ComportamentoRelacionamentos

5 comportamentos que pessoas egoístas exibem em um relacionamento:

Reconhecer quando alguém está sendo egoísta em um relacionamento pode ser difícil, especialmente, quando é alguém próximo a você.



A maioria das pessoas é boa de coração e damos a outros o benefício da dúvida.

As pessoas conhecidas por usar outras pessoas para ganho pessoal são sanguessugas e não se importam com quem é ferido.

Ninguém merece ser usado.


Abaixo, discutimos cinco sinais prováveis ​​de que seu parceiro  é egoísta e está se aproveitando de você.

Se você se relacionar a um ou mais destes sinais, pode querer reconsiderar seu relacionamento.

Os 5 sinais

1. Tudo acontece de acordo com as vontades de seu parceiro


Se você está com alguém que, raramente, permite que você faça planos, provavelmente, está sendo usado. Se você está com alguém que não valoriza seu tempo, esforço ou necessidades emocionais, provavelmente, está sendo usado. Um relacionamento sem sacrifício ou compromisso não é um relacionamento real.

Você observa algum dos seguintes comportamentos?

– O tempo gasto com o seu parceiro quase sempre exige sua “aprovação”;

– As decisões sobre lugares que vão, pessoas que veem, e coisas que fazem são, muito frequentemente, dele;


– Suas ideias são rapidamente rejeitadas ou ignoradas.

Se puder se relacionar a algum desses comportamentos, pode estar sendo usado – e, provavelmente, de mais de uma maneira.


2. A maioria da comunicação do seu parceiro é negativa ou neutra


Muitos especialistas em relação citaram conclusivamente o desprezo individual ou mútuo como o melhor preditor de falha de relacionamento.

O desprezo é definido por Dictionary.com como:

“O sentimento com o qual uma pessoa considera qualquer coisa considerada média, vil, ou sem valor; desdém; desprezo.”

“O estado de ser desprezado; desgraça.”


Em outras palavras, desprezo é o oposto do respeito. Em um relacionamento, desprezo revela-se através de “julgamento negativo, crítica ou sarcasmo sobre o valor do indivíduo.”

Como você, certamente, sabe, a comunicação é tudo em um relacionamento. Agora pergunte a si mesmo, como a comunicação do seu parceiro faz você se sentir?


3. Você é quem mais se esforça


Em um relacionamento, a falta de esforço é muitas vezes um sinal de desinteresse ou desengajamento. Se você está investindo uma quantidade desproporcional de tempo, dinheiro e energia no relacionamento, algo está errado. As despesas monetárias são muito menos importantes do que os investimentos emocionais que você faz. Dinheiro vem e vai, mas se o seu parceiro não está disposto investir esforço e tempo para fazer o relacionamento dar certo, então, por que você deve estar?

Abdicar de responsabilidade em um relacionamento é imaturo, descuidado e egoísta. Nenhuma pessoa razoável faria isso a alguém que ama. Reconsidere seu relacionamento.


4. Não assume a relação


Pessoas egoístas ficam desconfortáveis ​​com as palavras “namorada”, “namorado”, ou qualquer outra terminologia que descreve o seu relacionamento como qualquer coisa menos do que casual.

Quando você tenta iniciar uma conversa sobre a relação (por exemplo, torná-la oficial ou exclusiva), elas ficam tensas ou sem palavras. A razão simples para esta reação é que elas não estão prontas para fazer do seu relacionamento, uma prioridade. Na verdade, elas podem não querer um relacionamento.

Pense sobre isso, fique centrado, e considere as suas outras opções.



5. Você o vê flertando com outras pessoas

Algumas pessoas usam o flerte como um meio de fazer as pessoas rirem – seus parceiros geralmente sabem disso e não se incomodam com isso. Esta é a única exceção em relação a flertar com outras pessoas. Caso contrário, flertar é um comportamento que decorre da infidelidade.


Referências do texto:  dictionary  – psychologytoday –  familyshare

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Power of Positivity

Fique solteiro até que você encontre alguém que se dedique a você

Artigo Anterior

10 perguntas que ajudam a revelar seu “eu autêntico”:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.