8min. de leitura

5 atitudes que podem melhorar – e muito – o relacionamento de um homem com uma mulher

Se quer assumir um compromisso tão sério e com propósito vitalício com alguém, é preciso dedicação e certeza. O trabalho demorado, acontece no dia a dia, mas vale muito a pena.


Em um cenário em que os divórcios e fins de relacionamentos são cada vez mais frequentes, pensar em relacionamentos saudáveis e duradouros parece ser um ideal distante.

Manter um relacionamento não é uma tarefa fácil, casamento então… hoje em dia, parece quase impossível.

Portanto, se quer assumir um compromisso tão sério e com propósito vitalício com alguém, é preciso dedicação e certeza, o trabalho é grande, demorado, acontece no dia a dia, mas vale muito a pena.


Vemos muitos relacionamentos em que as mulheres são mais insistentes para manter a chama acesa, normalmente são elas que buscam a harmonia, que não jogam a toalha facilmente. Claro, há controvérsias.

Mas saiba que, quando a mulher desiste, as chances de retomar o relacionamento são mínimas.

Então, se deseja ter uma mulher ao seu lado, que vai se comprometer e zelar pela relação, fazendo o possível para manter o casamento para a vida toda, confira estas cinco dicas essenciais para adotar no seu relacionamento desde já:


1. Deixe-a ser a mulher da relação

Por mais que nós, mulheres, tenhamos buscado o empoderamento, ainda queremos manter a nossa essência feminina. Mulher é quem cuida, quem acolhe, quem chega com aquele jeitinho mais doce, quando percebe que as coisas estão meio caóticas.

Queremos alguém do nosso lado que nos transmita a sensação de proteção. Podemos até querer provar que podemos nos proteger sozinhas (ou até mesmo nem precisarmos de alguém que nos proteja), mas a sensação de ter um porto seguro masculino ao nosso lado, que nos transmita segurança, é a melhor do mundo. Não é à toa que sempre damos aquele jeitinho de nos deitarmos no ombro do parceiro em qualquer situação, seja no sofá, vendo televisão, no cinema ou em qualquer lugar. Nós nos sentimos protegidas, amparadas e isso também é sensação de amor.


2. Corteje-a

Mesmo que hoje em dia nós, mulheres, tomamos a iniciativa nos relacionamentos, ainda gostamos de ser cortejadas. Cortejar pode até parecer uma palavra antiga, mas cavalheirismo e galanteios nunca deveriam sair de moda. Uma das diferenças entre homens maduros e meninos é a forma de tratar uma mulher, pelo menos do nosso ponto de vista. Um homem pode amadurecer alguns anos só por ser cavalheiro.

Gostamos de elogios, de ser tratadas com respeito e de homens que nos cortejam. Lembre-se do começo de seu relacionamento, quando você ainda cortejava sua mulher. Tenho certeza de que se mantiver esse comportamento, mesmo depois de alguns anos juntos, fará grande diferença. Ser cortejada é tão viciante que, quando não ouvimos elogios e somos paqueradas, acabamos admirando o mais simples gesto de cavalheirismo, seja por alguém nos ceder um assento dentro no ônibus ou simplesmente falar que estamos bonitas em qualquer lugar em que estejamos.


3. Surpreenda-a

Não é preciso enviar flores sempre ou gastar uma fortuna com presentes surpresas. Um beijo inesperado, um abraço, principalmente quando mais precisamos, podem fazer grande diferença. O segredo está na surpresa, no ato, quando menos se espera. Surpreender deveria ser regra para qualquer situação, seja ela dentro da rotina do dia a dia ou romanticamente falando. Para surpreender, é preciso estar conectado à pessoa, observar o que ela precisa naquele momento e se antecipar. Seja mais observador e não tenha medo de tomar uma iniciativa.


4. Expresse o que sente por ela

Gostamos de falar de sentimentos e dialogar, mas também gostamos quando o companheiro expressa o que sente por nós, principalmente quando fala de forma espontânea, sem ser apenas ao responder a uma pergunta. O diálogo acontece quando duas pessoas se comunicam, se uma só é quem fala e a outra só escuta, aí deixa de ser diálogo.

Não tenha medo de expressar seus sentimentos, muito menos de falar quando algo não lhe agrada. Não somos perfeitos e a maioria das pessoas também não tem o dom da vidência, se você não se expressa e não fala o que sente, a possibilidade de a outra pessoa adivinhar é muito pequena, para não falar inexistente. Solte o verbo, fale, só não se esqueça de fazer isso com respeito e empatia pela pessoa que o escuta.


5. Encoraje-a e entenda que são diferentes

É tão bom quando queremos muito fazer uma coisa e recebemos aquele empurrãozinho para deixar o medo de lado e alçar voos mais altos, não é mesmo? Ter uma pessoa ao nosso lado que nos encoraja quando precisamos, que nos apoia e nos mostra o lado B da história, quando só estamos enxergando o lado A, é muito promissor.

Ao contrário dos homens, quando nós, mulheres, estamos passando por alguma situação com a qual não sabemos muito bem como lidar, temos necessidade de falar, desabafar e comentar nossos problemas com alguém. Entenda que nem sempre precisamos – ou queremos – ouvir a solução, muitas vezes até sabemos o que precisamos fazer, mas expor a situação e falar sobre ela nos liberta e ajuda a clarear nossas ideias, libertando o sentimento de caos e angústia. Respeite essa necessidade e nos ensine a respeitar a sua necessidade também, de ter um tempo a sós, quando passam pela mesma situação.

Parece uma lista longa e cheia de necessidades, mas garanto que, com a prática, essas atitudes vão se tornando tão naturais que, com o tempo, se tornarão um hábito. Gastamos tanto tempo e esforço em outras áreas da nossa vida, como trabalho e estudos, por que não nos dedicar da mesma forma dentro dos nossos relacionamentos?

E você, tem outra dica que não está na lista?

Compartilhe conosco, comentando abaixo quais são os comportamentos que faltam nas relações atuais, para que elas se tornem mais estáveis e duradouras.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.