AutoconfiançaAutoconhecimentoO Segredo

5 perguntas essenciais para se fazer quando sua vida estiver mudando

73

Mudar pode ser difícil quando você se agarra ao passado, ou tem incertezas sobre seu futuro. Se você está no meio da transição, pode ser difícil de navegar em um novo território. Você pode estar mentalmente no futuro, mas fisicamente ainda preso ao passado. Seja gentil com você mesmo durante a transição. Quanto mais presente você for, mais bem sucedido será em sua nova situação.



Os últimos quatro anos foram um processo gigantesco de desdobramento mudança para mim. Afastei-me de um trabalho corporativo exigente de publicidade, juntamente com vícios de drogas, transtornos alimentares e um romance ruim para seguir meu coração e tornar-me uma escritora e coach life. Fui forçada a abandonar quem eu pensava que era, para me tornar quem eu realmente sou. Mas posso dizer-lhe que quanto mais eu deixei de lado minhas expectativas, mais fácil foi entrar em minha vida dos sonhos.

Eu não teria conseguido fazer essa transição tão graciosamente sem olhar para meu interior e me fazer estas perguntas-chave. Elas podem ajudá-lo a entrar graciosamente em seu futuro com mais clareza e alegria.

1. Estou fugindo de algo ou para algo?


Pergunte a si mesmo se você está fugindo de alguma coisa ou evitando uma situação tentando escapar dela. Quando as situações se tornam insuportáveis, muitas vezes nos sentimos empurrados contra uma parede. Podemos nos sentir presos, encurralados, ou mesmo paralisados pelo o que está por vir. Podemos estar buscando fazer uma mudança de desespero. Essas mudanças são geralmente assustadoras, não planejadas e pesadas em energia, enquanto buscar inspiração vai ajudá-lo a fazer uma transição mais tranquila. Para fazer uma mudança real, optar por acessar sua motivação através de ações inspiradas; isso vai parecer um impulso de seu coração, alegre e cheio de amor.


2. Estou focando o que eu realmente quero, ou me contentando com o que eu acho que posso conseguir?

Muitos de nós nos concentramos no que achamos que podemos conquistar, não no que realmente queremos. Não espere o pior, planeje o melhor. Pergunte a si mesmo o que você realmente quer, mantenha isso em mente e concentre suas intenções sobre isso.



3. Estou ouvindo a opinião alheia demasiadamente?

É ótimo ouvir os outros, mas é sábio ignorá-los. Você sabe em seu coração o que é melhor para você. Outras pessoas não têm seu ponto de vista ou seus objetivos. A maioria das pessoas tenta ajudar, mas quando ouvimos a elas podemos vivenciar a falta de clareza. Faça um favor e ouça a si mesmo. Faça a si mesmo as perguntas que você gostaria de fazer a um amigo. A primeira resposta que aparece para você é geralmente o seu guia interior falando. Confie naquela voz interior. Pergunte a si mesmo: “Eu confio em mim?”, e  tome medidas para cultivar uma relação saudável com os seus sentimentos.



4. Essa escolha parece expansiva ou restritiva?

Quando fazemos escolhas baseadas no medo, elas vão parecer pesadas. Quando fazemos escolhas com base na inspiração e esperança, elas muitas vezes parecem expansivas e alegres. Escolha a rota cheia de amor e alegria, sua escolha vai ser mais gratificante, e você não terá arrependimentos.


5. Estou me segurando em coisas que posso abandonar?


Um dos efeitos secundários de mudanças de vida são dores de crescimento. Toda mudança requer crescimento, e nos agarrar ao nosso passado pode nos impedir de avançar. Toda mudança representa um novo período de nossa vida, no qual somos apresentados a novas oportunidades. Se nos apegamos a coisas demais, crenças, coisas materias, carga emocional, não teremos espaço para a mudança se manifestar.

Use o tempo de transição e remova pensamentos e relacionamentos que você não quer levar para a nova fase. Se você tiver dúvidas sobre algo, é hora de abandoná-la pelo seu bem. Temos de abandonar a carga extra que nos aflige, para que possamos voar.

 

___


Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

17 sinais de que você tem a mãe mais legal do mundo

Artigo Anterior

6 regras para uma comunicação aberta e honesta com a pessoa que você ama

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.