6min. de leitura

5 dicas para ter mais autoestima e amor-próprio

Aqui veremos 5 dicas para desenvolver mais autoestima e amor-próprio, com os quais verá que tudo mais na vida fluirá melhor.


Autoestima e amor-próprio são a pedra fundamental para uma vida feliz. Eles lhe dão a força para trilhar a vida e o conforto para superar seus desafios.

Aqui 5 dicas para ajudar você a conseguir isso:

1. Segurança no seu autoconhecimento

Você precisa saber quem você é e se conhecer mais. Para você não ficar perdido no mundo, você precisa olhar para dentro. Na linguagem que usamos aqui no Caminho 3T, isso significa conhecer seus dharmas. Também, usando este olhar interno, começar a conhecer bem o seu lado emocional, o que o está incomodando, o que está por trás de suas emoções e que feridas emocionais antigas continuam abertas.


Fazemos isso cultivando as técnicas de mindfulness e meditação, como também simplesmente dando tempo para nossos momentos de introspecção e silêncio.

Quanto mais você se conhece, mais tranquilidade terá de ser você. E mais você vai se gostar! Porque você é uma pessoa incrível, única! Você tem um conjunto de talentos, uma visão da vida e um perfil emocional que ninguém mais no mundo tem. Você é nada menos que uma centelha de Deus.


2. Pare de se comparar aos outros!

Se quiser detonar com o seu bem-estar, compare-se com os outros! Isso já um fato estudado na ciência, e experimentado por todos. É uma tremenda armadilha que sempre vai lhe trazer um resultado ruim, porque sempre terá alguém que vai, na sua avaliação, ser melhor que você em algum quesito.


Tem dois problemas graves com a ideia de se comparar a um outro. O primeiro é que você acha que outro é comparável a você! Você é único, você é única. Não tem outro como você. Portanto, não dá para comparar você a mais ninguém. E, segundo, é quase tudo mentira. As coisas que vê sobre os outros são altamente editadas – é photoshop, é mentira, é meia-verdade.

Eu falo mais sobre este conceito neste vídeo:

Talvez seja o caso de você dar um tempo das mídias sociais, pois é lá que mais ficamos expostos a versão produzida da vida dos outros.

Como explico no vídeo acima, o que precisamos fazer é nos comparar com nós mesmos, ontem. Essa é a única comparação que faz sentido. Como você está hoje, em comparação a você ontem? Aí sim, podemos buscar ser cada dia um pouco melhores.


3. Foco nos objetivos intrínsecos

Isso é peça chave em tudo que tento passar e em todo o caminho do yoga.

Objetivos intrínsecos são aqueles que têm a ver com estados internos que queremos buscar, como paz, harmonia, viver nosso propósito, trilhar o despertar espiritual, etc. Eles são reais, trazem resultados e estão totalmente sob seu controle.

O que não queremos é foco nos objetivos extrínsecos, como ganhar dinheiro, conseguir aquela vaga, conquistar aquela pessoa, comprar aquela coisa, etc. Esses nos deixam cheios de ansiedade, frustração, raiva e medo.

Essas coisas externas não têm a ver com o verdadeiro você que está aí dentro, portanto nunca o preenchem, nunca o satisfazem. Esses objetivos externos também não estão sob seu total controle. E quando não conseguimos essas coisas, ficamos para baixo, sentimo-nos mal, detonamos nossa autoestima.


4. Foco nas suas conquistas de melhoramento interno

Comece a acompanhar seus ganhos em seus objetivos intrínsecos. Observe e até registre seu progresso. Celebre suas conquistas de avanço rumo a ser uma pessoa melhor.

Pergunte-se sempre como pode dar mais um passo. Pense como pode se lapidar mais um pouco. Qual o próximo hábito que quer conquistar? A próxima coisa ruim que quer tirar da vida?

Tem uma técnica chamada “diário de conquista”, onde você vai registrando suas novas conquistas, seu progresso. Por exemplo, digamos que você está determinado a começar a meditar todos os dias. Aí você anota cada dia que meditou. Aí olhará para seu diário e verá, “puxa, que legal, já estou meditando todos os dias sem falha há 3 meses”. Ou se está tirando a carne vermelha da dieta, poderá ver, “olha estou há 6 semanas sem comer carne!” Estudos mostram que isso é uma técnica poderosa para estimular a transformação.


5. Cultive o seu despertar espiritual

A autorrealização espiritual lhe traz a felicidade última, deixando-o totalmente feliz em ser você.

O caminho do yoga dá uma receita para conseguir isso. Não é algo apenas sentimental ou aleatório. Você pode conquistar isso, passo a passo, e experimentar seu despertar acontecendo, de verdade, em sua vida.

Este despertar enche-o de amor-próprio e autoconfiança por si só, porque você começa a sentir seu valor incalculável como uma alma eterna, como amado de Deus.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.