5 truques para gerir a depressão e reconquistar sua felicidade:



A depressão é uma doença de certa forma bem “popular”” Cerca de 350 milhões de pessoas sofrem da condição em todo o mundo, de acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde, o que corresponde a 5% da população mundial.

No entanto, apesar de sua popularidade, a depressão ainda permanece um mistério, principalmente, no que se refere ao tratamento.

O problema com o tratamento da condição, é que é muito comum a prescrição de drogas que prejudicam a estrutura do cérebro como a cura. No entanto, os medicamentos não curam a depressão, apenas proporcionam uma sensação temporária de conforto e alívio, mantendo o real problema fora de radar. A medicação representa o seu papel, porém é uma solução a curto prazo, e isso, muitas vezes , não é divulgado para aqueles que sofrem da condição.

Os medicamentos são uma droga e podem viciar. Para cortar o uso de antidepressivos de forma saudável, o ideal é diminuir a dosagem por um longo período de tempo. Este processo de “afunilamento”, naturalmente, não é saudável para nossos organismos, e causam efeitos colaterais desconfortáveis ou tão severos que fazem os médicos aumentarem a dosagem mais uma vez.

Existem maneiras alternativas de tratar a depressão, porém, cada pessoa tem uma química cerebral diferente, e não existe garantia de funcionamento das mesmas técnicas de forma igual para todos. Portanto, as dicas contidas neste texto, de forma alguma servem como substituir as de um profissional de saúde especializado em depressão.

Abaixo estão 5 maneiras alternativas de gerir a depressão e recuperar sua felicidade:

1. Dança

De acordo com o Departamento de Neurobiologia da Universidade de Harvard, os efeitos benéficos da dança são muitos, e são usados no tratamento de pessoas que sofrem da doença de Parkinson.

No entanto, não é apenas útil para aqueles que sofrem de Parkinson. A dança eleva nossa vibração e desperta nossa energia positiva. Por isso, coloque sua música preferida bem alto e comece a mexer seu corpo, a dança é um grande antídoto contra a depressão.




2. Exercício físico

Através dos exercícios físicos, impulsionamos o nosso fluxo sanguíneo, que é essencial para a saúde cognitiva, liberamos endorfinas, que combatem o estresse, e estimulamos o crescimento de novas células cerebrais, principalmente com exercícios aeróbicos. Esses benefícios são importantes para a manutenção do bem-estar e de uma qualidade de vida elevada.


3. Viagens

Nem todos nós temos a possibilidade de fazer viagens sempre que desejarmos por motivos como dinheiro, tempo e responsabilidades. No entanto, viagem nem sempre precisa significar ficar 10 horas em um avião para chegar ao outro lado do mundo. Apenas uma viagem de meia hora para um lugar, que nos proporcione paz e tempo sozinhos, pode ser o suficiente.


4. Mudanças de estilo de vida

Um epidemiologista dos Centros para o Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos têm dicas valiosas sobre uma vida saudável e saúde mental:

  • Um exercício bastante vigoroso demonstrou liberar os mesmos neurotransmissores do que medicamentos antidepressivos.
  • É importante reduzir a ingestão de açúcar e comer menos alimentos processados, incluindo glúten.
  • Adotar a prática de meditação e exercícios mindfulness.

5. Descobrir o que nos traz felicidade novamente

A depressão é uma condição de saúde complicada, e é preciso paciência, persistência e ajuda profissional para superá-la, mas isso não significa que sua vida deve perder a luz e alegria.

A felicidade pode ser encontrada de maneiras diferentes! Descubra o que mais funciona para você e incorpore em sua vida! Pode ser mais tempo sozinho ou com amigos, cantar e dançar, assistir a séries ou programas que lhe agradem, sair para jantar. As possibilidades são infinitas, continue procurando!






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.