ColunistasPessoas inspiradoras

5 lições de vida de arnold schwarzenegger

5 lições

Todos nós já vimos alguns dos trabalhos de Arnold Schwarzenegger, seja em filmes de ação como Exterminador do futuro ou em uma comédia, como Irmãos gêmeos. Todos também temos alguma dificuldade em dizer e/ou escrever seu nome.



Brincadeiras à parte, a vida do ator serve de exemplo e inspiração para muitos. Um garoto que saiu da zona rural da Áustria tornou-se o maior campeão de fisiculturismo, um dos atores mais bem-sucedidos de Hollywood e Governador da Califórnia. Tudo isso parece realmente a história de um filme.

No entanto, o sucesso nessa trajetória se deve a alguns princípios que ele não tem problema algum em compartilhar.

Em palestras ele sempre revela algumas das coisas que o tornaram tão grande:


1. “Cuide de seu corpo e de sua mente.”

Como fisiculturista é óbvio o cuidado de Arnold com a saúde. Não apenas física, mas sendo ele um ator também precisou trabalhar muito a mente, e isso o ajudou em sua carreira. Essa dica serve para todos nós. Um corpo saudável proporciona uma mente  saudável e vice-versa.


2. “Transforme suas desvantagens em vantagens”


Quando Arnold começou no cinema, seu sotaque, sobrenome e seu corpo grande eram visto como estranhos e seriam empecilhos para que ele atuasse. Mas ele continuou tentando ser aceito. Mais tarde, ele interpretou Conan e o Exterminador, que fizeram dele um grande herói de ação. Esses papéis exigiam exatamente aquilo que a princípio dissera que seria um impedimento para que ele tivesse uma carreira no cinema.


3. “Nunca siga a multidão, vá para onde estiver vazio”.

Na hora do rush, geralmente, muitas pessoas costumam evitar ruas ou rodovias lotadas e vão por outros caminhos, mesmo que sejam mais longos. Segundo Arnold, isso serve tanto para essas pequenas coisas, quanto para a vida em geral.


Quando todos os aspirantes a atores tentavam conseguir papéis pequenos, Arnold mantinha seu objetivo de ser protagonista, até que conseguiu. Quando todos os políticos tentavam subir de cargo em cargo, ele se candidatou direto como Governador e venceu. Então, sempre vá onde os outros não vão.


4. “Não culpe seus pais

Às vezes, os pais podem acabar não dando todo o tempo, carinho que os filhos tanto desejam. Em muitos casos, podem não ficar contentes com o caminho que escolhem. Mas como diz Arnold: “Eles fizeram o melhor que puderam por você e, caso lhe tenha causado algum problema, quem precisa solucioná-los agora é você”. Então se você tem uma boa relação com seus pais, ótimo. Mas se não tem, procure não perder tempo e energia apenas culpando-os. Em vez disso, faça algo que os deixaria orgulhosos ou pelo menos calados.



5. “Não pense demais”

Deixe a mente relaxar. Já reparou que nossas melhores ideias vêm no banho, ou quando tentamos dormir? Isso é porque nesses momentos a mente não está se esforçando, ela está relaxada e, cientificamente falando, ela trabalha muito melhor quando não se esforça. Sendo assim, desligar a mente torna-se uma forma de meditação. Você saberá agir de forma instintiva e tomar decisões essencias para sua vida não pensando demais.



Suas expectativas não são o problema. O apego que você tem a elas é que o faz sofrer

Artigo Anterior

Desculpe-me, parei de me desculpar

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.