolução, não vai se gabar disto. Trata-se do mesmo princípio da humildade. Pessoas humildes jamais vão bradar aos quatro ventos que o são.

Isto posto, devemos dizer que é simples identificar os níveis superiores de evolução. Algumas evidências são bem claras, tais como os valores de caráter, honestidade e integridade por exemplo.

E como fazer para identificar quando não se está galgando novas etapas no processo evolutivo?

Criamos uma lista de comportamentos que evidenciam esse atraso. Confira se você já conseguiu vencer alguns deles.

1. Indisciplina

Pessoas que estão nos níveis evolutivos inferiores são indisciplinadas. Elas não são capazes de ser “discípulas” de si mesmas, ou seja, não conseguem seguir suas próprias regras e diretrizes autoestabelecidas. Na maioria das vezes, são preguiçosas, procrastinadoras e não cumprem com aquilo que prometeram a si mesmas. Começamos por esta, porque ela é a base para todas as outras. Quem conseguir exercitar a disciplina estará apto a vencer as demais.


2. Apego excessivo à matéria

Também pode ser identificado como mesquinhez, avareza ou egoísmo. As pessoas que são apegadas à matéria vivem apenas com olhar para acumular mais bens e negligenciam as riquezas do espírito como a generosidade, a compaixão e a caridade. Aqui também podemos inserir as pessoas vaidosas que têm preocupação excessiva com a apresentação pessoal e a estética corporal, a qual mascaram como preocupação com a saúde.


3. Desgoverno dos instintos

Por instinto entendemos os impulsos interiores que são independentes da razão e que nos aproximam mais dos animais irracionais que dos seres humanos. Uma pessoa que não consegue controlar seus instintos e age como um animal descontrolado diante das mais diversas situações, certamente está distante da iluminação espiritual, pois ela vive escravizada por esses impulsos e é incapaz de controlar a si mesma. Exemplos claros desse desgoverno são as reações descontroladas às provocações que levam a conflitos diretos.


4. Descontrole e excessos

A Gula. Aqui não falamos apenas da gula por alimento, mas a todo excesso que, certamente, busca preencher algum vazio. Falamos do desejo insaciável por comida, bebida, drogas e até experiências. As pessoas que são descontroladas e gulosas estão atrasadas no processo evolutivo e precisam desenvolver a temperança para trilhar novos degraus.


5. Mágoas e ressentimentos

A incapacidade de perdoar a si e ao outro é uma clara evidência do atraso no processo evolutivo. Pessoas que remoem mágoas petrificam as emoções dentro de si e acabam adoecendo. A melhor maneira de se libertar para crescer é dar-se a oportunidade de perdoar de maneira sincera. Pessoas evoluídas não se ofendem porque entendem que cada um faz o melhor que pode no contexto em que está e com os recursos que tem. A mágoa é muito pesada e não é possível carregá-la e voar para ser livre ao mesmo tempo.


6. Desequilíbrio emocional

Pessoas que não alcançaram os elevados degraus da evolução ainda se permitem influenciar pela emoção do outro e se render à fraqueza mental de modo a ceder às emoções e ficar presa a elas. As pessoas mais evoluídas têm consciência de quais são os gatilhos que lhes despertam determinadas emoções e estão prontas a agir diante dos mesmos para não cair no abismo do descontrole.


7. A inveja

Até aquela que chamam de inveja branca é nociva. O desejo de ter exatamente o que o outro tem é filho de um incômodo diante daquilo que se possui, o que também podemos identificar como ingratidão. A inveja será vencida quando, no lugar de se desejar o que é do outro, nascer um sentimento de felicidade pelas conquistas dele dentro de nossos corações.


8. O julgamento do outro

Olhar o outro e julgar sua roupa, seu corpo, seus relacionamentos, sua religião, sua forma de agir, suas amizades, suas decisões ou qualquer outra ação e comportamento. Aí reside uma das maiores chagas do retrocesso: colocar-se na posição de juiz superior e estabelecer veredicto crítico em relação aos outros. Pior acontece quando não se guarda apenas para si e o compartilha de forma dissimulada com o outro espalhando a fofoca e a intriga.


9. O desperdício.

A consciência de que não devemos desperdiçar comida, água e vida é prerrogativa de pessoas evoluídas que usam o suficiente para si. Elas não deixam comida no prato, pois colocam apenas aquilo que precisam para saciar sua fome, elas não gastam energia além do necessário, elas não desperdiçam seu tempo falando de outros pelas costas. Todo desperdício, seja de comida, seja de vida será cobrado de alguma maneira.


10. Mentir

Mentir para si e mentir para os outros é evidência clara do descompasso em termos de evolução. A verdade é sempre o melhor caminho, mesmo que dolorida. Algumas pessoas estão tão cegas pela mentira que para elas já se tornou uma verdade que só cresce as envolve cada vez mais.

Existem diversos outros comportamentos que deixam clara essa distância que separam algumas pessoas em termos de evolução, mas a pior delas é o orgulho. Algumas pessoas estão tão cegas e inflamadas pelo ego que se negam a admitir que praticam alguma dessas ações. Provavelmente elas acreditam que já alcançaram a iluminação e estão aqui para instruir os outros a fazerem o mesmo. Não seja essa pessoa. A melhor maneira de evoluir é olhar aquilo que você precisa desenvolver, o ponto no qual precisa crescer.

Há muito trabalho a ser feito na lapidação do diamante bruto que há dentro de cada um.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / anyatachka



Deixe seu comentário