4 comportamentos que revelam falta de inteligência emocional:



Inteligência emocional é a capacidade de identificar e lidar com as próprias emoções e com as daqueles ao nosso redor.

Essa é uma habilidade muito desejada, pois é provado que nos ajuda a ter uma vida mais feliz e organizada.

As pessoas que possuem inteligência emocional são bem-sucedidas na vida pois estão em maior contato consigo mesmas e com seu “eu superior”. Aqueles de nós que não possuem essa habilidade, no entanto, levam vidas mais complicadas e se sentem frustrados, pois não sabem lidar com suas questões emocionais de forma correta e, como consequência, levam uma vida desorganizada.

Podemos identificar pessoas com baixa inteligência emocional a partir de certos comportamentos que demonstram diariamente.

Importante ressaltar que todos estamos propensos à falta de inteligência emocional, não apenas as pessoas que não conseguem o sucesso que desejam na vida.

Confira aqui quatro hábitos que ajudam a aprimorar sua inteligência emocional.

Abaixo estão explicados 4 comportamentos que demonstram falta de inteligência emocional:

1. Falta de paciência e estresse com pessoas que não entendem o que você diz

Muitas pessoas se estressam quando não são compreendidas imediatamente por aqueles ao seu redor e os culpam pelo ruído na comunicação. Como resultado, é comum dispararem frases culpando a outra pessoa, como por exemplo: “Qual a dificuldade de entender/fazer isso?” ou “Qualquer um consegue fazer isso, não entendo qual o seu problema.” Essas frases são uma maneira de agressão psicológica, pois diminuem o valor do outro.

Esse comportamento não é saudável e revela que essas pessoas são egoístas e egocêntricas. Para elas é mais fácil culpar o outro por não entender o que está transmitindo do que parar e refletir que podemos absorver uma informação de diferentes maneiras, e que talvez possa mudar sua abordagem para facilitar o entendimento daqueles com quem interagem.




2. Humilhar outras pessoas como se estivessem em seu direito

As pessoas com inteligência emocional conseguem entender que rir de alguém não é produtivo, apenas contribui para a baixa autoestima da outra pessoa, e são sábias o suficiente para saber quando algum comentário ou comportamento pode causar desconforto. Por esse motivo, são extremamente respeitosas com seus semelhantes e não cruzam os limites da educação.

As pessoas que carecem dessa sabedoria, no entanto, além de não respeitarem os direitos e sentimentos de outra pessoa, ainda acusam aqueles que buscam respeito de “fracos”, “ressentidos” e “infelizes”, por não saberem lidar com “brincadeiras”.


3. Desconsiderar qualquer ponto de vista contrário ao seu

Cada pessoa ao longo de sua vida adota algum sistema de crenças, que nada mais é do que valores e ideais provindos da criação, personalidade e vida de cada um. Nosso sistema de crenças é nossa referência e guia de vida. Algumas pessoas, no entanto, não entendem que cada um tem a liberdade de acreditar, ou não acreditar, naquilo que bem entender. Dessa forma, enxergam opiniões diferentes como inimigos e ameaças, atacando ou ignorando pessoas que têm padrões de crenças opostos.


4. Culpar os outros pelos próprios erros

Muitos de nós conservamos o péssimo hábito de culpar outras pessoas por nossos erros, ao invés do nos responsabilizarmos por eles. Esse comportamento se desenvolve, muitas vezes, a partir da infância, porque aprenderam que erros são inaceitáveis para pessoas de sucesso, pois se relacionam ao fracasso e que o mais importante a fazer é culpar alguém, não identificar o que está errado e tomar medidas para melhorar.

A inteligência emocional, por mais que exija dedicação e trabalho diário, pode ser desenvolvida por cada um de nós. Como em tudo, alguns têm mais facilidade do que outros, mas todos temos o direito de buscar padrões mais evoluídos e felizes de vida. Portanto, se você sente que pode se beneficiar de mais sabedoria, esforce-se para desenvolver e incorporar mais inteligência emocional em sua rotina.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.