ColunistasRelacionamentos

3 hábitos que você deve abandonar para ter um relacionamento feliz:

Ter uma pessoa especial ao seu lado é um desejo natural do ser humano. É incrível ter alguém que o  apoie e que goste de você pela pessoa que você é.



Porém, o que ninguém nos conta é que não basta encontrar o par perfeito para ter um relacionamento feliz.  

Uma conduta equilibrada constitui um ponto-chave para construir algo duradouro.

Mas, por vezes, estamos tão preocupados em aproveitar ao máximo a relação, que nos esquecemos de olhar para nossas atitudes. Sem perceber, algumas ações podem simplesmente minar uma união que poderia dar certo.


E a fim de esclarecer algumas dessas armadilhas amorosas, este artigo discute 3 hábitos que você deve abandonar para ter um relacionamento feliz:

1. Ser codependente

Quando uma pessoa tem problemas e lhe falta um senso de responsabilidade, é possível que ela ou ele traga suas necessidades para dentro da relação. A pessoa carente se considera uma vítima do mundo e deseja que seu companheiro(a) resolva seus problemas. O outro, por sua vez, passa a ser solução para todos os males e se acostuma a “salvar” o parceiro(a) carente. E, assim, forma-se um ciclo. Um pede ajuda, o outro salva e, com o tempo, são criados ressentimentos e cobranças de ambos os lados. Esta situação é conhecida como codependência e as pessoas que dela participam são ditas codependentes.

Um detalhe importante: não há nada de errado em ajudar quem se ama. Porém, na codependência isto é exagerado, a pessoa carente pede ajuda ainda que seja capaz de resolver algo sozinha, ela ou ele realmente tenta passar suas responsabilidades para o outro.


A codependência suprime as coisas positivas que poderiam ocorrer no relacionamento, e no lugar, restam o sofrimento e a exigência constante de que o seu companheiro(a) supra suas necessidades. Para começar a trabalhar com esta questão, é necessário desenvolver a autorresponsabilidade. Isto envolve saber que ninguém deve escolher no seu lugar e que, portanto, a solução de seus problemas depende de você e não do seu parceiro(a).


2. Ser fechado e distante

No extremo oposto de alguém carente está uma pessoa distante. Neste caso, aproximar-se dos outros corresponde a um enorme desafio. A pessoa fechada pode ter dificuldades para demonstrar afeto e compartilhar seus verdadeiros sentimentos e pontos fracos. Este tipo de comportamento abre espaço para a insegurança no relacionamento. Seu companheiro(a) pode não entender por que você não é recíproco, porque não se desarma. Talvez até questione se você realmente gosta dele(a). Então, surge uma aflição, pois mesmo ao lado da pessoa amada, você não consegue estabelecer uma ligação mais forte, por algum medo ou bloqueio. Dessa maneira, ser distante abala o bem-estar de ambos e, por consequência, enfraquece a relação. Se já notou este problema na sua vida, o primeiro passo é descobrir do que você tem medo. Pergunte-se a si mesmo: O que te impede de se aproximar do seu parceiro(a)?



3. Criar cenários precipitados

Por acaso você mal conhece a pessoa e já está pensando como vai ser o casamento, quantos filhos terão e o nome do cachorro? Se sim, então você anda imaginando cenários precipitados. Embora seja comum criar expectativas quando gostamos de alguém, as coisas boas que imaginamos nem sempre fazem sentido no momento presente. Agir fora de contexto pode gerar conflitos, mesmo que a outra pessoa não diga que está magoada. Cada um tem seus limites e valores em que acredita. Contudo, ao ultrapassar essas fronteiras sem permissão, os resultados não serão muito positivos. E se, de fato, há sentimentos verdadeiros de sua parte, a última coisa que você quer é entristecer uma pessoa tão querida.

A dica aqui é dissolver os cenários precipitados com uma boa dose de realidade. Converse com seus amigos, sua família, se for necessário faça até pesquisas a fim de garantir que seus pensamentos não sejam fantasiosos.


Finalmente, procure adotar o hábito de analisar como suas ações são vistas por quem está ao seu lado. Será que expressam respeito e consideração? Lembre-se daqueles limites que você não deve ultrapassar.

E você? Conseguiu identificar algum destes hábitos em seu relacionamento? O que gostaria de melhorar? Deixe sua opinião nos comentários!

____________

Direitos autorais da imagem de capa: nd3000 / 123RF Imagens


Às vezes é preciso parar de pensar um pouco na vida e vivê-la!

Artigo Anterior

Descubra a cor certa a usar nos pulsos para atrair o que mais deseja em sua vida!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.