4min. de leitura

3 CONSELHOS PARA OS JOVENS DO SÉCULO XXI:

1.Arrisque-se!

Não tenha medo de cometer erros. Erros são uma das formas mais eficazes de aprendizagem, tenha medo de não aprender nada com seus erros.


Às vezes, os erros se transformam em grandes histórias, em outras vezes eles se transformam em base para bons conselhos, os erros te fazem crescer em sabedoria, é incontestável, todos nós vamos errar muito ao decorrer de nossas vidas, errar significa ter tentado errar significa viver com honestidade, errar é não ter medo dos olhares alheios e querer viver o que a vida tem pra oferecer, por isso, arrisque-se, erre, viva.


2.Vida é melhor do que você imagina.

3-conselhos-para-os-jovens-capa-e-dentro

Uma hora você vai perceber isso, a vida não se resume aos estudos, ao seu diploma, as pessoas que você conhece ou as coisas que você tem, a vida é literalmente muito mais do que isso. Pra quê toda essa pressão de ter um emprego perfeito aos vinte e tantos anos?


Nós somos influenciados a ter que decidir as coisas muito rápido, a escolha da nossa faculdade, o nosso emprego, aonde vamos morar, mas sabe, o que nós esquecemos é que não há um caminho único pra ser feliz. Não é porque fulano fez desse jeito que você é obrigado a fazer igual. Metas são importantes para o sucesso, mas não para felicidade, felicidade não é uma meta, ou pelo menos, não deveria ser. Felicidade é um estado de espírito.

A felicidade está presente nas pequenas coisas, ser feliz para algumas pessoas é sair mais cedo do trabalho, ir pro bar com os amigos, beber uma cerveja gelada sem se preocupar com os papeis que eu deixei sem assinar encima da mesa. Ser feliz pra outras pessoas é chegar do trabalho e ir direto pra casa, encontrar a mulher e os filhos, assistir o jornal e jantar com eles, não existe um único caminho para felicidade, isso é relativo.

“Não espere a hora da sua morte para lembrar-se de que é preciso aproveitar a vida e ser feliz, o que se leva dessa vida é a vida que se leva. ”



3- Ninguém tem a vida inteira resolvida.

Eu sei que a sociedade nos faz ter preocupações desnecessárias, como o relógio biológico, com as demandas do mercado, com expectativas nossas e dos outros sobre nós, mas sabe, nós queremos sempre saber qual será o nosso próximo passo, mas às vezes, não nos preocupamos qual está sendo o nosso passo atual, a vida não é uma corrida contra o tempo, a gente vai andando, tropeçando, mas vai bem, vai rindo, passando, vivendo, porque né, a vida tá por aqui, no presente, deixa que o futuro uma hora vem.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.