6 coisas que você perde quando se torna espiritualmente desperto

3min. de leitura

À medida que crescemos, nos tornamos mais conscientes e os nossos pensamentos e ações mudam também. Conforme ‘acordamos’ para o mundo como ele realmente é, a verdade de tudo nos muda do núcleo para fora.



Aqui está uma lista de algumas emoções e conceitos que você naturalmente deixa ir conforme alcança níveis mais elevados de consciência.

1. Ódio

A raiva e ódio, infelizmente, são os aspectos dominantes da nossa sociedade. A raiva é como um fogo em nossas almas, que ofusca nossos olhos como a fumaça e sufoca verdadeiras expressões. O sentimento de raiva é repugnante e totalmente destrutivo. Depois de passar tempo suficiente na presença do amor, o ódio nos faz sentir fisicamente doentes.


2. Inveja

A inveja é um descendente direto do pensamento comparativo. Nós olhamos para o que temos e comparamos a o que o outro tem. Nós então julgamos as duas partes em elementos superficiais. À medida que crescemos como pessoas e preenchemod nossas vidas com amor e obras de compaixão, paramos de nos preocupar sobre o que os outros têm. Nós reconhecemos os nossos próprios sucessos e fracassos como sendo preciosos e insubstituíveis. Isso torna inestimável nossos “pertences” mentais e espirituais.



3. Medo de falhar

Para você ter construído a sua consciência e preparado suas ferramentas de consciência, sem dúvida tropeçou mais de uma vez. Mas à medida que envelhecemos e ficamos mais sábios, tememos as falhas cada vez menos. Nos parabenizamos com todas as oportunidades de crescimento e conhecimento. Nossas “ferramentas” não seriam tão acentuada se nunca tivessem sido testadas em sofrimentos.


4. Insegurança

Este pensamento comparativo infantil é normalmente uma das primeiras formações negativas a nos deixar. A insegurança não pode prevalecer onde há aceitação, amor e esperança para o futuro. Lembre-se de que você é uma forma perfeita e constante da evolução da beleza.


5. Ansiedade

O futuro e o passado não são nada mais do que mistérios e histórias. Não devemos permitir que o desconhecido nos cause desconforto. O enfretamos muitas vezes e sobrevivemos.



6. Vingança

Se alguém erra conosco, nosso impulso natural é devolver o favor. À medida que superamos nossas formações negativas, reconhecemos a dor que alimenta os antagonistas em nossa vida. Nós não os odiamos, não queremos injetar mais negatividade no mundo.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Spirit Science

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.