3 dicas para reconquistar um amor…

5min. de leitura

Seu relacionamento esfriou? O outro foi embora, pediu um tempo, está confuso, não sabe se quer continuar ou não? Vocês brigaram tanto que a relação se desgastou e a confiança foi pelo ralo? Estão fragilizados e sem saber o que fazer para resgatar tudo de bom que já viveram um dia?



Pois bem! Pode ser que tenha jeito de salvar essa massa que desandou. Mas é preciso certa dose de racionalidade, foco e paciência. Isso significa que você vai precisar lidar com sentimentos como ansiedade, impulsividade e descontrole emocional.

Sim, eu sei que quando a gente está sofrendo por amor perdido ou não correspondido, a tendência é entrar em pânico e querer consertar tudo agora. Mas quando o desespero é o sentimento predominante, dificilmente você vai conseguir o que quer de forma saudável e inteligente.

Então, preste atenção nas 3 dicas a seguir e faça o que precisa ser feito:


1-Se você fosse, o que faria você sentir mais falta?

É o seguinte, o que te deixa mais interessada: alguém que fica no seu pé, completamente disponível, inseguro e fazendo qualquer coisa para conseguir sua atenção ou… alguém seguro de si, que diz o que sente e o quanto te quer de volta, mas que não se rebaixa para conseguir isso? Alguém que está presente e mandando mensagens o tempo todo ou alguém que te deixa sem notícias por um tempo, despertando sua lembrança e talvez até sua saudade? Alguém que se lamenta e chora sem parar ou alguém que pede desculpas pelos seus erros, até te surpreende de alguma forma especial, mas demonstra amor próprio e te dá espaço para pensar e refletir sobre o quanto pode estar perdendo se você for mesmo embora? Então, agora você já sabe como deve se comportar para que o outro considere com cuidado o que pode estar perdendo se te deixar…


2-Lance mão dos seus recursos internos e externos!

Quando você precisa esperar uma decisão tão importante de outra pessoa, é natural que os níveis de ansiedade, impulsividade e medo aumentem significativamente. Mas você sabe que isso não vai ajudar em nada, muito pelo contrário! Então, foque no que vai fortalecer você. Invista na companhia dos amigos, no seu lazer, esportes, leitura, terapia, espiritualidade. Enfim, nutra seu corpo, sua alma e suas emoções com conteúdos que vão contribuir para que você supere essa fase com dignidade e inteireza, com coerência e maturidade.


3-Confie no fluxo da vida e na sabedoria do Universo!

Por mais que desejemos, não temos controle sobre tudo. Não enxergamos e nem entendemos tudo. Grande parte do que acontece na nossa vida faz parte de uma dinâmica que, sim, tem tudo a ver com o que acontece dentro da gente, com as nossas crenças e com a qualidade dos nossos pensamentos. Porém, ainda assim, essa grande parte é extremamente sutil. Para que você compreenda, precisa estar em sintonia com sua intuição. A sua resposta sempre vem de dentro, da sua essência e não da sua tormenta. Por isso, se você já mostrou o que sente, já disse o que quer, já pediu desculpas e já agiu de modo a provar o quanto está comprometida a reconquistar esse amor e, mesmo assim, o outro continua dizendo que não quer, então respire fundo e confie! Tem algo que você ainda não viu, ainda não compreendeu. E talvez precise de tempo ou simplesmente de conexão consigo mesma para ver e compreender. No final das contas, o que tem de ser, é. Sempre é!


E se você esperava que eu desse dicas mais diretas como “faça uma mega surpresa”, seja carinhosa e demonstre seu amor por ele , saiba que essas são medidas ótimas, mas não garantem a manutenção da sua autoestima e nem o equilíbrio do seu relacionamento. Antes de qualquer atitude, você precisa se sentir merecedora de ser amada e precisa saber se reconquistar esse amor realmente vale a pena ou é apenas uma questão de ego ferido ou de um capricho que só vai fazer você perder mais tempo e mais energia com a pessoa que não se encaixa com o amor que você realmente deseja viver!

___

Publicado Originalmente em: Rosana Braga

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.