10min. de leitura

5 dicas sobre espiritualidade prática para a mulher moderna

O que é espiritualidade prática nos dias de hoje?

No mundo contemporâneo, principalmente para as novas gerações, a espiritualidade já não faz mais sentido apenas como uma busca religiosa ligada a antigas tradições ou somente religiões organizadas.


Estamos vivendo uma vida mais atarefada, saturada de fast-food, privação de sono saudável, cercada por iluminação artificial intensa, energias dissonantes, frequências eletrônicas que desestabilizam nosso cérebro, poluição sonora e outros fatores estressantes que outras gerações não haviam vivenciado de forma tão intensa como hoje.

Para nós, mulheres, naturalmente intuitivas, interessadas em algo maior e mais gratificante do que apenas a vida do nosso mundo externo e caótico ligado ao trabalho, férias, estudos, filhos, companheiros, planejamentos e pagamentos de contas, enfim as “correrias” clássicas do dia a dia, precisamos nos olhar de outra forma, sentir interiormente quais são as nossas necessidades mais profundas, o que nos toca, tanto em nossa alma como em nosso coração. E para poder olhar para dentro de nós sob novos prismas e ter energia suficiente para superar esse corre-corre danado, temos de focar em nosso desenvolvimento espiritual.

Mas daí nos vêm à mente aquelas perguntas que não querem se calar:


“Como ter tempo neste mundo tão acelerado?”

Podemos, como mulheres, tão esgotadas com as multitarefas do dia a dia – muitas delas diretamente ligadas à nossa condição de ser mulher – conseguir alguns momentos para nós e ter força para cuidar do nosso desenvolvimento espiritual? Bem, a resposta é um sonoro SIIIMMM.

Aqui estão algumas dicas de como fazer isso nos dias de hoje:

1. Como buscar o Sagrado num mundo acelerado


O primeiro passo é nos abrir para o novo. Desacelerando um pouco a nossa rotina e ouvir o nosso interior, eis o motivo principal deste chamado. Ao olhar de forma confiante para dentro de nós e perguntar o que nos move rumo a essa vontade maior por uma busca de significados em nossa vida já estamos iniciando a prática da espiritualidade consciente. A partir desse ponto, basta nos sintonizar com o próprio coração e sentir em nosso íntimo o que mais tem a ver conosco em termos de práticas e ir conhecendo, testando, avaliando aquilo que mais nos faz bem. Preces e meditações podem ser muito úteis no início, e ir ampliando o leque de técnicas de autoconhecimento ao longo da busca.


2. Entendendo a busca espiritual livre de dogmas

No entanto, para poder ir em frente em nossa busca pelo Sagrado em nosso interior, de forma prática e ativa, precisamos nos livrar de dogmas e condicionamentos. E, para nós, brasileiras que somos, fica um pouco mais fácil, porque o sincretismo de crenças é parte da nossa tradição popular. Atire a primeira carta de tarô ou patuá cruzado quem nunca rezou para um amigo, parente, filho numa igreja, pela manhã, e foi ver a “sorte” numa tarde com uma cartomante. O segredo é não ter preconceitos e explorar todas as formas de busca espiritual, sem ser tendenciosa nem fazer julgamentos.


3. Harmonia entre corpo, mente e espírito

Assim podemos experimentar mais harmonia entre mente, corpo e espírito, porque para cuidar do nosso desenvolvimento espiritual temos de nos dedicar, tal como dizem, de corpo e alma. E isso significa que são bem-vindos exercícios de tai-chi, qigong, yoga, ou alguma outra prática corporal que nos ajude a ter mais equilíbrio.

Ainda sobre o corpo, podemos buscar uma alimentação mais saudável, rica em fibras, frutas, legumes, verduras e carnes magras, para quem ainda não tem a intenção de abandonar o consumo de carne animal.

Relaxar a mente com alguns minutos de meditação pela manhã ou antes de dormir ajuda a termos mais equilíbrio sobre o corpo físico e nossas tão turbulentas emoções – Santa Harmonia manda beijos – por conta dos nossos ciclos naturais.

E tudo isso, aliado com meditação e exercícios respiratórios, simples aumentam a nossa capacidade de conexão espiritual com o mundo à nossa volta e as pessoas que convivem conosco, fazendo bem para nós mesmas e para o planeta ao elevarmos a nossa própria consciência.


