Notícias

“365 Dias: Hoje” recebe nota zero da crítica e se torna um dos piores longas da Netflix

Foto: Reprodução
Capa site 365 Dias Hoje filme recebe nota zero de criticos e se torna um dos piores longas da Netflix

Após o lançamento do segundo filme de “365 Dias”, a sequência bateu um recorde negativo dos críticos!

A cultura cinematográfica faz parte da vida dos brasileiros, que desde a tenra idade têm acesso a filmes em canais abertos e pagos, por isso são tão prestigiados aqui.

Com o advento do mundo virtual, a opinião dos críticos sobre essas produções está ao alcance do público dessas tramas, que a considera importante porque esses especialistas têm muita bagagem para isso.

No dia 27 de abril, a Netflix lançou em sua plataforma o filme “365 Dias: Hoje”, uma sequência do primeiro filme, “365 Dias”, que foi lançado em 2020, com recomendação somente para maiores de 18 anos no Brasil.

Apesar de a Netflix ansiar por dar sequência à história quente de Laura e Massino, interpretados por Anna-Maria Sieklucka e Michele Morrone, respectivamente, pouco tempo depois da estreia, a trama bateu recorde negativo ao receber nota zero dos críticos do Rotten Tomatoes.

Rotten Tomatoes

A plataforma on-line Rotten Tomatoes conta com os recursos de recomendação mais confiáveis do mundo para um entretenimento de qualidade e onde é possível compartilhar opinião, bem como encontrar recomendações. Somente no Instagram, a empresa soma 1,7 milhão de seguidores, enquanto mais de 2 milhões seguem sua página do Facebook, o que demonstra sua relevância no meio. A pontuação é conferida pelo Tomatometer, onde a porcentagem de críticas profissionais é calculada depois de cinco avaliações pelo menos.

Imagem 1 365 Dias Hoje filme recebe nota zero de criticos e se torna um dos piores longas da

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @iammichelemorroneofficial

Eles fornecem aos fãs um guia completo de filmes e programas de televisão separados em três categorias exibidas no status do filme ou programa de televisão: tomate vermelho fresco, quando pelo menos 60% dos comentários são positivos; tomate verde amassado, quando há menos 60% dos comentários positivos; e tomate desbotado, quando ainda não existe pontuação disponível, significando que o título ainda não foi lançado ou não há classificações suficientes para gerar pontuação.

A nota dos críticos

No caso do filme “365 Dias: Hoje”, inspirado numa sequência de livros da escritora polonesa Blanka Lipinska, o status da trama romântica foi tomate verde amassado, pois recebeu nota zero da crítica, com 15 comentários na plataforma digital. Apesar de a Netflix querer investir no filme, assim como “50 tons de cinza”, que é semelhante, essa sequência tem nuances diferentes e parece não ter cativado nem um pouco os críticos do cinema.

Imagem 2 365 Dias Hoje filme recebe nota zero de criticos e se torna um dos piores longas da

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @blanka_lipinska

Além disso, os dois filmes de “365 Dias”, segundo a Forbes, têm uma das classificações mais baixas que uma produção original da Netflix já recebeu. Apesar de tudo, o primeiro passou quase duas semanas no primeiro lugar da classificação da própria Netflix e ficou na lista dos dez melhores por mais de um mês, já o segundo estreou e instantaneamente ocupou o primeiro lugar.

O terceiro filme

Segundo a PurePeople, o segundo longa foi gravado junto com o terceiro, o que dá a entender que, mesmo com as críticas ruins que a franquia recebeu ao longo dos anos, a sequência terá mais um lançamento e, consequentemente, o fechamento da história. Segundo o site Adorocinema, os especialistas especulam que a última parte da trilogia pode chegar ao streaming ainda em 2022 ou no início de 2023, completando a sequência.

Imagem 3 365 Dias Hoje filme recebe nota zero de criticos e se torna um dos piores longas da

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @iammichelemorroneofficial

Mesmo com a proximidade da estreia, não há como afirmar como será o fechamento da história de Laura e Massino, mas fica o receio de que os críticos não mudem sua concepção sobre a trilogia e continuem a lhe atribuir notas baixas.

0 %