EspiritualidadeEnergias

3 mitos sobre yoga:

3 mitos sobre yoga

Como amante e professora de yoga, eu me sinto realmente aborrecida quando as pessoas dizem que não gostam dessa prática ou que não querem experimentá-la.



É claro que todos têm direito a sua própria opinião, mas, geralmente, as pessoas se sentem dessa maneira por causa do que ouviram ou porque tiveram uma experiência ruim.

A yoga mudou a minha vida de muitas maneiras positivas, e antes de começar a praticar, eu também estava intimidada, quando se tratava de experimentar uma aula. Não pensei que a yoga fosse para mim.

Agora que pratico por mais de três anos, quero quebrar três dos maiores mitos dessa atividade, com a esperança de que isso motive a todos a dar uma chance para a yoga:


Mito 1: ser flexível é um requisito para praticar yoga.

Muitas pessoas me dizem que não querem praticar yoga ou que não gostam da prática porque não são flexíveis. Tenha certeza, dobrar-se em um pretzel não é o objetivo da yoga. Eu sempre tento explicar que o aspecto físico da yoga (asana) é apenas uma pequena parte nos oito membros (ou aspectos) da mesma. Abrir as áreas do seu corpo para mais flexibilidade e força de construção virá com o tempo, mas não é uma exigência para praticar ou curtir praticar yoga!


Mito 2: existe apenas um tipo de aula de yoga.


Existem muitos tipos diferentes de yoga, ela não é uma abordagem de tamanho único. Eu tive clientes, amigos e familiares que me disseram que não gostam de yoga e, simplesmente, não podem “encaixar-se na prática”. Minha resposta é que “você, provavelmente, não está praticando o yoga certo para você!” O equívoco comum é que o termo “aula de yoga” engloba tudo o que a prática tem para oferecer.

Sem fazer muito esforço, eu posso pensar em 14 tipos diferentes de yoga, que vão desde desafiar (se você deseja construir força e suar), até a restauração. A melhor maneira de descobrir o tipo de yoga que você gosta é fazer alguma pesquisa e encontrar estúdios que ofereçam diferentes tipos de aulas.


Mito 3: você pode ser “bom” na yoga


Não existe tal coisa de ser “bom” na yoga. Esse mito deve ser quebrado, porque muitas pessoas estão intimidadas a praticar yoga, porque acham que não são boas ou estão desencorajadas por sua aparência ou flexibilidade. Ver uma bela pose de yoga é incrível, mas o ponto é como você se sente na pose e o que funciona para o seu corpo.

A prática de yoga é diferente e única para cada um. Uma vez que as pessoas percebem isso, elas realmente gostam e entendem que devem abandonar inseguranças, estresse, preocupação e tudo o que está por trás. Estar presente e em contato com seu próprio corpo é um dos aspectos mais importantes da yoga. Não se preocupe com mais ninguém.

Eu espero que a dissolução desses três grandes mitos  inspire-o a voltar para sua esteira ou experimentar pela primeira vez.

Yoga deve ser uma experiência positiva e sua prática é personalizada para você!


Namastê!

_____

Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Mind Body Green


3 passos para atrair alguém que o adore:

Artigo Anterior

5 maneiras de desenvolver facilmente uma saúde mental positiva sólida:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.