AmorO SegredoRelacionamentos

4 comportamentos tóxicos que separam casais

bp

Os melhores relacionamentos não são os que sempre foram mais felizes, mas os que resistiram às tempestades mais poderosas.



Se você está buscando corrigir o seu casamento, namoro, ou amizade, há muitas pequenas coisas que você pode fazer para ajudar.

Para começar, eu posso honestamente dizer que Marc e eu ouvimos uma palestra de um casal durante 30 minutos e determinamos, com cerca de 90% de precisão, que esse relacionamento não duraria muito mais (sem grandes mudanças). A razão pela qual nós podemos fazer isso é simples: a maioria dos relacionamentos fracassados ​​sofre dos mesmos quatro problemas comportamentais básicos …

1. Condenação do caráter de uma pessoa


Queixas são boas. Desentendimentos são excelentes também. Essas são reações naturais por decisões ou comportamentos de uma pessoa. Mas quando as reclamações e desentendimentos viram uma bola de neve e atacam a pessoa, e não suas decisões e comportamentos, isso representa problema. Por exemplo: “Eles não me ligaram quando disseram que iriam não porque se esqueceram, mas porque são seres humanos miseráveis e horríveis.”


2. Gestos de ódio

Xingamentos frequentes, ameaças, olhos virados, menosprezo, zombaria, comportamento hostil, etc … De qualquer forma, gestos como estes são venenosos para um relacionamento, porque transmitem ódio. E é praticamente impossível resolver um problema de relacionamento quando a outra pessoa está constantemente recebendo a mensagem de que você a odeia.



3. Negar responsabilidade

Quando você nega sua responsabilidade em todas as brigas, tudo o que você faz é culpar seu parceiro. Você está dizendo, com frequência, “O problema não é comigo, é sempre você.” Esta negação da responsabilidade apenas agrava a discussão, porque há um colapso completo de comunicação.



4. O tratamento do silêncio

Ignorar, desengatar, recusar-se a reconhecer, etc. Todas essas variações do tratamento silencioso não apenas removem a outra pessoa da discussão que você está tendo com ela, mas acaba por removê-la, emocionalmente, do relacionamento que você tem com ela.


A principal coisa a lembrar é …


As diferenças de opinião (mesmo as mais importantes) não destroem relacionamentos. A forma com que o casal lida com suas inevitáveis ​​diferenças é o que conta.

Casais desperdiçam anos tentando mudar a mente um do outro, mas isso nem sempre pode ser feito, porque muitos dos seus desacordos estão enraizados em diferenças fundamentais de opinião, personalidade, ou valores. Ao luta com essas diferenças, a única coisa possível é desperdiçar o seu tempo e desgastar muito seu relacionamento.

Então como pessoas em relacionamentos saudáveis lidam com problemas que não podem ser resolvidos?

Eles aceitam um ao outro como. Estes casais entendem que os problemas são uma parte inevitável de qualquer relacionamento de longo prazo, da mesma maneira que dificuldades físicas crônicas são inevitáveis ​​à medida que as pessoas envelhecem. Estes problemas são como um joelho fraco. Nós podemos não querer esses problemas, mas temos de ser capazes de lidar com eles, a fim de evitar situações que os irritam, e desenvolver estratégias que nos ajudem a lidar com eles. O psicólogo Dan Wile disse em seu livro “Depois da lua de mel”: “Ao escolher um parceiro de longo prazo, você vai inevitavelmente escolher um conjunto particular de problemas insolúveis que vão estar com você nos próximos 10, 20 ou 50 anos. ”


Resumindo: A aceitação do outro é de vital importância para todos os casais.


O que mais faz um relacionamento prosperar a longo prazo?

Conhecer verdadeiramente o outro é vital.


Casais saudáveis ​​são intimamente familiarizados com as histórias uns dos outros. Estes casais fazem um espaço emocional para seu relacionamento, o que significa que, sinceramente, ouvem um ao outro, se lembram dos eventos mais importantes da vida do outro, e se mantém atualizados dos sentimentos de seus parceiros. A principal coisa a lembrar é que nada que você possa dar é mais importante do que sua sincera atenção, sua presença.

Problemas no relacionamento devem ser tratados um com outro, não com outros.

Isto pode parecer óbvio, mas nos dias de hoje vale a pena mencionar: NUNCA poste nada negativo sobre um ente querido em mídias sociais. Crianças de quatorze anos de idade postam coisas negativas sobre seus namorados, namoradas e amigos em mídias sociais. É uma maneira maliciosa para conseguir atenção e desabafar, quando a resposta emocional saudável é falar sobre suas queixas diretamente com a pessoa, quando for a hora certa. Não caia na armadilha de conseguir que os outros estejam ao seu lado, porque relacionamentos saudáveis ​​têm apenas um lado. Além disso, as relações nem sempre fazem sentido, especialmente a partir do exterior. Se você está tendo um problema de relacionamento com seu parceiro, resolva esse problema com ele, e ninguém mais.

Usar uma linguagem positiva em discussões poupa muito sofrimento.


Os relacionamentos florescem quando ambos são capazes de compartilhar seus sentimentos e pensamentos mais íntimos de uma forma positiva. Um método eficaz de fazer isso durante uma discussão é fazer o seu melhor para evitar o uso da palavra “você” e tentar usar a palavra “eu”. Isso torna muito mais fácil expressar sentimentos e muito mais difícil atacar inadvertidamente a outra pessoa. Então, ao invés de dizer: “Você está errado”, tente dizer: “Eu não entendo. É uma mudança sutil que pode fazer uma enorme diferença.

A vontade mútua de fazer sacrifícios deve estar presente.

Ligações íntimas estão vinculadas com o amor verdadeiro, e amor verdadeiro envolve atenção, consciência, disciplina, esforço e ser capaz de cuidar de alguém e sacrificar por ele, de forma contínua, em inúmeras maneiras, todos os dias. Você coloca seus braços em torno dele e o ama incondicionalmente, mesmo quando ele não é muito amável. E, claro, ele faz o mesmo por você. Se você quer saber o que um relacionamento saudável é, aqui está: um relacionamento saudável é aquele em que as duas pessoas acordam todas as manhãs e dizem: “Isso vale a pena. Você vale a pena. Estou feliz que você esteja na minha vida.” Um relacionamento saudável é sobre sacrifício. É sobre saber que alguns dias você terá que fazer coisas que não gosta para ver a pessoa que você ama sorrir, e sentir-se perfeitamente satisfeito por fazer isso.

Os melhores relacionamentos não são apenas sobre os bons momentos que compartilhamos, são também sobre os obstáculos que atravessamos juntos, e no final ainda dizermos “eu te amo”. E amar alguém não é apenas dizer que a ama todos os dias, é demonstrar esse amor todos os dias através de suas ações e comportamentos.


O que você adicionaria à lista? Quais comportamentos tóxicos você tenta evitar? Como você lida? Por favor, deixe um comentário abaixo e compartilhe suas opiniões com a comunidade.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Marc and Angel Hack Life

3 maneiras para tornar sua vida simples e bem sucedida novamente

Artigo Anterior

10 perguntas que vão mudar sua maneira de pensar sobre seus problemas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.