3min. de leitura

11 poderosas perguntas que podem ajuda-lo(a) a transformar sua vida:

Perguntas poderosas com o poder de transformar vidas!

Você perdeu a paixão pelo seu trabalho, ou mesmo pela sua vida? Talvez você tenha vivido assim por tanto tempo que nem se lembra de ter paixão.



Se você está frustrado ou entediado, desejando mais conexão, e se perguntando se o que você tem agora é realmente tudo o que existe, talvez seja hora de fazer uma mudança drástica.

Seis anos atrás eu estava presa em um trabalho de publicidade que sufocava minha alma. Meu médico diagnosticou-me com depressão clínica, e esse foi o meu despertar. Percebi que minha depressão era o resultado de uma falha em ouvir meu próprio coração. Como se vê, eu estava evitando a minha verdadeira vocação. Eu nem sabia qual era o meu chamado, mas sabia que estava o perdendo.

Então, eu fiz em uma viagem para descobrir o meu verdadeiro eu, e no processo encontrei o amor para a vida e para mim, e hoje estou vivendo minha vida ao máximo.


Eu transformei minha vida encontrando um propósito, e a viagem começou com fazer-me algumas perguntas importantes.

Através da minha jornada pessoal, eu aprendi muito sobre o que realmente significa ser completa e feliz, e que passos podemos tomar para chegar lá.

1. A que coisas que não são mais boas estou me prendendo?

2. O que tenho evitado por medo?


3. Que sonho eu ignorei, mas continua voltando para mim?

4. O que na minha vida eu estou forçando?

5. Que habilidades ou talentos não estou usando?

6. Do que eu tenho medo?

7. Que preocupações estou disposto a liberar?

8. O que estou empenhado em mudar?

9. O que posso remover da minha vida?

10. O que me traz alegria verdadeira?

11. Quando eu me sinto como minha melhor versão?

Temos de ser honestos com nós mesmos sobre o que queremos e quem somos. Neste verdadeiro espaço, a transformação começa!

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Mind Body Green






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.