6min. de leitura

5 dicas para conviver com alguém ansioso:

A sociedade de uma maneira geral está cada dia mais ansiosa e presa à ideia de tempo. Remoendo passo e fantasiando o futuro.

Quantas situações você já criou em sua mente? Quantos diálogos e respostas prontas você decorou e depois a situação não aconteceu? Você não sabe o que vai acontecer, mas sua mente trabalha para criar um futuro que, na maioria das vezes, está longe de ser verdade.


A sociedade de uma maneira geral está cada dia mais ansiosa e presa à ideia de tempo. Remoendo passo e fantasiando o futuro.

Se você se coloca em uma “categoria”, como se sofrer de ansiedade fosse algo errado, olhe em volta e perceba os sinais dos seres humanos que cada vez mais sofrem com o pensamento acelerado. Você não está sozinho.

Porém, é importante passar algumas dicas de como conviver com alguém ansioso. Sabe, são aquelas pequenas coisas que fazem no dia a dia, e não sabem o quanto podem afetar seu momento ou até horas depois.


Se você convive com a ansiedade, entenderá a importância dessas dicas a baixo. E deve compartilhar com quem está presente na sua vida todo os dias.

Também são dicas de convivência, pois ninguém é obrigado a saber que você é ansioso. Mas vale compartilhar essas dicas, e assim facilitar um pouco essa convivência. Sem medo, explique: não faça isso comigo, por favor, estou ansiosa.

1. Evite negatividade nas conversas

Para puxar um assunto, talvez dos mais triviais, os assuntos negativos e reclamações aparecem. A negatividade está conectada, na maioria das vezes, com o pensamento e leva a remoer algo ou imaginar um futuro de coisas ruins. Cada ser humano é afetado por um assunto diferente. O que não o deixa ansioso, pode afetar outra pessoa e vice-versa. Fale coisas boas, evite a negatividade sempre, em todas as conversas, ela não faz bem para ninguém.


2. Problemas. É preciso mesmo compartilhá-los?

Todos nós temos problemas na vida, e todos temos amigos com quem compartilhar e um ombro para chorar. Uma dica simples é perguntar se está tudo bem para o outro falar de determinado assunto. Tente encarar os problemas como desafios e falar até mesmo deles de maneira positiva, assim você pode transformar a energia da conversa e ajuda muito alguém que está lidando com a ansiedade.



3. Não faça alarde antes de acontecer

Não diga a alguém que isso ou aquilo pode acontecer, não fale que “mais tarde precisamos conversar”, é como apertar um botão de LIGAR PENSAMENTOS na mente e levar a pessoa a um grau elevado de ansiedade. A expectativa deixa o pensamento acelerado, a fantasiar inúmeras situações, assuntos, até respostas imaginárias, como diálogos prontos. Imagine só como é ruim a pessoa sofrer por horas imaginando coisas, se o assunto for, na verdade, o que vamos jantar hoje. Esse é um péssimo hábito para quem convive com alguém ansioso.


4. Compreensão e respeito

Tenha compreensão com o próximo. Esse, para alguns, pode ser um assunto normal como qualquer outro, e para outros um assunto extremamente delicado. Pense antes de fazer alguma piada sobre e entenda, acima de qualquer coisa, que a maioria das pessoas estão hoje ansiosas. Em graus diferentes, mas, sim, este é um problema de toda uma sociedade. Então, não julgue o que acontecer com a pessoa. Entenda e respeite seu momento ansioso e tenha compaixão. Busque uma maneira de ajudar em um momento de crise, o julgamento só vai atrapalhar e deixar seu próximo ainda pior.


5. Cuidados com as críticas

Existem diferentes maneiras de falar a mesma frase. Diversos jeitos de passar a mesma mensagem, então, cuidado. As frustrações atrapalham um caminho de dedicação a entender o que é esse sentimento. Altas expectativas podem não ser atendidas, e o ser humano, de maneira geral, cria expectativas demais sobre tudo e todos. Ser criticado faz parte da vida, mas pense antes de falar e evite assim consequências mais graves. Criticar o que acontece com a pessoa em um momento de crise, em uma forte ansiedade, pode deixá-la envergonhada, e seu emocional, ainda mais frágil.

Você deseja levar essas dicas para muitas pessoas, não é mesmo?! Mostre sem medo, para quem está ao seu lado, o que pode ser feito para ajudar. Ninguém precisa estar nesta caminhada sozinho.

______________

Direitos autorais da imagem de capa: Maria Shanina on Unsplash





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.