ComportamentoO SegredoReflexão

7 coisas que você nunca deve mudar em si mesmo

Não há nada como a dedicar sua vida para crescer e descobrir o seu potencial mais elevado. Às vezes, porém, os esforços de autoaperfeiçoamento vão longe demais. Às vezes, a busca de uma mudança positiva se transforma na busca incessante pela perfeição. Em vez de focar em ser o melhor que pode ser, você pode enloquecer pensando em tudo o que não é.



Se você já encontrou-se frustrado em seus esforços para mudar, talvez seja porque está tentando mudar as coisas que foram feitas para serem aceitas.

Aqui estão sete coisas sobre você que se destinam a ser valorizadas, não mudadas.

1. O seu gosto pessoal


Podemos estar falando de música, comida ou esportes, seus gostos não vão mudar através de seus esforços propositais para algo “mais apropriado”. E por que você iria querer?


2. Suas emoções

Quantas vezes você já ouviu as pessoas dizerem: “Deixe a emoção de fora e apenas dê-me os fatos?” Nós temos emoções por uma razão. As emoções são sinais, comunicações. As emoções são partes essenciais da experiência humana. Elas são destinadas a ser decodificadas, não engarrafadas. Não há nenhuma maneira de reprimir suas experiências de dor, medo e raiva sem reprimir seu amor, alegria e inspiração também.



3. Seu desejo inerente pelo risco

Parece que todo mundo está tentando criar uma rede de segurança feita de bens materiais, apólices de seguros e investimentos sólidos. Estamos tão focados na criação de redes de segurança e rotinas familiares que nos esquecemos que este não é o caminho para a realização. Segurança pode “fazer sentido”, mas não vai fazer você feliz. Apenas enfrentar seus medos, ter novas experiências, e enfrentar novos problemas vão te fazer feliz.



4. Seu passado

Ruminar sobre erros e falhas do passado é extremamente tóxico. Primeiro de tudo, é um desperdício de tempo, uma vez que o passado já aconteceu e nenhuma quantidade de pensamentos sobre ele vai mudar algo. Em segundo lugar, é perigoso, uma vez que o passado tem uma maneira de se tornar o futuro se você não o deixar ir. Ao escolher a aceitar o passado, você se dá espaço para aprender as lições necessárias.


5. Seus futuros erros


Você tem que cometer erros para aprender. Claro, é bom fazer a coisa certa, mas muitas vezes, fazer as coisas perfeitamente da primeira vez só te deixa confuso, porque acontecerampor acaso. Quando você aprende através de sucessos e fracassos, sabe para onde ir, e onde não ir. O seu conhecimento é completo, em vez de baseado na sorte.


6. Seu corpo

Ninguém se parece com a pessoa na revista – nem mesmo a pessoa na revista. Aprenda a honrar a sua forma natural em vez de sempre tentar mudá-la. Isso não vai apenas poupar-lhe da dor do autojulgamento. Vai lhe poupar tempo e dinheiro, também!



7. Sua incapacidade de fazer tudo

Você não é um super-herói. Você não pode esticar o tempo. Você também não pode ficar a cada momento da semana correndo como galinha com a cabeça cortada.

Todo o amor leva tempo, incluindo o amor-próprio. Para obter os benefícios do autocuidado, você tem que torná-lo uma prioridade.


 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green


6 coisas que você deve a si mesmo (mesmo que ache o contrário)

Artigo Anterior

13 passos para desenvolver sua resiliência

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.