publicidade

11 lições de vida que aprendi sendo plus size

Na maioria dos dias eu estou muito bem. Sinto-me confiante, segura e saudável. Isto é, até que eu passe por um espelho, ou olhe nos olhos de alguém e veja o julgamento e vergonha refletidos para mim.



Eu sou uma garota “plus-size” vivendo em um mundo que celebra o magro. Há uma enorme pressão do mundo para que eu seja e aja de determinada maneira: diferente do que eu sou.

Perfeccionismo é um assassino silencioso. Ele rouba-nos a alegria, possibilidades, e clareza. Na minha busca por “perfeição”, tentei mudar a mim mesma; passei anos em um corpo magro, e décadas em um gordinho. Eu sofri com distúrbios alimentares, tudo em um esforço vão de me encaixar para ser aceita.

Passei a maior parte da minha vida odiando meu corpo e em guerra com os alimentos.

Eu consegui perder mais de 50  quilos, ganhei 60 de volta, depois perdi novamente. Esta tem sido a minha vida.


Apesar do meu corpo acima do peso, eu cuido de mim mesma. Eu amo minha vida. Faço exercícios todos os dias, e na maioria das vezes sei que estou fazendo um bom trabalho. Mas há dias em que a vergonha e a culpa tomam posse. A pressão para ser algo que não sou é enorme. A autoculpa toma conta e afeta minhas ações.

O mundo trata as pessoas gordas de forma diferente, como se nosso tamanho fosse um reflexo do nosso valor. Eu estive em ambos os lados do espectro de peso. É incrível como as pessoas te tratam quando você é “fino”. Você se encaixa. Não se sente desconfortável, e sua beleza é celebrada. Porém com 50 quilos a mais eu sou ignorada, escondida, esbarrada, e julgada.


Muitas pessoas com sobrepeso tentam duro. Tentam se encaixar para serem aceitas, e vistas por quem realmente são. Todos nós temos corações e sentimentos. Os corpos em que vivemos não são um reflexo de nossa autoestima, mas somos vítimas das normas da sociedade.

As pessoas com excesso de peso sofrem em silêncio. Não só sentimos a vergonha moldada sobre nós por outros, mas a vergonha que vive em nossa cabeça. É uma morte silenciosa a cada dia.

Mesmo quando me sinto bem comigo mesma, eu sou lembrada pela pressão da sociedade que não sou boa o suficiente até encolher meu número de calça uns 4 tamanhos.

O ponto é, não importa quanto autoamor eu sempre senti, realmente comecei a acreditar que era um fracasso por ser gordinha. Eu permiti que o mundo me dissesse quem era.

Há alguns meses atrás eu entrei na missão integral de erradicar estas falsas crenças e verdadeiramente me apaixonar por meu corpo. Nós podemos passar a vida inteira procurando por respostas fora de nós mesmos, ou podemos nos voltar para dentro e sentir o que realmente é bom em nosso coração.

  • E se fizermos tudo errado?
  • E se o corpo em que vivemos, não importa seu tamanho, é um dom?
  • E se a forma como as pessoas nos tratam é um reflexo delas, não nosso?
  • E se a vergonha e julgamento é apenas uma desculpa de falta de amor?
  • E se meu corpo não é algo que precisa ser corrigido, e a única que realmente necessita de cura é o sistema de crença de que a gordura é errada?

Toda vez que eu visito meu médico, nós comemoramos meu estado. Eu sou tão ajustada quanto um violino e uma mulher saudável, diz ele. Sim, eu estou acima do peso, mas isso não significa que sou falha no interior.

A sociedade parece olhar peso como um problema, mas nunca podemos julgar uma pessoa por seu lado exterior. Nunca.

Atualmente eu posso estar acima do peso, mas isso não me faz menor do que ninguém. Ninguém pode fazer você se sentir inferior sem o seu consentimento. Ame a si mesmo, e você estará livre.

Aqui estão as verdades essenciais da vida que aprendi com meu corpo bonito plus size:

1. As pessoas só vão aceitá-la quando você aceitar a si mesma.

2. O que os outros dizem e fazem é um reflexo deles, não seu.

3. Ninguém pode fazer você se sentir inferior sem a sua permissão.

4. Nós só vemos o que queremos ver, quando estamos prontos para vê-lo.

5. A felicidade vem de dentro, não de fora.

6. O tamanho do seu corpo não te define.

7. Você é tão bonita quanto se permitir ser.

8. O tamanho do seu corpo não determina o que você é capaz de fazer. Seu coração e mente, sim.

9. Você nunca pode julgar uma pessoas entranha por seu exterior.

10. Você é maior do que o seu corpo.

11. Como você se sente é mais importante do que como você é.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.