AmorO SegredoRelacionamentos

3 crenças que vão atrair o amor da sua vida

Abaixo estão as três principais crenças que mudarão drasticamente toda a sua experiência no amor. Mude o que está acontecendo dentro de você, e sua experiência no exterior vai mudar também.



1. Você tem que acreditar em si mesmo

As pessoas te tratam da maneira como você trata a si mesmo, e do jeito que você espera ser tratado. É por isso que nós repetimos padrões algumas vezes; esperamos que algo aconteça, então acontece. Isso é chamado de crença limitante (ou disfuncional).

Pense sobre este conceito por um segundo: Se você se preocupa consigo mesmo, não aceitará alguém te tratando mal. Isso não acontece; você se levanta por si mesmo (assim como para um bom amigo), e segue em frente. Mas quando a sua auto-estima é menor do que deveria ser, você acaba aceitando o tratamento que reflete a baixa auto-estima. Isso mantém você preso em relacionamentos que não funcionam!


O problema é que a maioria de nós não tratamos a nós mesmos da maneira como tratamos os nossos amigos. A nossa maneira de pensar, sentir e se comportar em relação a nós mesmos pode ser muito dura!

A fim de encontrar amor incrível com outra pessoa, você tem que amar e respeitar a si mesmo. Isto significa que você tem que tratar-se do jeito que deseja ser tratado. Dizer coisas gentis para si mesmo, fazer coisas bonitas para si mesmo, ouvir a si mesmo, conhecer a si mesmo. Essencialmente, você está namorando a si mesmo, e está na fase de lua de mel!

Faça esta grande mudança e toda a sua experiência em relacionamentos mudará também.



2. Você tem que acreditar em parceiros potenciais

Qualquer padrão que você encontra continuamente em outras pessoas, é um padrão que vive dentro de você. Embora à primeira vista possa parecer que todos os homens são indisponíveis, ou que todas as mulheres tentam controlá-lo, o que está realmente acontecendo nessas situações é que você está agindo de acordo com um antigo sistema de crença. Um sistema de crença que diz que os relacionamentos vão ser de determinada maneira.

Nossas feridas se enraizam quando somos jovens; é por isso que, como adultos, criamos padrões disfuncionais em relacionamentos. Quaisquer que sejam seus ferimentos – se você se sentiu rejeitado, abandonado, insignificante ou preso – você vai continuar a ter a mesma dinâmica em seus relacionamentos adultos até curar a ferida e ir além.

Então, como você cura? Ao tratar-se do jeito que deseja ser tratado.


Se você se sentir invalidado por outros, precisa praticar validar a si mesmo.

Se você se sente preso em relacionamentos, precisa avaliar como está prendendo a si mesmo (não falanso a sua verdade, não aparecendo autenticamente), e mudar isso.

Se você se sente rejeitado ou abandonado, precisa mostrar-se e amar a si mesmo.

Qualquer padrão que você vê nos outros está refletindo uma crença limitante sobre como você espera ser tratado nos relacionamentos. Cure-se de dentro para fora, e sua experiência com outros irá mudar drasticamente, também.



3. Você tem que acreditar em relacionamentos

É fácil para nós sentirmos que todo relacionamento é igual; estamos cercados por casais disfuncionais! De fato, culturalmente estamos um pouco viciados no drama.

Mas a verdade é que, ser hiper-focado na disfunção em relacionamentos não vai levar a um relacionamento feliz e saudável.


Se você não acreditar que é capaz de formar uma parceria respeitosa, poderosa, amorosa e madura, vai ser muito difícil conseguir isso.

Embora todo relacionamento seja difícil as vezes, as parcerias são uma oportunidade incrível para nós nos sentirmos conectados, apoiados, amados e vistos por uma outra pessoa.

Quando suas crenças são alinhadas com o mais alto potencial, você cria parcerias que são incrivelmente gratificantes; quando suas crenças são alinhadas com limites e disfunção, então é isso que você vai ver. A escolha é sua.

Acredite nas possibilidades mais elevadas, lute pelas mais altas possibilidades, e qualquer coisa que você quiser pode ser sua.


 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green


O signo ascendente

Artigo Anterior

5 passos para curar-se como mulher

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.