Comportamento

3 razões mais comuns pelas quais as pessoas traem, segundo a psicologia

3 razões mais comuns pelas quais as pessoas traem segundo a psicologia

Descubra quais são os motivos que mais levam um parceiro à traição, segundo uma psicóloga Ph.D!



A infidelidade é uma das maiores inseguranças, quando se trata de relacionamentos românticos.

Muitas pessoas convivem com o medo de se envolver seriamente com alguém e ser enganadas, bem como ter seus sentimentos desvalorizados. Essa insegurança pode existir dentro e fora das relações, seja por conta de traumas ou pelo fato de conhecer muitas histórias como essa.

A traição é, realmente, uma das piores coisas que uma pessoa pode cometer em uma relação, porque sacrifica todos os bons momentos ao lado de alguém e condena todo um futuro que se poderia construir em sua companhia. Além disso, pode causar grandes traumas emocionais na outra pessoa e mudar definitivamente a maneira como ela enxerga o amor e os compromissos.


Embora para muitos esse ato não seja justificável, existem alguns fatores que podem levar uma pessoa à traição.

Listamos alguns deles abaixo, que foram retirados de um artigo da Ph.D em psicologia, Kelly Campbell, publicado pelo Psychology Today. Confira-os!

1. Motivos individuais

Essas são as razões que cada pessoa tem para os atos de infidelidade. Traços de sua personalidade que a tornam mais propensa a essa atitude. Entre elas estão:


  • Gênero: os homens têm mais probabilidade do que as mulheres de cometer infidelidade, principalmente por conta da testosterona, que é responsável por controlar essas tendências.
  • Personalidade: as pessoas com personalidades menos empáticas e responsáveis também têm mais tendência a esse tipo de comportamento, já que enxergam seus relacionamentos de maneira diferente da maioria.


2. Motivos de relacionamento

As pessoas também podem ser motivadas a trair por características insatisfatórias do próprio relacionamento. Quando estão realmente felizes, não sentem necessidade de procurar outra pessoa. Falta de intimidade, conflitos muitos frequentes e valores divergentes, seja na educação e personalidade, são algumas das motivações de relacionamento que podem levar à traição.



3. Motivos situacionais

Ainda que uma pessoa não tenha propensão à traição, determinadas situações e mudanças em seus ambientes podem colocá-la em risco de infidelidade. O convívio com pessoas que incentivam essa atitude, a intensidade de suas outras relações pessoais ou profissionais e um clima negativo na relação, com brigas frequentes, podem despertar esse interesse.

A melhor maneira de proteger sua relação da infidelidade é tendo sempre um diálogo muito aberto e respeitoso com o seu parceiro, definindo com ele os limites de sua relação. Muitas vezes, as pessoas podem divergir sobre o que é uma traição, mas quando as ideias são alinhadas, a convivência torna-se muito mais fácil.

Buscar ajuda de um profissional também é importante, caso alguém esteja enfrentando essa situação em seu relacionamento.


Comente abaixo suas impressões sobre esse tema e compartilhe o texto com os amigos!

Vizinhos arrumam casa e emprego para jovem que morou nas ruas por dois anos. “Salvaram minha vida!”

Artigo Anterior

Homem ganha R$ 5 milhões em programa de TV e doará tudo para funcionários e caridade!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.