4 formas eficazes de lidar com o julgamento:

Os sábios entendem a importância de liberar o julgamento por séculos.

Eles sabem que uma verdadeira compreensão e compaixão por todas as pessoas seria sempre favorável.

Mas, como podemos prevenir o julgamento em nosso comportamento?

Abaixo estão 4 maneiras de tratar o julgamento:

1. Liberar o seu próprio julgamento

Quando você julga prematuramente alguém, perde a oportunidade de conhecer quem a pessoa é e o que a torna única. Você permite que sua perspectiva limitada incida sua visão de ver o bem nessa pessoa. Se ela está perto de você, você perde oportunidade de amá-la mais.

“Não julgue e você não será julgado. Não condene e você não será condenado. Perdoe e você será perdoado. – Lucas 6:37”

Liberar o julgamento também significa liberar o julgamento de si mesmo. Podemos ser o nosso pior crítico. Quando liberamos o julgamento de nós mesmos, permitimos mais espaço para nos amarmos. As áreas em que procuramos melhorar podem evoluir gradualmente, porque mudamos nosso foco para uma perspectiva amorosa positiva e não negativa e crítica.

“Um dia passado julgando o outro é um dia doloroso. Um dia passado julgando a si mesmo é um dia doloroso.” – Buda

À medida que você lentamente abandonar o julgamento a si mesmo, perceberá que experimentará menos julgamento dos outros. Sua vibração aumentará e você irá  elevar-se acima de tudo. Isso não significa que as pessoas deixarão de julgá-lo, mas você não vai mais presenciar seus julgamentos.


2. Mude seu foco para a positividade

O tópico 1 é um processo gradual, não acontece da noite para o dia. Enquanto isso, praticar mudar seu foco para o bem, nos outros e em si mesmo funciona bem.

Na próxima vez que você se considerar fortemente julgado e sentindo-se inferiorizado, mude seu foco o máximo que conseguir. Você percorreu um longo caminho e teve grandes conquistas. Você está fazendo o melhor que pode e sabe disso. Ao criar o hábito de mudar seu foco e desenvolver essa confiança interna, você poderá lidar positivamente com o julgamento.

“A maior prática espiritual é a auto-observação, sem julgamento.” – Swami Kripalu


3. Não leve ofensas para o lado pessoal

Se alguém está sendo crítico com você, lembre-se de que sua opinião está vindo de sua perspectiva limitada. Essa pessoa não é você e não viveu nenhum um dia sua vida. Portanto, sua opinião realmente não importa. Na verdade, às vezes, quando alguém está (em algum nível) com inveja de você, tentará propositadamente prejudicá-lo. Isso o faz sentir-se melhor.

Aprender a não se ofender com julgamentos, pode ser difícil, especialmente, se vier de alguém que você ama. Você pode sentir que tem que se ofender e responder com defesa para se proteger. Mas, a melhor escolha é apenas encolher os ombros.

É preciso força para encolher os ombros. Essa força vem de uma confiança interior de saber que você faz o melhor que pode. Se você achar difícil, pergunte-se se há alguma verdade (mesmo um pouco) no que a pessoa está dizendo. Às vezes, julgamento compassivo pode nos ajudar a melhorar e crescer.

“Se você julgar as pessoas, não terá tempo para amá-las.” – Madre Teresa


4. Deixe a situação

Então, se você tentou todas as dicas acima e ainda está recebendo julgamento destrutivo (não compassivo e não amoroso) e não sabe mais lidar com isso, é melhor deixar a situação e criar limites em seu relacionamento com essa pessoa. Ambientes negativos, especialmente com pessoas que, realmente, críticas e destrutivas, podem rapidamente afetar sua felicidade pessoal e crescimento. Você precisa prosperar neste mundo e há influências externas suficientes, que temos de superar. Precisamos cercar-nos de pessoas amorosas e positivas, que se preocupem com o nosso bem-estar e pensem no nosso bem mais elevado.

“O amor é a ausência de julgamento.” – Dalai Lama

As pessoas vão julgá-lo, mas a melhor defesa é saber quem você realmente é, o que quer e para onde está indo.

Talvez algum dia o julgamento deixe de existir. Há uma liberdade linda ao permitir que cada um de nós seja autêntico. Juntos, vamos criar um futuro brilhante com compaixão e liberdade para todos!

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Power of Positivity



Deixe seu comentário