publicidade

5 hábitos que podem arruinar qualquer relacionamento:

Ele(a) me ama. Ele(a) não me ama. Ele(a) me ama. Ele(a) não me ama. Sua vida parece sempre assim?



Às vezes é incrível. Às vezes é menos do que desejável? Você já se sentiu assim com seu parceiro? Às vezes adorando tudo sobre eles e às vezes procurando a saída?

Existem vários hábitos que nos levam para o trauma e drama que, muitas vezes, destroem nossos relacionamentos.

Se você quer que seu relacionamento prospere e cresça continuamente, corte estes cinco hábitos:

1. Procurar o que está errado

Quantas vezes você se concentra no que está errado? O que há de errado com seu parceiro, seu relacionamento, com você… O julgamento é o assassino número 1 dos relacionamentos. Julgar o errado em você, seu parceiro, e seu relacionamento vai arruiná-lo mais rápido do que qualquer coisa.


Se você caiu no hábito de procurar o que está errado, uma grande pergunta que pode fazer é: “O que é certo sobre isso que eu não estou recebendo?”, “O que é certo sobre o meu parceiro que eu não estou recebendo?” e, “O que é certo sobre mim que eu não estou recebendo?”

Fazer essas perguntas levará você a ter gratidão por tudo. E a gratidão é o antídoto contra o julgamento.


2. Imitar outras relações

Muitas vezes, tentamos imitar o relacionamento dos outros. Talvez pensemos que há um caminho certo e uma maneira errada de construir relacionamentos, então, tentamos descobrir o caminho certo e copiá-lo.


Ou, talvez nós vemos um relacionamento que está funcionando bem e decidimos copiar o que está funcionando para determinado casal. Isso só leva à frustração e mais julgamento, porque seu relacionamento não será como o qualquer outra pessoa. Você precisa fazer o que funciona para você.


3. Desistir de si mesmo na relação

Quantas vezes você entrou em um relacionamento e depois  de algumas semanas tudo se tornou sobre a outra pessoa? Você parou de fazer o que era divertido para si. Parou de sair com pessoas que gosta. Sua vida tornou-se sobre o seu parceiro, e você desistiu mais de si mesmo do que esperava.

Isso nunca funciona! Você é o ingrediente mais valioso em seu relacionamento. Se você se desvalorizar, o relacionamento não irá para frente. Continue a fazer o que você gosta. Escolha passar tempo com pessoas que você valoriza e que te valorizam. Isso melhora o relacionamento.

Se você parou de fazer o que gosta e de se conectar com amigos, pode começar de novo hoje!


4. Repetir os erros do passado

Você já acordou de manhã e a primeira coisa que lembrou foi de como seu parceiro te magoou no dia anterior? Talvez ele tenha esquecido de fazer algo que você pediu. Talvez ele estivesse  irritado e descontou em você. Você poderia deixar isso ir?

Uma maneira eficaz de fazer isso é, todas as manhãs quando você acordar, recriar seu relacionamento. Isso não significa terminar o relacionamento. Significa terminar o julgamento, as expectativas e o ressentimento que matam seu relacionamento, para que você possa valorizar as alegrias.

Todos os dias, diga: “Tudo o que o nosso relacionamento foi ontem, todos os julgamentos, todas as conclusões, todas as expectativas, eu deixo ir agora.”


5. Deixar a rotina tomar conta do relacionamento

Você perdeu a diversão e emoção que existiam no início de seu relacionamento? Encontra-se às vezes entediado? Perguntando o que virá a seguir? Desejando poder reacender a chama?

Se isso descreve o seu relacionamento, você pode fazer uma mudança! Faça a escolha diária de estar presente em seu relacionamento. Se você fizer isso, vai recriar a criatividade, diversão e emoção que antes existiam.

Se seu relacionamento é novo ou se está com a pessoa por muito tempo, a relação pode ser cheia de divertimento. Nunca é tarde demais para deixar de lado os hábitos destrutivos que arruínam os relacionamentos e começar a criar algo que funcione.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Mind Body Green

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.