5min. de leitura

6 emoções que você deve impedir que o controlem:

Raiva, frustração, ansiedade… você já sentiu algumas dessas emoções durante o trabalho?



Aprenda a mantê-las sob controle:

O que fazer para não se perder o controle? Você deve reconhecer o que você está sentindo. Ignorar estas emoções não permite que você possa vir a assumi-las e superá-las.

O risco, então, está se tornando uma panela de pressão, pronta para explodir a qualquer momento.

Se você agir por impulso, o tiro sairá pela culatra ao responder uma agressão com outra.

Quando confrontado com uma situação que o impacta negativamente, você deve levar algum tempo para analisar aquilo, o que faz você se sentir e qual é a melhor maneira de lidar com aquilo.


Aqui estão algumas recomendações para lidar com inteligência emocional, alguns dos sentimentos típicos e negativos no trabalho e durante o cotidiano:

Ira 

O primeiro passo é identificar o que o está incomodando. Se a frustração pode desencadear a sua raiva, tome 5 minutos para sair do escritório, dê uma caminhada ou apenas sente-se um momento para colocar ordem em suas ideias. A manutenção da raiva não significa reprimi-la, uma vez que você se acalmou, você tem que agir.

Tente se perguntar: o que tem perturbado você? Está em suas mãos o controle total da situação? Você pode fazer algo para alertar os outros que suas atitudes lhe incomodam? Se a resposta for sim, respire, pense no seu plano para colocar em ordem tudo aquilo que lhe tirar do sério.


Ansiedade 

Situações desconhecidas, inesperadas ou incertas podem nos causar muita ansiedade. Geralmente, elas envolvem circunstâncias além do nosso controle, assim, criando stress e medo. A ansiedade também pode ser desencadeada quando pensamos muitas vezes sobre uma questão sobre a qual não temos o que fazer. Por exemplo, se você está preocupado que sua empresa está fazendo de errado e talvez você disparou, não consegue parar de pensar sobre a situação difícil que você terá de enfrentar se você perder o seu emprego.


Em vez de se sobrecarregar com algo que ainda não aconteceu, pare o que está fazendo e diga a si mesmo, convença-se que aquilo não pode paralisá-lo, gaste sua energia em ações positivas que o ajudarão, como cortar seus gastos, coloque o dia o seu currículo, pensar em outras maneiras de ganhar dinheiro.


Frustração 

Quando trabalhamos duro e não obtemos o resultado esperado, surge então a frustração que muitas vezes acabam conosco e nos faz pensar que todo o esforço é inútil e que não há outras soluções possíveis. Em vez de interpretar a situação como um fracasso total, reveja as suas tentativas anteriores para obter o sucesso, tome tempo para avaliar a estratégia e aprender com o erro. Exercite sua paciência e tente novamente.


Decepção 

Você foi para a entrevista de emprego e não recebeu resposta alguma? Você esperava uma promoção e deram a outra pessoa? É fácil sentir-se desapontado quando as coisas não acontecem, mas você não poderá melhorar, se continuar remoendo os fatos. Muitas vezes nossas falhas parecem mais importantes do que são, mas não são! Analise o que não funcionou e pense o que fazer de diferente da próxima vez.


Rejeição 

Ser rejeitado dói. Isso pode diminuir a nossa confiança, autoestima e segurança, mas também testa a nossa perseverança. Pare de pensar que os outros vão julgá-lo ou desqualificá-lo. Pense, qual o motivo dessa rejeição? Posso obter uma crítica construtiva disso? É uma oportunidade para melhorar?


Inveja 

Este é um sentimento que podemos ver com certa frequência no ambiente de trabalho, este e outros sentimentos negativos podem ser extremamente prejudiciais para o clima organizacional. Apenas sofrer com o baixo-astral alheio, sem tomar medidas para melhorar nosso próprio comportamento, é um sentimento inútil. Uma pessoa confiante, simplesmente, não pode ser abatida por inveja e afins, pense em suas contribuições positivas para o ambiente e use este incentivo para perseguir seus próprios objetivos.

Você já sentiu alguma destas emoções durante seu serviço? Conte-nos como você lidou com isso.

________

Traduzido pela  equipe de O Segredo  Fonte: Neuro Bio Feedback

 

Direitos autorais da imagem de capa: vukvuk / 123RF Imagens

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.