AtitudeDicasEnergiasListasPazQualidade de vida

17 passos em benefício da sua paz:

1 – Levante e determine-se à mudança, você tem mais força do que imagina e é mais livre do que pensa. Tem no coração tanto amor que nunca será capaz de contabilizar a beleza que significa acessar essa luz em si mesmo.



2 – Você não é escravo das paixões porque você é luz e mais nada importa a não ser compreender essa verdade quando o sofrimento ou a pena de se mesmo o visitar.

3 – A sua dor não é sua, mas a dor que, como humanidade, todos compartilham. Uma gota de amor num mar de dor pode ser poderoso remédio para acalmar o sofrimento de muitos.

4 – Coloque amor na sua vida e luz no seu coração. Tudo foi criado por amor. Ame a si mesmo como se em si mesmo estivesse amando o universo inteiro.


5 – Respeite os seus limites, não queira ser aquilo que você não é. Seja simplesmente o que pode e lhe é permitido ser.

6 – Deixe-se em paz, não se cobre por não ser capaz de nunca ser contraditório ou indeciso. Tome seu tempo para decidir com segurança até saber se está fazendo a melhor escolha. Não se precipite, pensando muito bem os prós e contras de uma decisão.

7 – Não se pressione por resultados rápidos, surpreendentes, extraordinários. Você é simplesmente humano. Simples e belo assim.
Uma rosa não deseja ser uma orquídea, somente floresce e esparge seu perfume admirável, porque nela esconde-se a sua própria maravilha de ser simplesmente aquilo que a vida permite.


8 – Olhe para você e veja as suas maravilhas, o único e belo que existe somente na sua alma. Parque cada um é único, maravilhosamente único na orquestra da criação.

9 – Não tema o abandono, nem o desprezo, seja você aquele que nunca abandona, que nunca despreza nem dá as costas à dor do outro.
Sempre esteja disposto, disponível a dar um sorriso ou estender a mão, sem medo de que o outro nunca mais a solte.

10 – Tema unicamente os perigos do seu ego e suas armadilhas.


11 – Seja a alma, vibre na sintonia do mais puro, derramando belezas e luz em volta de você e no caminho das criaturas.

12 – Não se machuque, nem se condene, perdoe-se de forma incondicional, para poder perdoar os outros, incondicionalmente.

13 – Não sofra se alguém não compreende ou não é capaz de aceitar o seu amor, deixe que essa pessoa parta, porque nem todos são capazes de compreender um amor sem explicação, e o amor, às vezes, apavora.

14 – Não queira compreender todas as coisas e todas as almas que perambulam a seu lado, cada alma é uma incógnita para uma outra e saiba que em alguns momentos se faz necessário que você vire a página, vire o disco, enfim, vire-se do avesso para virar a esquina e mudar a direção da sua vida, sem carregar o peso do ressentimento.


15 – Faça o possível na arte da conciliação, harmonizando-se com os outros, com a vida, com seu passado, com a sua própria historia e seus próprios dramas.

16 – Tenha identidade própria, identidade que você precisará descobrir no seu íntimo e seja autêntico, sem falsear a verdade de seu coração.

17- Caminhe destemido e siga em frente sem olhar para trás, a não ser para segurar a mão daquele que precisa ser ajudado, impulsionado a seguir.

Tenha paz… A vida agradece e sua alma pede.


Mensagem canalizada – Por: Adriana Garibaldi – Via: STUM

Como interpretar a linguagem corporal:

Artigo Anterior

Os animais como arquétipos de poder:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.