ComportamentoFelicidade

7 lugares onde as pessoas procuram a felicidade (mas não deveriam):

A fim de realmente encontrar a felicidade, não é preciso muito. A felicidade é encontrada quando você abandona as expectativas, desejos e padrões de pensamento negativos.



A felicidade é uma escolha, não um resultado de uma situação. A felicidade depende apenas de você e de sua decisão em um momento, ela depende da sua visão sobre a vida. Ela vem quando você aprende a ficar no presente, ao invés de viver no futuro. Ela é simplesmente um subproduto de aceitar o aqui e agora, permitindo que a vida se desdobre como deve.

A felicidade não é um destino, mas uma viagem.

As pessoas felizes sabem todas essas coisas, mas as pessoas infelizes, constantemente, procuram coisas fora de si para se sentirem completas.


7 lugares onde as pessoas procuram a felicidade (mas não deveriam):

1. Suas próximas férias

“Em vez de se perguntar quando serão suas próximas férias, talvez você deva criar uma vida em que você não precise de um escape.”? Seth Godin

As pessoas exalam a felicidade ao planejar as férias, e por que não devem? Pensando em viajar para um lugar distante, ver novos lugares, conhecer novas pessoas e aprender sobre uma nova cultura, mas o que acontece quando você volta? O problema de depender de uma viagem futura para se ter felicidade é que, eventualmente, a viagem acaba e a realidade retorna. Você tem que voltar ao trabalho, às responsabilidades e à rotina diária. Naturalmente, todos devem tentar viajar em algum ponto em suas vidas, porque viajar permite que você pise para fora de sua zona de conforto e aprenda sobre lugares e culturas novas.


No entanto, as pessoas felizes percebem que o seu contentamento não deve ser investido apenas em férias. Encontram a felicidade em suas rotinas diárias e amam suas vidas de tal maneira que as férias são, simplesmente, um bônus adicionado às suas vidas que já são gratificantes.


2. Bens materiais

“Colecione memórias, não coisas.” – Autor Desconhecido


A terapia do consumismo é um lugar comum onde pessoas infelizes buscam a felicidade. É rápido, facilmente atingível, instantaneamente gratificante, e o mais importante, satisfaz o nosso ego. Nossos egos sempre querem mais, porque sobrevivem à aquisição de mais coisas. No entanto, a felicidade vinda do consumismo rapidamente desaparece, e ficamos com um sentimento vazio, precisando de mais coisas para nos sentirmos felizes novamente. Este ciclo infinito mantém muitas pessoas indo para shopping centers para preencher um vazio mais profundo em suas vidas, ao invés de enfrentar o problema de frente. Pessoas infelizes encobrem este vazio com a última tecnologia e roupas da moda, pensando que a felicidade é encontrada no ganho material.

Já as pessoas felizes sabem que a verdadeira gratificação é encontrada em buscas duradouras, como os sonhos, construção de relacionamentos, e contribuições para a sociedade de forma valiosa. Troque uma viagem ao shopping por uma viagem com sua família ao seu local favorito na natureza; você encontrará maior satisfação em criar lembranças do que gastar dinheiro em coisas que perdem seu valor em apenas algumas semanas.


3. Em outras pessoas


“Amar a si mesmo é o começo de um romance para toda a vida. “Oscar Wilde

Os relacionamentos podem trazer grande felicidade, como você confiar em seu ente querido e compartilhar uma vida com ele ou ela, ter vínculos com seus filhos sobre histórias de ninar, olhar para seus amigos em busca de conselhos quando você estiver em apuros na vida.

As relações são essenciais para a humanidade, fornecendo-nos o companheirismo, amor e alegria. No entanto, depender dos outros para ser feliz significa que você coloca todo o seu valor na quantidade de atenção que os outros lhe dão.

Ser verdadeiramente feliz significa desenvolver um relacionamento saudável consigo mesmo, em primeiro lugar, e ser capaz de compartilhar essa felicidade com os outros. Todos os relacionamentos na vida são simplesmente um reflexo do seu relacionamento com você mesmo. Pessoas felizes praticam o amor-próprio e têm objetivos e sonhos desobstruídos na vida. As pessoas felizes não olham para os outros buscando uma forma de  lhe completarem. Gente infeliz busca nos outros uma fonte de felicidade, mas quando a pessoa sai, a felicidade vai junto. Encontre felicidade dentro de si, e ela nunca mais irá embora.



