5min. de leitura

5 medos que você deve combater se quiser ser feliz de verdade

O medo é um antigo e precioso mecanismo de defesa. Sem ele, a raça humana não teria evoluído e se tornado tão inteligente

Neste artigo, não vou falar dos medos clássicos, mas, sim, dos medos novos que estão atingindo muitas pessoas com o avanço das novas tecnologias. Nós, humanos, evoluímos em todas as áreas nas últimas décadas, inclusive nos problemas emocionais, que vão se tornando diferentes ao longo dos anos.



Listo aqui os medos mais frequentes que ouço de pessoas que atendo e que entram em contato pedindo ajuda:

1 – Medo do fracasso

Estamos vivendo em um tempo em que precisamos provar nas redes sociais que somos felizes, bem-sucedidos e realizados. Quem trabalha com saúde mental e aconselhamento sabe bem a verdade de muitas postagens de sucesso e felicidade. Muitos, sem sequer perceber, se sentem afetados por não conseguirem ter a vida perfeita que observam na internet. O medo do fracasso fica ali, contido e as cobranças internas começam a pesar e muitos gastam todo o tempo buscando lapidar-se, melhorar em si coisas que sequer são defeitos, para poder se enquadrar em perfeições que sequer existem.


2 – Medo de ficar sozinho

Medo de envelhecer sozinho, não ter ninguém para amar ou para ser amado. Esse medo ataca muitas pessoas e desequilibra a maioria. É preciso concentrar-se em si mesmo para tratá-lo.

Quando o amor-próprio falar mais alto em sua vida e a autoestima estiver no lugar, certamente, sua energia segura e positiva vai atrair o amor, não somente em um relacionamento íntimo (casamento), mas também um amor familiar, filhos, amigos e pessoas de grande valor com quem se pode contar.



3 – Medo de perder alguém que ama

Somos seres eternos, as pessoas que amamos também, e elas, em diversas vidas desempenham papéis diferentes, e quando atingimos um grau mais elevado de evolução, temos a compreensão de que todos somos um. Devemos aproveitar ao máximo os momentos ao lado de quem amamos e termos a consciência que um dia uma separação ocorrerá e que seremos fortes o bastante para lidar com ela. Viver o presente é amar de verdade, pois se nos concentramos no presente estamos, realmente, vivendo um amor pleno.


4 – Medo de ficar doente

Esse medo ataca principalmente as pessoas que assumem muitas responsabilidades e cuidam de outras pessoas. Pessoas com baixa autoestima, que acham que não são importantes para ninguém também sofrem com esse medo.

Entenda que você é precioso para Deus! Concentre-se um pouco em fazer coisas que o deixam feliz, para que, aos poucos, você vença esse medo.



5 – Medo do que os outros vão pensar de você

Esse é o maior fantasma da atualidade. Nas redes sociais todos negam tê-lo, mas, na intimidade de uma consulta terapêutica, quase todos abrem o jogo.

Entenda o seguinte: alguém pede sua permissão para fazer alguma coisa?

O que os outros são interfere na sua vida?

Quando alguém faz algo (com a própria vida) que o deixa chocado, você gasta seu tempo e sua energia para interferir?

Se alguém julgá-lo, será por 5 minutos, depois vai esquecer. Então, não tem motivo para você não viver o que realmente quer viver.


Abaixo deixo uma mensagem onde explico melhor o que o medo pode causar na sua vida e o que ele pode atrair, caso você não o vença.


Vá ser feliz e não economize alegria!

Que Deus o abençoe sempre!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: ramirezom / 123RF Imagens

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 27/01/2018 às 5:07






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.