Sem sofrimentos: como a busca espiritual pode ser divertida, instrutiva e inspiradora

E como dar início a uma jornada espiritual, sem que isso seja uma coisa a mais para cobrarmos de nós? Que não seja dolorosa, que não nos cause sofrimento, que seja instrutiva e inspiradora. A resposta é muito simples: seja intuitiva, olhe para você durante seu momento de meditação. Durante o banho, quando está se preparando para dormir, tornando sagrados esses momentos em que está consigo mesma, desligue. Desligar é a palavra.

Toda mulher tem dentro de si um arcabouço intuitivo infinito que diz exatamente do que ela realmente precisa. E silenciar a mente concreta e escutar essa voz interior tão poderosa é o primeiro passo para que tudo corra bem. Mesclar uma série de práticas e técnicas para serem utilizadas nos momentos mais cotidianos é o início de uma gratificante jornada que nos gere paz de espírito, autoconhecimento e um verdadeiro despertar espiritual em todos os níveis da nossa consciência.


Dicas práticas para começar a sua jornada

E, para finalizar, e reforçar, vão aqui algumas dicas práticas para você começar a sua jornada pessoal rumo a um estado mais poderoso em termos espirituais a fim de alcançar a luz que brilha em todas as mulheres, filhas da Mãe Terra que somos.

  • Utilize o poder de cura e proteção dos cristais: a ametista é indicada para amenizar a ansiedade; a pirita atrai prosperidade; a turmalina negra afasta energias negativas (mas tem de ser utilizada com cuidado, pois se não há energias negativas no ambiente, ela suga quaisquer outras energias); a ágata alivia cólicas menstruais e problemas do aparelho digestivo. E assim por diante. Cada um tem um fim específico.
  • Para a meditação ser mais eficaz, utilizar óleos essenciais e aromaterapia. Assim estados estressantes do dia a dia podem ser minimizados, e, com o tempo, curados. A utilização da aromaterapia pode ser também de grande eficácia para acalmar e elevar uma mente hiperativa ou em estado de tristeza profunda.
  • Utilize a numerologia, astrologia e as cartas do tarô não somente como ferramentas ligadas a processos divinatórios, mas como verdadeiros instrumentos de autoconhecimento.
  • Práticas corporais leves, como tai-chi e qigong (chi kung) para aumentar sua bioenergia. Exercícios leves de yoga também são recomendados.
  • Limpeza energética dos chakras é bem-vinda para aumentar os nossos inatos poderes de cura, para eliminar bloqueios de ordem emocional, bloqueios criativos e outros.

Dica de leitura/para saber mais:

“O despertar da deusa” (Emma Mildon)

“O despertar da deusa – espiritualidade prática para a mulher moderna” é um guia prático e abrangente para auxiliar o crescimento pessoal e espiritual. Emma Mildon, considerada a “líder mística da Geração Millennial”, pelo jornal Huffington Post, com humor e leveza, e por meio de seu estilo jovem e simples de falar sobre coisas complexas, reuniu o conhecimento sobre despertar espiritual e traz a todas as mulheres estudos sobre cristais, chakras, feng shui, aromaterapia, yoga, numerologia, meditação, astrologia e técnicas de proteção energética, mostrando de forma revigorante como integrar a espiritualidade, desenvolvimento pessoal e o autocuidado à vida da mulher moderna.

A obra traz ainda caixas de texto e mensagens com exercícios práticos e rituais meditativos de proteção e elevação das energias voltados a diversos fins.

Clique aqui para adquirir!


Sobre a autora

Emma Mildon é escritora e ativista espiritual, além de trabalhar com paixão e entusiasmo como filantropa, colunista, palestrante e organizadora de ritos à Lua Nova, nos quais inspira e empodera mulheres comprometidas com mudança de atitude em relação à cura integral e ao desenvolvimento espiritual.

Fundadora da Wabi Sabi Magazine, ela já foi chamada de a “líder espiritual da nova geração”, pela revista Mindbodygreen. Trabalhou e aprendeu com xamãs, agentes de cura, médiuns, terapeutas, ativistas e iogues da Europa, Américas, Ásia, Oceania.

Emma Mildon tem inspirado mulheres de todo o planeta a ampliar sua consciência e contribuir para a cura global, levando o amor para além das fronteiras geográficas.


O que você achou das dicas? Já aplica alguma delas em seu dia a dia? Tem mais alguma para acrescentar? Compartilhe conosco por meio dos comentários!

 

Direitos autorais da imagem 1: Flo Karr/Unsplash. Direitos autorais da imagem 2: Andressa Voltolini/Unsplash. Direitos autorais da imagem 3: Kira auf der Heide/Unsplash.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.