4. Na conta bancária

“O dinheiro é um número e os números nunca acabam. Se é preciso dinheiro para ser feliz, sua busca por felicidade nunca vai acabar. -Bob Marley

É fácil ficar preso pensando em quanto dinheiro você tem, porque viver pode ser caro. No entanto, você não vai encontrar a felicidade em sua carteira, seu salário, ou em sua conta bancária. As pessoas mais ricas são geralmente algumas das pessoas mais infelizes, de modo que prova que a felicidade não aumenta com mais renda. Mais dinheiro geralmente significa mais com o que se preocupar, mais impostos para pagar, mais contas bancárias para monitorar, mais seguro para comprar, e geralmente, mais de tudo. Ter mais dinheiro, geralmente, cria menos felicidade, ironicamente.  As pessoas felizes são gratas pelo que têm, e não desejam nada mais. Elas entendem que a felicidade vem da vida amorosa como é, em vez de desejar mais dinheiro. Você não pode levar o dinheiro com você quando você morrer, e ter mais dele agora significa, geralmente, que você teve que sacrificar o tempo precioso para fazer essa renda adicional.


Em vez de colocar o valor em ter uma grande conta bancária, concentre-se em ter muitas memórias e experiências, e rir sempre da vida. O dinheiro é passageiro, mas as memórias duram para sempre.


5. A idealização de uma vida perfeita

“A vida não é sobre esperar que a tempestade passe… É sobre aprender a dançar na chuva. “- Vivian Greene


A busca pela perfeição nunca acaba, a menos que você escolha mudar o seu conceito de perfeição. Se você sempre busca a perfeição na vida e nunca está satisfeito com a forma como as coisas são, como você estará satisfeito com a vida no futuro? E se a vida nunca parecer perfeita aos seus olhos? A verdade é que a ideia de perfeição é relativa. A perfeição existe se você desejar, o que significa que qualquer situação pode ser percebida como perfeita. Você pode nunca ter o trabalho “perfeito”, a “casa perfeita” ou a “família perfeita”, mas você pode mudar o seu conceito sobre isso e encontrar a beleza no imperfeito. Pessoas infelizes esperam a perfeição para que fiquem de alguma forma felizes, mas pessoas felizes fazem o melhor de cada situação, encontrando algo positivo nos lugares mais escuros.

A vida, naturalmente, tem seus altos e baixos; esta montanha-russa nos tornam mais capazes de apreciar o bem, vivenciando o mal. Se você quer ser mais feliz, abrace sua vida e aprenda a olhar para ela como uma história que se desenrola constantemente; você não precisa saber o final para ser feliz com o meio e o início.


6. Reconhecimento dos outros


“o que o homem superior procura está em si mesmo; o que o homem pequeno procura está em outros. “- Confúcio

Confiar nos outros para aprovar nossas decisões ou nos dar louvor por algo que realizamos geralmente leva à decepção, porque as pessoas nem sempre percebem. Eles podem estar muito ocupados, esquecer de responder à sua mensagem ou e-mail, ou até mesmo recusarem a reconhecer suas realizações devido à inveja. Seja qual for a razão, buscar fora de si a aprovação  leva à infelicidade, porque o seu ego precisa de outros para validar suas realizações, constantemente. Nunca satisfeito, alimenta-se da atenção contínua dos outros.

Aprender a parabenizar a si mesmo, sem precisar confiar em outras pessoas para alimentar sua confiança, isso sim,  mostra-lhe que a fonte mais confiável de elogios vem de dentro de você mesmo. Se os outros não estão por perto para tomar nota do seu último triunfo, você sempre estará. As pessoas infelizes precisam de outros para lhes dar reconhecimento, enquanto as pessoas felizes validam a si mesmas e veem qualquer elogio de fora como lembretes do que elas já sabem.


7. Ser famoso

“Com a fama, você pode ler sobre você, alguém dá ideias sobre você, mas o que é importante é como você se sente sobre si mesmo, de sobrevivência e de vida do dia a dia com o que surge.” — Marilyn Monroe

Muitas pessoas se motivam com a chance de ficarem famosas; elas pensam que ganhando fama e atenção, crescerão, serão mais apreciadas, terão mais dinheiro, e a vida será muito mais agradável. Celebridades glorificam a fama, fazendo parecer glamouroso e atraente por muitas razões. As pessoas lutam para tirar fotos com elas, correm para as lojas querendo comprar seus produtos mais recentes, e até querem ser como elas. No entanto, você não deve esperar que ser famoso é ser feliz. E se a fama nunca vier? Você deve aprender a ser feliz com os amigos e familiares que você tem agora, que o amam, apoiam e querem vê-lo feliz.

Pessoas infelizes buscam fama como uma forma de alimentar seu ego, olhando para as opiniões dos outros como caminhos para a felicidade eterna. No entanto, as pessoas felizes não olham para a fama como um meio para um fim, mas sim, um possível subproduto de viver a vida ao máximo, a cada dia e seguir seus corações.

________

Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Power of Positivity

5 sinais de que você está no limite de um burnout:

Artigo Anterior

Talvez a vida não esteja caminhando no seu tempo, mas está caminhando no tempo de Deus…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.