publicidade

5 comportamentos que fazem as pessoas desistirem do amor (e como se curar)

Apaixonar-se é a experiência humana mais surpreendente. Infelizmente, nem todos os relacionamentos estão destinados a durar para sempre. Relacionamentos fracassados nos deixam com um sentimento de rejeição. O fim de uma união acontece por muitas razões, que podem se transformar em uma fonte de enorme trauma psicológico e angústia.



Aqui estão 5 comportamentos que fazem as pessoas desistir do amor (e como se curar):

1.Rejeição e sentimentos de indignidade

Relacionamentos baseados no egoísmo deixam-nos sentir-nos rejeitados e indignos. Algumas uniões nos drenam. Elas sequestram nossos corpos emocionais e impossibilitam um resgate. Leva anos de terapia para recuperarmos o nosso valor e confiarmos novamente. O trauma permanece mesmo quando pensamos na ideia de nos apaixonarmos novamente. Quando permitimos que o outro controle o nosso valor, basicamente paramos de viver.

5 comportamentos2


Comece a cuidar de si. Crie tempo para si mesmo para fazer as coisas que você gosta. Você vale mais do imagina. Conheça essa pessoa incrível. Você não pode deixar de amar a si mesmo. Você não pode parar de viver. Claro, as coisas são difíceis, mas você que decide o seu futuro.


2.Ser controlado e abusado

É preciso ser uma pessoa extremamente insegura para controlar e abusar o outro. E, o rastro de destruição que ela deixa, fisicamente, espiritualmente e emocionalmente, é astronômico. Pode demorar décadas para confiar em um outro indivíduo. Mas, até você enfrentar a história, vai continuar a atrair situações semelhantes em sua vida. Pode não ser um parceiro, pode ser um colega de trabalho. Estes eventos podem te impulsionar a estabelecer limites saudáveis.

Às vezes nos desculpamos os comportamentos e nem sequer sabemos que são abusivos. Em um artigo na PsychCentral, Marni Feuerman partilha que existem muitas formas de abuso: “A violência doméstica está mais uma vez na vanguarda da notícia. Isto é em parte devido a incidentes abusivos com figuras do esporte ou celebridades que se tornaram muito públicas. Abuso nem sempre é tão óbvio como ser atingido ou empurrado, chamados nomes degradantes ou xingamentos. Na verdade, ele pode muito bem ser dissimulado ou sutil. ”


O abuso é intolerável. É imperdoável. Não há maneiras de contornar isso. A pessoa controladora é alguém narcisista que não pode lidar com algo que não consegue controlar. É um transtorno mental. Não viva isso pelo resto de sua vida. Busque ajuda. Fale sobre isso. Você não está sozinho.


3.Traição

“Mais de 90% dos americanos acreditam que a infidelidade é inaceitável, mas 30-40% das pessoas se envolvem nela. A infidelidade está associada a resultados adversos, tais como depressão, violência doméstica, divórcio e até mesmo homicídio” via Psychology Today. Por que as pessoas traem? Por várias razões e circunstâncias, falta de comunicação, perda de autoestima, comportamentos narcisistas e desafios. É imperdoável, mas nunca é impossível. Só porque você foi traído não significa que tenha feito algo errado. Esta pessoa decidiu destruir o relacionamento. Em muitos casos, os infiéis tendem a apreciar a vida secreta. É uma corrida para não serem pegos.

Você não pode evitar o que aconteceu. Você pode confiar novamente. Nem todo mundo trapaceia.

“Deixar ir significa chegar à conclusão de que algumas pessoas são uma parte de sua história, mas não uma parte de seu destino.” ~ Steve Maraboli


4.Conflitos de personalidade

Aceite – nem todos devem ficar juntos. Encontramos pessoas. Nos apaixonamos, e depois ficamos sabendo que elas não são compatíveis com a gente. Personalidades se chocam. Não é certo ou errado. Pode ser a educação, carreiras, família ou motivação. Algumas pessoas parecem de uma maneira, mas com a intimidade da relação, mostram quem realmente são.

Você pode ser mais seletivo sobre com quem se abrir, mas não tem que desligar-se completamente. O amor é para ser compartilhado. Cada relacionamento que você já experimentou lhe teve lhe ensinou algo sobre si mesmo. Se analisar com mente e coração abertos, você vai notar que cada um daqueles indivíduos te entregou algumas lições de energia.


5.Julgamento e crítica

5 comportamentos3

Você foi julgado, examinado, chamado de nomes, e criticado. Você nunca quer estar nesse tipo de relacionamento novamente. Você não precisa disso! Você não é responsável pelo comportamento da pessoa. Só é responsável pela forma como reagiu a esse comportamento. Você não tem que vivenciar julgamentos passados. Nós somos o que carregamos.

Nem toda pessoa será desagradável. Há almas amorosas, generosas e compassivas que querem compartilhar uma vida com você. Só porque você estava em um relacionamento ruim, não significa que todos irão te colocar para baixo. Você evoluiu a partir daí. Tome nota que, ao isolar sua grandeza você está impedindo outra pessoa de conhecer uma alma fantástica. Você não está permitindo que outra pessoa ferida experimente a bondade. Você pode se apaixonar novamente. Você pode mostrar uma outra forma de amar verdadeiramente.

Como você se move através de todo o trauma e feridas, lembre-se de que o perdão é o maior fator de cura. Você perdoa a si mesmo por ser nessa relação. Você deve perdoar a situação para que possa ser livre e começar de novo.

“Se você gasta seu tempo esperando que alguém sofra as consequências pelo que fizeram ao seu coração, então está permitindo que te machuquem uma segunda vez em sua mente.” ~ Shannon L. Alder

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Power of Positivity

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.