Relacionamentos

7 desculpas que um parceiro infiel vai tentar te dar:

Traição em relacionamentos é, infelizmente, uma ocorrência comum na sociedade moderna. De acordo com um estudo publicado no Journal of Social and Personal Relationships, estima-se que 30 a 60 por cento dos indivíduos já traíram alguém. Infelizmente, muitos especialistas em relacionamento acreditam que esse percentual é um pouco maior.



“É melhor trancar o seu coração com um cadeado impiedoso, do que se apaixonar por alguém que não sabe o que significa para você.” – Michael Johnson Bassey

Trair é um ato de covardia; quando uma pessoa não tem a vontade de tomar medidas mais apropriadas. Em vez de procurar aconselhamento de relacionamento, converse com o seu parceiro, ou termine o relacionamento como um adulto.

Talvez pior do que o próprio ato de trair é a enganação que engloba o ato. Traidores, muitas vezes, invocam muitas das mesmas desculpas – até mesmo para si mesmos – nos esforços de ocultarem e justificarem seu comportamento. O motivo subjacente permanece o mesmo: falta de vontade ou medo de navegar na responsabilidade de um relacionamento.


Aqui estão 7 desculpas que um infiel vai tentar dar-lhe:

1.”Eu estou infeliz … Por que eu deveria ficar infeliz?”

7-desculpas-que-um2

É normal que uma parte do romance se dissipe em um relacionamento duradouro. Provavelmente a intimidade e espontaneidade tenham menos qualidade e quantidade. Essas são as principais razões pelas quais alguém se descontenta com seu parceiro.


Em sua essência, essa desculpa é um mecanismo de defesa. A justificativa comum para a desculpa de “infeliz” é amortecer qualquer sentido subjacente de responsabilidade ou culpa. Esta manipulação emocional aumenta a probabilidade de um parceiro se envolver em um relacionamento impróprio.


2.”Eu estou apenas entediado.”

Semelhante a sentimentos de romance, é natural que a novidade diminua durante um relacionamento. Citar o tédio como uma desculpa é simplesmente uma manifestação de descontentamento com o velho. Usar essa desculpa para enganar alguém é superficial e perturbador; nada mais do que o narcisismo aplicado no contexto de uma relação.


O tédio é uma desculpa justa para a retirada pessoal nas fases iniciais do namoro, quando duas pessoas estão tentando “sentir-se mutuamente.” Em praticamente todos os outros cenários, no entanto, é uma desculpa.


3.”Você não é mais a pessoa que eu conheci.”

Sérias mudanças de comportamento, isso provavelmente não é uma desculpa ruim. Mesmo assim, deve ser óbvio que existem meios mais eficazes de terminar um relacionamento.


Muitas vezes, essa desculpa é usada em relação à mudanças na aparência física de alguém. Ganho de peso, falta de higiene, e uma percepção de falta de cuidado pessoal são muitas vezes fatores de motivação para a traição.


4.”Estamos sempre brigando…”

Quando a dinâmica complexa que compõe uma relação (por exemplo, intimidade, finanças) está fora de equilíbrio, acontecem as frustrações e as brigas. Claro, a raiva elevada que muitas vezes acompanha as brigas tem uma forma única de suprimir a nossa lógica. Nós somos muito menos propensos a ouvir o sábio conselho “Não diga agora algo de que vai se arrepender mais tarde.”


Qualquer tipo de briga é um evento emocionalmente desgastante. Depois de um certo período de tempo, brigas incessantes podem distorcer a percepção de outra pessoa … mesmo as pessoas que amamos e que nos amam. Muitas vezes, os homens ou mulheres usam isto como desculpa para um traição.


5.”Eu sempre posso voltar para ela / ele.”

Uma maneira de afastar a culpa de trair é para justificar a traição, citando os “benefícios” de tal ato; racionalizando um potencial retorno para a outra pessoa. Tudo vai ficar bem, certo? Não, realmente não. Muitas pessoas que vivem esse cenário já estão cheias de culpa antes mesmo de traírem. Você provavelmente sabe onde isso vai dar …


Ironicamente, algumas pessoas racionalizam o ato como uma maneira de voltarem a uma versão melhor de si mesmas; tudo ao mesmo engajando-se em uma das ações mais egoístas possíveis.


6.”Eu sou “projetado” para trair.”

7-desculpas-que-um3


Nós não estamos aqui para extrapolar em qualquer predisposição genética para a monogamia ou poliamor. Muitos estudos credíveis, de investigação intensiva têm sido feitos sobre o tema, e você pode tirar suas próprias conclusões.

A maioria de nós concorda que alguns indivíduos são mais adequados para relacionamentos de longo prazo do que outros. A maioria de nós também vai admitir que entrar em um relacionamento para o qual não se é “projetado” é uma escolha consciente. No entanto, muitos traidores culpam sua constituição biológica como o motivo de traírem. Isso está muito errado.


7.”Eu não sei porque eu traio.”


A psicologia da infidelidade é um tema estranho para a maioria de nós. Basta dizer que fatores conscientes e subconscientes provavelmente estão em jogo quando alguém decide trair seu parceiro.

No entanto, abdicar a responsabilidade de trair não é diferente, digamos, de abdicar a responsabilidade de comer demais. Embora fatores genéticos certamente tenham uma influência direta sobre cada comportamento potencial, cabe a cada pessoa fazer uma escolha deliberada de se envolver ou não.

____________

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Power Positivity

4 remédios naturais para cistos epidermóides:

Artigo Anterior

7 sinais de que sua amizade é tóxica:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.