publicidade

3 maneiras de explorar e ampliar sua inteligência emocional:

Dizem que seu talento, experiência e QI podem lhe arranjar a um bom emprego, mas se você quiser ter sucesso na vida, você precisa de muito mais do que isso.

Em seu livro sobre inteligência emocional, Dr. Daniel Goleman explicou esse “muito mais do que isso”, que na verdade está relacionamento com ser autoconsciente, saber gerir as suas emoções, ter empatia para com os outros e ter a capacidade de se conectar com as pessoas e influenciar os outros.



A verdade é que, não importa o quão estudioso você é, a escola nunca é referência quando se trata de ensino sobre a inteligência emocional.

Aqui estão três maneiras de explorar, e amplificar, a sua:

Não seja confiante demais

Quanto mais ouvimos dos outros o quão bem nós fazemos com a nossa comunicação, como lidamos com relacionamentos e a nossa liderança, mais fácil é de ficarmos complacentes. Pergunte a amigos, familiares e colegas de trabalho para dar-lhe opiniões sinceras. Perguntas como: “Quais são os meus pontos cegos”, quando se trata da minha inteligência emocional?” “As pessoas gostam de estar ao meu redor por causa da minha alta energia, mas às vezes gostaria de ser menos tagarela?”

Todos nós temos pontos cegos, mas poucas pessoas procuram descobrir quais são os seus. Faça isso para procurar se desenvolver.



Ter o hábito de escrever sobre seu dia

Uma grande parte da inteligência emocional é conhecer a si mesmo. Todo mundo pensa que já conhece tudo sobre si, e isso é um erro para a maioria de nós. Escreva num diário ou uma vez por semana, o que quer que funcione para você, mas escreva. Você será surpreendido com o que você aprende sobre si mesmo, suas emoções, suas preocupações, como você responde à adversidade, como você responde à boa sorte, e assim por diante. Ao escrever sobre seu cotidiano, você vai descobrir aspectos de si mesmo sobre o quais não estava ciente antes e isso vai aumentar a sua inteligência emocional.


Desafie-se

Quão emocionalmente inteligentes seremos se ficarmos em nossas zonas de conforto? Acontece que é mais fácil se dar bem com os nossos amigos mais próximos do que conversar com pessoas que, naturalmente, não se tem muito assunto. Isso é compreensível. Mas se nós quisermos crescer, precisamos conviver com pessoas que pensam de formas diferentes de nós, pessoas que dizem coisas que nem sempre é tão fácil de se compreender, ou colaborar com.

Todos nós podemos nos beneficiar ao desafiar-nos para encontrar maneiras de crescer com a nossa inteligência emocional.

______


Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Mystical Raven

Direitos autorais da imagem de capa: sifotography / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.