25 coisas para não dizer aos seus filhos:

7min. de leitura

“Talvez seja preciso coragem para criar filhos”, escreveu John Steinbeck.

Precisamos de coragem para amar, liderar e nutrir. Às vezes, nós precisamos de coragem apenas para terminar um dia.



O mais difícil de tudo é encontrar a coragem de admitir quando estamos errados. Muitas vezes, dizemos coisas por hábito, frustração, ou mesmo por boas intenções que, simplesmente, não são úteis. Não podemos retomar nossas palavras – mas podemos parar de dizer algumas coisas.

Aqui estão 25 coisas que seu filho não precisa ouvir de você:

1. “Não fique triste / bravo / chateado.”

Nós não podemos evitar a maneira como nos sentimos. Ensine seu filho a trabalhar suas emoções, ao invés  de negá-las.


2. “Você é um leitor muito melhordo que _______!”

Não encoraje seu filho a comparar-se aos seus amigos. Ajude-o a concentrar-se em seu próprio crescimento.



3. “Você é meu anjo perfeito!”

Isso faz com que seu filho acredite que você espera a perfeição dele. De acordo com um estudo da Universidade Estadual de Ohio, isso pode diminuir a autoestima do seu filho e promover o medo do fracasso. Em vez disso, ame-o em sua imperfeição.


4. “Por que você não pode ser mais como ______?”

Seu filho é único, maravilhoso e especial. Encoraje-o a ser a melhor versão de si mesmo – não uma cópia de outra pessoa.


5. “Eu consigo dizer “não” a você!”

As crianças precisam de limites para  sentirem-se seguras e desenvolverem boas habilidades comportamentais. Não tenha medo de disciplinar seu filho.



6. “Eu sei que você não quis chutar seu irmão”.

Hum, sim, provavelmente ele quis. Descubra o porquê.


7. “Eu te disse.”

Se você tiver a oportunidade de dizer essa frase, há uma boa chance do seu filho já ter aprendido com seu erro.


8. “Você deveria ter vergonha de si mesmo!”

De acordo com um estudo da Universidade de Michigan, as crianças que são envergonhadas tornam-se desafiadoras e agressivas.


9. “É assim que as crianças são educadas nessa família por gerações. Eu fui criada assim e tudo correu bem.”

A ideia de que algo sempre foi feito de uma certa maneira não é uma boa razão para continuar fazendo isso.


10. “Enquanto você viver aqui, viverá por minhas regras.”

Seu filho pode interpretar isso como uma ameaça e fugir. Se ele ficar, sentir-se-á preso e indesejado em sua própria casa.


11. “Não me faça desistir de tudo e te colocar em um colégio interno!”

Quando você faz ameaças que não pode ou não vai cumprir, mina sua própria credibilidade.


12. “Porque eu estou mandando!”

Se o seu filho pergunta sobre uma regra, reserve um tempo para explicá-la.


13. “Você está me deixando furioso / triste / frustrado.”

Seu filho não é responsável por suas emoções. Essa frase ensina-o a transferir a responsabilidade pelo seu estado emocional para os outros, ao invés de trabalhar através de sentimentos negativos por conta própria.


14. “O que é agora?”

Ensine seus filhos que suas necessidades são importantes. Isso os ajudará a serem adultos que cuidam de si mesmos.


15. “Você está agindo como um bebê.”

Seu filho está ansioso? Nervoso? Sobrecarregado? Assustado? Frustrado? Não o envergonhe. Ajude-o a trabalhar seus sentimentos.


16. “As crianças grandes não têm medo de fazer isso.”

Não invalide os medos do seu filho. Seja um aliado na superação deles.


17.”Trate de se apressar!”

Esta frase é muito comum, mas ineficaz. Não faz com que as crianças se movam mais rápido.


18. “Você está bem.”

Cabe ao seu filho decidir se está bem ou não.


19. “Calma! Isso não é grande coisa.”

Pode não ser grande coisa para você – mas é para o seu filho. Se você quer que ele compartilhe as coisas grandes com você quando estiverem mais velho, precisa ouvir as pequenas coisas agora. Para eles, tudo é  importante.


20. “Pare de chorar.”

As crianças precisam expressar seus sentimentos. Não as ensine a engarrafar suas emoções.


21. “Coma seus brócolis. É saudável!”

De acordo com pesquisadores da Universidade de Chicago, isso reforça a ideia de que os alimentos saudáveis ​​não têm bom gosto. Não faça com que  comer refeições nutritivas seja uma tarefa. Faça legumes saborosos e atraentes.


22. “Eu não posso comer isso. Eu preciso perder peso.”

Todos nós temos problemas com a nossa imagem corporal – mas não precisamos compartilhá-los com nossos filhos. Sejamos exemplo de autoaceitação.


23. “Muito sorvete, fará você engordar.”

Mantenha a ênfase na saúde e felicidade, não  na aparência. Seus filhos são bonitos exatamente como são.


24. “Legal você ter marcado um gol hoje. Talvez, da próxima vez você marque dois!”

Comemore o sucesso. Não o minimize esperando mais.


25. “Você foi tão legal hoje. Por que não pode ser assim sempre? “

Não tire a vitória dele. Elogie o bom comportamento sem transformá-lo em um apelo para mudança.

“Os pais só podem dar bons conselhos ou colocar seus filhos no caminho certo, mas a formação final do caráter de uma pessoa está em suas próprias mãos”, escreveu Anne Frank.

Nós fazemos o melhor que podemos. Trabalhamos muito para colocar nossas crianças nas estradas corretas da vida. Mas não podemos controlar o destino. Nós só podemos enchê-los com sabedoria, amor e respeito, para seguir ao longo do caminho.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Inteligence

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.