ColunistasDesenvolvimento Pessoal

5 coisas que você precisa abandonar de vez se quiser mudar a sua vida!

5 coisas que você precisa

Após dar murro em ponta de faca, eis uma das principais lições que aprendi com os meus próprios erros: se você quer realmente mudar de vida, você deve começar a abandonar de vez pelo menos cinco coisas cruciais.



Não há um dia sequer em que, seja por e-mail, whatsapp, site e redes sociais, eu não receba mensagens de pessoas que dizem querer mudar de vida, fazer diferente, cocriar uma realidade de mais amor e abundância, que esteja mais conectada a quem elas realmente são e ao que elas almejam de verdade.

Paralelo a isso, ao analisar a minha própria trajetória e a dos meus clientes e coachees, principalmente, percebo o quanto todos nós cometemos erros cruciais nesse processo, ao nos autossabotarmos em nome de um ideal de sucesso e de felicidade, que talvez nem seja realmente o nosso. E do medo que sentimos de sermos julgados, criticados e condenados pelas nossas escolhas. Por que é que ainda nos importamos tanto com o que os outros dizem e pensam ao nosso respeito? Pois bem.

Após dar murro em ponta de faca, eis uma das principais lições que aprendi com os meus próprios erros: se você quer realmente mudar de vida, você deve começar a abandonar de vez pelo menos cinco coisas cruciais.


Quer saber quais são elas? Então, leia este texto até o final!

1. A ideia da perfeição

Não existe hora perfeita! Nós nunca nos sentiremos completamente prontos e preparados para nada. A perfeição não existe e nunca vai existir. Faça o que você tem que fazer, com as ferramentas que você tem, do jeito que dá. Você, hoje, tem absolutamente tudo o que você precisa para ser quem você quiser e para chegar onde você quiser chegar. Não espere pelo momento perfeito, pelas condições ideais, por isso e aquilo para começar. Simplesmente, comece!



2. A vaidade excessiva que não nos permite começar pequeno

Sejamos humildes! Tudo começa com um primeiro passo. Para chegar ao topo do monte, a gente precisa se permitir enfrentar os percalços do caminho. A maioria das pessoas bem-sucedidas que você conhece também começou pequeno. É quando a gente começa a se colocar em movimento que as coisas efetivamente começam a acontecer na nossa vida também.


3. A comparação da forma errada


Não há nada que sabote mais o nosso começo do que a comparação do nosso bastidor com o palco do outro. Todos nós enfrentamos desafios ao longo do caminho. Todos nós temos os nossos momentos de altos e baixos. Se for para se comparar com alguém, que seja para pensar assim: “Ah, se ele conseguiu, se ele chegou lá, é porque eu também posso”. As coisas só são impossíveis até que alguém vá lá e faça.


4. A mania de querer imitar

A autenticidade é fundamental para qualquer coisa que a gente queira fazer na vida. Cada um de nós tem talentos únicos e especiais, características que são só nossas e que, exatamente por isso, precisam ser valorizadas, amadas e respeitadas. Não se perca em fórmulas e receitas prontas, não queira ser igual ao outro e fazer exatamente o que o outro está fazendo. Há espaço para todo mundo, e o seu diferencial, mesmo que muita gente faça o que você está fazendo, é o de ser justamente você. É isso que vai chamar a atenção das pessoas e que vai fazer com que elas se identifiquem com você: o seu jeito de falar, de se vestir, de gesticular, de contar as suas histórias, o seu tempero, as suas experiências, a sua visão de mundo. Você é único e especial. Não se esqueça disso. E seja você.



5. O fazer porque todo mundo faz

Muitos serão os obstáculos no seu caminho e, inclusive, as vezes em que você vai pensar em desistir. Por isso é tão importante que você avalie se o motivo que o fez começar ainda é suficientemente forte, grande e valioso para fazê-lo persistir, apesar de todos os pesares. Se o seu motivo ainda te faz sentir borboletas no estômago, se você ainda sente o olho brilhar e o coração bater mais rápido toda vez que você pensa nele, se, por ele, você sente que ainda vale a pena, então persista. Não desista do seu sonho. Não desista do que é importante para você.

Quer mudar de vida? Então avalie, antes de qualquer coisa, qual é o seu propósito com essa mudança.


Se você não sabe para onde ir ou aonde você quer chegar, qualquer caminho é o caminho, é verdade. No entanto, se não há propósito, também não há sentido em mudar. Olhe para dentro e avalie qual é o seu.

Qual é o seu propósito com essa mudança? Que benefícios e ganhos ela trará para a sua vida e para a vida das pessoas que o cercam?

Fez essa análise? Então, manda ver.

Abandone essas cinco coisas que só pesarão na sua bagagem e aproveite para descobrir o quanto você é infinitamente capaz de se virar muito bem, apenas com uma bagagem de mão.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: @kejsirajbe / wallhere


Novos estudos revelam que os humanos sentem mais empatia com os cães do que com pessoas

Artigo Anterior

8 exercícios infalíveis para ser mais feliz e elevar sua autoestima

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.