8min. de leitura

5 SINAIS DE MÁ SAÚDE DO CORAÇÃO QUE VOCÊ NUNCA DEVE IGNORAR

De acordo com o Dr. David Majdalani, da Clínica de Saúde de Cleveland, há cinco sintomas de má saúde do coração que você deve tomar nota, e procurar atendimento médico imediato se sentir.


1.Alterações do batimento cardíaco

Também conhecida nos círculos médicos como “arritmia”, ela não significa necessariamente que seu coração está batendo muito rápido ou muito devagar.

Pode parecer com uma espécie de “vibração”, “taquicardia” – bater muito rapidamente, ou “bradicardia” – bater muito lentamente. Ou pode não apresentar sintomas, sendo uma arritmia “silenciosa”. Isto pode ser grave ou inofensivo, por isso é melhor se prevenir e visitar o seu médico.

Sintomas de um batimento cardíaco anormal, de acordo com a WebMD:


(Pode não haver nenhum sintoma, se for uma arritmia “silenciosa”.)

5 sinais de má


– Palpitações – pulos ou batidas adicionais, vibrações, ou “flip-flops”;

– Tonturas;

– Desmaio;

– Falta de ar;

– Dor ou aperto no peito;

– Sentir-se muito cansado – fraqueza ou fadiga.

Se você tiver um batimento cardíaco anormal, pare de:

– Fazer certas atividades que te fazem reclamar frequentemente;

– Fumar

– Consumir álcool excessivamente. Uma bebida por dia para mulheres, duas para homens.

– Ingerir cafeína em excessivo.

– Tomar medicamentos que contêm estimulantes. Sempre procure o seu médico para ver quais medicamentos são ideais para você.


2.Dor Torácica

Nas palavras do Serviço Nacional de Saúde no Reino Unido, “dor no peito pode ser causada por qualquer dor muscular ou até mesmo por um ataque cardíaco e nunca deve ser ignorada.” No entanto, esse desconforto pode não ser por conta do coração. Assim como o coração, a dor pode ser provocada pelos músculos da área afetada, pulmões, esôfago, nervos, ou nervuras. Tipos de dor no peito, como indicado no WebMD, incluem: ardor, facada, sensação de esmagamento, entre outros.

Os sintomas que se somam à dor no peito:

– Tonturas, náuseas, rápido ritmo cardíaco ou respiratório, confusão, ou transpiração excessiva;

– Dor que se espalha para a mandíbula, braço esquerdo, ou para costas;

– Súbita sensação de pressão ou esmagamento sob o osso do peito;

– Pressão arterial ou frequência cardíaca extremamente baixa;

– Falta de ar.

Causas para a dor no peito relacionadas ao coração:

– Doença Arterial Coronariana;

– Angina;

– Ataque cardíaco;

– Miocardite, os mesmos sintomas de um ataque cardíaco, mas sem o bloqueio;

– Pericardite;

– Cardiomiopatia hipertrófica;

– Prolapso da válvula mitral;

– Dissecção da Artéria Coronária.


3.Trombose Venosa Profunda (TVP).

É causada por um coágulo de sangue em uma ou mais veias profundas. É geralmente causada quando você sofre de “certas condições médicas que afetam a forma como o sangue coagula”, de acordo com a Mayo Clinic. Acrescenta que a TVP “também pode acontecer se você não se mover por um longo tempo, como após uma cirurgia, acidente, ou quando está confinado em uma cama.” Sabe-se que a TVP também pode causar uma embolia pulmonar, graças a um coágulo de sangue correndo em liberdade e que vai direto para os pulmões. A combinação entre trombose venosa profunda e embolia pulmonar é conhecida como tromboembolismo venoso (TEV).

Como observado Serviço Nacional de Saúde no Reino Unido, os sintomas de trombose venosa profunda e embolia pulmonar são:

TVP:

– Dor, inchaço e sensibilidade em uma de suas pernas (normalmente em sua panturrilha);

– Uma dor forte na área afetada;

– Pele quente na área do coágulo;

– Pele vermelha, especialmente na parte de trás de sua perna, abaixo do joelho;

– TVP geralmente (embora nem sempre) afeta uma perna. A dor pode ser pior quando você dobra seu pé para cima em direção ao seu joelho.

Embolia pulmonar:

– Falta de ar, que pode vir gradualmente ou de repente;

– Dor no peito, que pode tornar-se pior quando você respira;

– Colapso repentino;

– TVP e embolia pulmonar exigem investigação urgente e tratamento.

Qualquer pessoa pode desenvolver TVP, mas torna-se mais comum acima dos 40 anos. Assim como a idade, há também uma série de outros fatores de risco, incluindo:

– Ter uma história de TVP ou embolia pulmonar;

– Ter um histórico familiar de coágulos sanguíneos;

– Ficar inativo por longos períodos – como depois de uma operação ou durante uma longa viagem;

– Danos dos vasos sanguíneos – uma parede de um vaso sanguíneo danificado pode resultar na formação de um coágulo de sangue;

– Certas condições que fazem o seu sangue a coagular mais facilmente do que o normal – como o câncer (incluindo quimioterapia e tratamento de radioterapia), doenças cardíacas e pulmonares, trombofilia e a síndrome de Hughes;

– Estar grávida; o seu sangue também coagula mais facilmente durante a gravidez;

– Excesso de peso ou obesidade.


4.Ataque cardíaco

5 sinais de má2

Um “ataque cardíaco (também conhecido como enfarte do miocárdio), ocorre quando o fluxo sanguíneo para de funcionar para uma parte do coração, causando danos no músculo do coração. O sintoma mais comum é dor ou desconforto no peito que pode ir para o ombro, braço, costas, pescoço, ou maxilar. Muitas vezes acontece no centro ou no lado esquerdo do peito, e tem a duração de mais do que alguns minutos. O desconforto pode ocasionalmente parecer azia. Outros sintomas podem incluir falta de ar, náuseas, sensação de desmaio, um suor frio, ou sentimento de cansaço”.

No entanto, o acúmulo de um ataque cardíaco “é normalmente gradual, ao longo de vários minutos, e raramente instantâneo”. Quanto mais rapidamente você reage ao aparecimento do ataque, maiores as chances de sobrevivência. Ligue para os serviços de emergência imediatamente, se sentir algum dos sintomas mencionados.


5.Doença cardíaca coronária

Aqui são dessa doença, tal como descrito pelo Serviço Nacional de Saúde no Reino Unido:

“A doença cardíaca coronária é o termo que descreve o que acontece quando o fornecimento de sangue do seu coração é bloqueado ou interrompido por um acúmulo de substâncias gordurosas nas artérias coronárias. Com o tempo, as paredes de suas artérias podem ficar entupidas com depósitos de gordura. Este processo é conhecido como aterosclerose, e os depósitos lipídicos são chamados de ateromas.

A aterosclerose pode ser causada por fatores de estilo de vida e outras condições, tais como:

– Fumar;

– Colesterol alto;

– Pressão arterial elevada (hipertensão);

– Diabetes.”

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Power of Positivity





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.