Bem-Estar e SaúdeO Segredo

7 etapas simples para reduzir o estresse (sem meditação e exercícios)

estresses

1. Eis a equação do estresse: estresse = responsabilidades que assume são maiores do que suas habilidades de enfrentá-las



Alguns estresses são bons, desde que estejam no mesmo nível de sua capacidade de enfrentamento. O estresse pode indicar que você tem significado em sua vida, responsabilidades que valoriza, pessoas com quem se preocupa e integridade, por exemplo. Então, não se culpe por se sentir estressado – é normal e saudável até certo ponto. No entanto, se o estresse ultrapassa sua habilidade de enfrentamento, tome-o como um sinal de que você pode se beneficiar ao fazer uma mudança.


2. Pergunte a si mesmo: quem ou o que está colocando pressão sobre mim?


Muitas vezes a ansiedade, sentimento de urgência, impotência e frustração que vêm junto com o estresse são um reflexo da diferença entre nossas expectativas e realidade. Se você está experimentando esses sentimentos difíceis, há uma boa chance de haver uma disparidade significativa entre suas expectativas e realidade. Pergunte a si mesmo de onde as expectativas estão vindo: de você, de um chefe, um amigo, da sociedade? Quem está dizendo que você deve manter a casa impecável ou evitar o glúten a todo o custo? Todas, os algumas dessas expectativas estão vindo de dentro?


3. Corte as coisas que puder, e reduza suas expectativas nas que não puder

Às vezes, você só tem que colocar-se em primeiro lugar e cancelar alguns planos, mudar o curso, ou dar algumas responsabilidades para outra pessoa. Em áreas onde você realmente não pode parar ou desistir de suas responsabilidades, altere suas expectativas para si mesmo. Certifique-se de que elas são realistas e com base no comportamento objetivo, ao invés de um parecer ou resultado (por exemplo, “Hoje eu pretendo trabalhar sobre a proposta durante duas horas”, em vez de “Vou escrever uma excelente proposta” ou “Vou terminar a proposta.”)



4. Reconheça o que está em seu controle, e o que não está

Tome um momento para voltar atrás e perguntar a si mesmo o que está verdadeiramente em seu controle e é relevante agora ou no futuro imediato. Por exemplo, você não pode controlar a percepção de outra pessoa sobre uma situação, e não há necessidade de se preocupar com algo que não será relevante em duas semanas ou dois anos.

Reconhecer que as coisas estão fora de seu controle pode ser aterrorizante, mas também libertador.



5. Dê-se uma verificação de realidade 

Qual é a pior coisa que vai acontecer? Será que o escritório realmente vai falir se você ficar um dia em casa porque está doente? Será que seus amigos vão te esquecer ou nunca entender se você tiver que faltar no jantar? Você vai ganhar 10 quilos se faltar na academia? Não estou dizendo que ninguém se importa, mas é provável que ninguém perca o sono com o pensamento de que você não completou a sua lista de tarefas, exceto você. Abra espaço para alguma flexibilidade sobre suas responsabilidades.



6. Permita-se ser um ser humano

Lembre-se que você é um ser humano imperfeito. Tente, por um momento, dar a si mesmo o sinal verde para apenas ser, para fazer as coisas, mas nem sempre fazê-las bem, e sentir-se estressado e ansioso. Você pode voltar a tratar-se como uma máquina, se não gostar da maneira nova.


7. Aprenda a prestar atenção no estresse


Veja se você consegue perceber algumas pistas de quando o estresse está ficando alto, para que possa retardar as coisas antes que saiam do controle. Para lhe dar um exemplo, aqui estão algumas das pistas que me lembram de que estou ficando um pouco sobrecarregado:

  • Quando fico irritado com meus amigos por me mandarem mensagens
  • Quando começo a escrever listas detalhadas sobre o que vou fazer nas próximas duas horas, pelas próximas duas semanas.

  • Quando alguém me pergunta se quero tomar um café e eu tenho que “agendá-lo” no próximo mês.
  • Quando não consigo me lembrar da última vez que lavei roupas.
  • Quando não consigo me lembrar da última vez que fui na academia.

Você entendeu a ideia.

Às vezes, tudo que você precisa é um lembrete de que poucas coisas estão em seu controle.

 

___


Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

O preço de casar

Artigo Anterior

9 princípios espirituais para torná-lo mais criativo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.