O SegredoRelacionamentosVida

6 fáceis maneiras de abrir mão da insegurança em seus relacionamentos

6 fáceis maneiras de abrir mão da insegurança em seus

1. Aprenda a ser dependente de si mesmo



A fim de abandonar a insegurança, você tem que aprender a depender de si mesmo, e não de um parceiro. O amor não é sobre encostar-se em alguém para obter apoio o tempo todo. Aprenda a ficar em sua própria companhia e você vai se sentir muito menos inseguro.


2. Deixe de lado sua paranoia


Na maioria das vezes, paranoias não têm fundamento. Sim, o seu parceiro vai falar com pessoas bonitas e que fazem o seu tipo, às vezes. Ele trabalha com elas, estuda com elas, é amigo delas. Se você não pode confiar em seu parceiro para ficar perto dessas pessoas por conta própria, você não está pronto para um relacionamento.


3. Não veja as coisas em preto e branco

Não é sempre sim ou não, bom ou ruim. Você não pode ver as coisas em preto e branco dessa maneira. Se o fizer, espere por muitas brigas. Quando brigas acontecem, inseguranças surgem. Seja flexível. Não aponte o dedo. A verdade está em algum lugar no meio de tudo.



4. Deixe sua bagagem para trás

Passado é passado. Você tem que aprender a deixá-lo ir. Se continuar carregando sua bagagem, isso vai pesar para baixo e mantê-lo inseguro.



5. Não surte

Se você tem uma preocupação sobre algo, deixe seu parceiro saber. Não há nenhum mal nisso. Se você não fizer, vai comçar a surtar pensando nas possibilidades, o que o levará à insegurança. Certifique-se, porém, se suas preocupações não existem somente em sua cabeça.


6. Lembre-se, não é tudo sobre você


É difícil não pensar que o mundo gira em torno de você, mas é a realidade. Uma vez que você percebe que seu relacionamento não é sobre você, mas sobre vocês, tudo ficará muito melhor.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo


Fonte: Higher Perspectives

5 sinais de que você tem uma personalidade extremamente forte, mas também é extremamente sensível

Artigo Anterior

7 ideias atemporais de grandes mentes que mudaram o mundo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.