ComportamentoRelacionamentos

3 características de um homem honesto nos relacionamentos

Já dizia sabiamente a minha avó: o bom não vem com estrela na testa. Logo, não conhecemos as pessoas até o momento que relacionamos com elas. E isso vale para o amor também.



Os homens legais e de cabeça aberta (aqueles com os quais é saudável se envolver) possuem várias qualidades, mas algumas características são comuns a quase todos os homens decentes que estão por aí, muitas vezes à procura de uma parceira tão bacana quanto eles, como por exemplo:

1. Ele te trata de igual para igual

Num mundo em que ainda predomina o machismo, o sexismo e a misoginia, é raro encontrar um homem que se coloque em pé de igualdade com a sua parceira. Infelizmente, ainda predomina a supremacia masculina. Só um homem muito seguro de si, em todos os sentidos, não utiliza esses privilégios (que a sociedade reforça) para tentar submeter alguém a ele.



2. Ele não ilude a mulher com quem está

São verdadeiros e sinceros (sinceridade não é grosseria, ok? Grosseria é abuso). Não douram a pílula e mandam a real de cara: se querem exclusividade na relação ou algo mais aberto, se desejam ou não ter filhos (não querem empatar a vida de uma pessoa com objetivos diferentes dos seus), se estão satisfeitos ou não com a relação e se desejam ou não continuar nela. São transparentes e realistas e isso faz toda a diferença.



3. Ele é o protagonista da própria vida

Correm atrás do que querem, são maduros em vez de mimados, são independentes (não necessariamente do ponto de vista financeiro) e assumem as merdas que fazem. Têm postura. São homens (e não moleques de prédio criados com sucrilhos, Danoninho e leite com pera). Cuidam da própria vida, em vez de se fazer de vítimas dela. Dá orgulho ter um exemplar desses caminhando ao seu lado!

 

 


Por Aline Xavier.

E você? Acrescentaria algum item? Conte nos comentários!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: angelnt/123RF Imagens.

Sobre amizades eternas (ou quase isso)…

Artigo Anterior

Como descobrir seu próprio sentido da vida em 20 minutos:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.