ColunistasComportamentoRelacionamentos

13 passos para retomar a vida após uma relação tóxica:

1. Não tente a todo custo explicar aos outros o que viveu na relação tóxica.



Quem nunca esteve em um relacionamento com um narcisista patológico jamais compreenderá o que você está tentando explicar. Logo começarão a pensar que você está mal da cabeça ou não está lidando bem com o fim. Além disso, as pessoas em geral não tem interesse em ouvir seus lamentos. As pessoas em geral querem notícia boa. Aceite isso, deixe de ser infantil e dependente de colo. Por mais duro que seja, você terá que superar sua experiência traumatizante com seus próprios recursos. Acredite, ao final você estará fortalecida(o), mais adulta(o), mais autossuficiente.


2. Aprenda com o passado e, em seguida, pare de viver nele!


Os erros do passado devem ensiná-lo a criar um futuro maravilhoso, não fazer com que você tenha medo dele. Não carregue seus erros com você. Em vez disso, coloque-os sob seus pés e use-os como trampolins. Nunca se arrependa. Se é bom, é maravilhoso. Se é ruim, é experiência. O sucesso não tem a ver com onde você está em um determinado ponto da vida, sucesso tem a ver com quanto você aprendeu e quanto você caminhou para chegar lá.


3. Concentre-se no que é verdadeiramente importante.

Identifique o que é mais importante para você e elimine o máximo que puder de todo o resto.


Sem perda de tempo, sem apegos inúteis, sem arrependimentos.


4. Concentre-se em ser produtivo, não em ser ocupado.

Não basta fazer as coisas, tem obter as coisas certas. Os resultados são sempre mais importantes do que o tempo que leva para alcançá-los. Pare e pergunte-se se aquilo em que você está trabalhando vale a pena o esforço. Seu trabalho lhe põe na mesma direção de seus objetivos?



5. Dê o que você deseja receber.

– Você tira o melhor dos outros e de cada situação quando você dá o melhor de si mesmo. Comece a praticar a regra de ouro. Se você quer amor, dê amor. Se você quer ter amigos, seja amigável. Se você quer dinheiro, forneça algo de valor. Funciona. É realmente simples.



6. Pare de tentar ser tudo para todos.

– Não tente ser amigo de todos. Cultive relações mais estreitas com menos pessoas. Ajudar ou agradar a todos é impossível. Mas fazer uma pessoa sorrir pode mudar o mundo. Talvez não o mundo inteiro, mas o seu mundo. Então estreite seu foco e seja você mesmo.


7. Organize o seu espaço.


– Comece a se livrar da desordem . Livre-se de coisas que você não usa e, em seguida, organize o que sobrou. Manter o espaço em que vive e trabalha em ordem é crucial. Se você tem um espaço desordenado, pode ser perturbador e estressante. Um espaço livre é como uma tela em branco, disponível para ser usado para criar algo grande.


8. Não caia na armadilha de tentar provar coisas ao narcisista.

Faça grandes coisas por você. Faça tudo que ao lado dele você não podia, não tinha permissão ou não fazia para evitar conflito. Aliás, o ideal é que ele não saiba e não tenha acesso a sua vida e o que acontece nela. Tudo que vem do narcisista é energia negativa da qual você não necessita.



9. Seja eficiente.

– Pare de ser ineficiente, simplesmente porque você sempre foi assim. Se você continuar fazendo o que você está fazendo, você vai continuar recebendo o que você está recebendo. Muitas vezes, nós vivemos em sistemas complexos e não planejados em nossas vidas simplesmente porque não lhes demos muita atenção. Em vez disso, simplifique a sua vida, encontrando melhores maneiras de lidar com tarefas comuns. Concentre-se em um sistema de cada vez (o sistema de limpeza, seu sistema de recados, o seu sistema de papelada, o seu sistema de e-mail, etc) e tente torná-lo simplificado, eficiente e lógico. Então, depois de ter aperfeiçoado os sistemas, siga-os.



10. Deixe que as coisas sejam menos do que perfeitas.

Sorria sempre que puder, não porque a vida tem sido fácil, perfeita, ou exatamente como você a havia previsto, mas porque você escolheu ser feliz e grato por todas as coisas boas que você tem e todos os problemas que você sabe que você não tem. Você deve aceitar o fato de que a vida não é perfeita, que as pessoas não são perfeitas, e que você não é perfeito. E isso é bom, porque o mundo real não recompensa perfeição. Ele premia pessoas que fazem coisas boas. E a única maneira de fazer coisas boas feitas é ser você mesmo, ou seja, imperfeito 99% do tempo.


11. Deixe de lado o drama desnecessário e aqueles que criam drama.


Nunca crie drama e não se cerque daqueles que o fazem. Escolha amigos que se orgulham, admiram, amam e respeitam você; as pessoas que fazem o seu dia um pouco mais iluminado, simplesmente por estarem nele. Não se afaste de pessoas negativas, corra delas! A vida é muito curta para passar o tempo com pessoas que sugam a felicidade de dentro de você.


12. Assuma riscos.

Não basta aceitar as escolhas seguras e fáceis porque você está com medo do que os outros vão pensar, ou com medo do que poderia acontecer. Se você fizer isso, nada vai acontecer. Não deixe que mentes pequenas o convença de que seus sonhos são grandes demais. Eles não são.


13. Por fim, não enlouqueça tentando mostrar aos outros que a campanha feita pelo narcisista para sujar seu nome é baseada em mentiras e fantasias de coisas que jamais ocorreram.

O que pensam de você sem ouvir sua versão não lhe define. As pessoas que acreditam e, portanto, confiam nele, logo se encontrarão em alguma situação em que se confrontarão com a verdade sobre o perverso, que não consegue manter a máscara por muito tempo. Console-se pensando que as pessoas que hoje julgam você baseadas nas mentiras contadas por ele, serão suas próximas vítimas. Dê tempo ao tempo. É infalível.

Você é emocionalmente inteligente? 9 sinais de alta inteligência emocional

Artigo Anterior

Empáticos e narcisistas: um ciclo de abuso sem fim…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.