7 maneiras inteligentes de lidar com pessoas tóxicas:

6min. de leitura

“Quando uma pessoa tóxica já não pode controlá-lo, ela vai tentar controlar como os outros o veem. As mentiras parecerão injustas, mas fique firme, confiando que outras pessoas eventualmente verão a verdade, assim como você fez.”- Jill Blakeway

Todos nós experimentamos a inevitável turbulência de uma vida se desenrolando. Todos nós nos comportamos de uma maneira – em um momento ou outro – que pode ser percebida como tóxica. Isso nos torna pessoas tóxicas? Não.



O comportamento de alguém não indica necessariamente a própria identidade. Na verdade, na maioria das vezes, eles são mutuamente exclusivos.

Segundo os psicólogos, uma pessoa tóxica não é inteira tóxica; seu comportamento para com os outros, particularmente aqueles em qualquer tipo de relacionamento, é que muitas vezes carrega a toxicidade.

As pessoas tóxicas distinguem-se pela sua propensão a “criar drama em suas vidas, ou serem cercadas por ele; tentar manipular ou controlar outros; serem carentes (“é tudo sobre elas todo o tempo”); usar outros para satisfazerem as suas necessidades; serem extremamente críticas consigo mesmas e com os outros, lamentarem a sua má sorte e a boa fortuna dos outros, abusarem de substâncias ou se prejudicarem de outras maneiras, e pela incapacidade ou falta de vontade de procurar ajuda “, de acordo com Jodie Gale, psicoterapeuta e life coach.

Em suma, uma pessoa tóxica afeta negativamente as pessoas ao seu redor, através de seu comportamento tóxico (intencional ou não intencional).


Aqui estão 7 maneiras de lidar com pessoas tóxicas – e comportamentos tóxicos – de uma maneira positiva:

1.Não racionalizar seu comportamento

Muitas pessoas não gostam de conflito, algo que é conhecido como evitar conflitos. Então, os receptores de comportamento tóxico permitirão que o comportamento continue a pacificar a pessoa tóxica. Receptores que desejam evitar a contenção, simplesmente permitirão que a pessoa tóxica divague. No entanto, tal abordagem é complicada. Sim, a pessoa tóxica pode “conseguir o que ela quer”, mas adivinhe quem ela irá procurar na próxima vez?

O que nos leva ao segundo ponto …


2.Faça sua voz ser ouvida

Nem todo mundo que exibe comportamento tóxico é um “valentão”, mas alguns são. Agressores tóxicos muitas vezes vomitam sua toxicidade para os outros, como um meio para um fim. Quando tal comportamento é evidente, é hora de fazer sua voz ouvida e se opor a tais atos de intimidação. Muitas vezes, o “valentão”, quando confrontado com a resistência, vai se render e simplesmente seguir em frente.


Sobre um assunto relacionado, às vezes é necessário …


3. Defenda-se

Você merece ser tratado como um ser humano – com cortesia, respeito e dignidade. Quando alguém viola este contrato socialmente aceito, deve ser considerado um ato de agressão.

Isto é, quando é absolutamente necessário definir limites claros. Felizmente, você não precisa entrar em um longo diálogo com a pessoa. Abruptamente se afastar de uma conversa tóxica pode ser suficiente, por exemplo.


4.Mostre sensibilidade e compaixão

Como mencionado, é necessário separar o comportamento tóxico de seu “eu verdadeiro”. Quando sabemos que alguém está agindo negativamente devido a qualquer razão; problemas pessoais, estresse relacionado ao trabalho, problemas médicos, etc., é apropriado responder com compaixão.

No entanto, praticar a compaixão sensível não significa se tornar o saco de pancadas da pessoa. Quando o limite é atingido, é necessário falar sobre.


5.Vá embora, se necessário

Estar exposto ao comportamento tóxico muito frequentemente, pode ser mental e fisicamente exaustivo. Vamos instintivamente saber quando uma pessoa estiver nos empurrando para além da zona de conforto – e às vezes é necessário simplesmente fugir.

Embora esta “estratégia de fuga” possa exigir alguma força de nossa parte, ela é fundamental para o nosso bem-estar. Seja forte, permaneça confiante e simplesmente deixe ir.


6.Não leve as coisas para o lado pessoal

Com certeza pode ser difícil “não levar as coisas para o lado pessoal”, não é? Especialmente quando este conselho se aplica a uma pessoa tóxica. Esse comportamento é mais evidente em um ataque direto (por exemplo, um ataque verbal) em sua direção.

Interagir com uma pessoa tóxica – em algum momento no tempo – resultará inevitavelmente em uma conversa insultante, desumanizante, embaraçosa e desnecessária. Trocas desse tipo quase certamente nos antagonizarão de alguma forma. Assim, é importante ter em mente que “não sou eu, é você”.


7.Tenha algum tempo sozinho

Como nós escolhemos lidar com o comportamento tóxico dependente fortemente da pessoa envolvida.

Por exemplo, se é um colega tóxico que contamina todo o escritório, é mais fácil elaborar um plano para evitar a sua retórica negativa. Se é um amigo próximo ou membro da família – um cônjuge, filho, melhor amigo, etc – a situação (e a “resposta”) podem ser mais obscuras.

Quanto mais perto estamos de alguém, mais tempo passamos com ele. Como tal, além de ajudá-lo, devemos priorizar nosso próprio bem-estar. Uma das melhores maneiras de fazer isso é planejar (e comunicar) o seu tempo sozinho.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Power Of Positivity

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.