publicidade

7 sinais não tão óbvios de ansiedade crônica que você nunca deve ignorar

Ansiedade crônica está se tornando um problema mental cada vez mais comum. Ela tem sintomas amplos e bem variados que não são tão fáceis de tratar como parece.



Aqui estão sinais de ansiedade crônica.

1.Mau humor e irritabilidade

Ao lidar com a ansiedade, qualquer pessoa está sujeita a alterações de humor. A intensidade dessas alterações de humor depende da pessoa e sua situação. Quando alguém tem uma menor quantidade de paciência e foco, automaticamente tem um pavio mais curto. Isso pode despertar fadiga mental. Quimicamente o cérebro está em um estado de fluxo e mudança.

A ansiedade deixa-nos muito nervosos e inseguros. É importante lembrar que ansiedade desencadeia depressão e muito mais. Ela abre caminho para muitas formações mentais e emocionais diferentes se manifestarem.


7 sinais não3


2.Ânsia por alimentos açucarados ou ricos em amido e sensibilidade

Comer esses alimentos causa uma sensação temporária de alívio. Este alívio temporário torna alimentos açucarados muito desejáveis para pessoas com ansiedade. O efeito posterior de consumir esses alimentos piora o estado mental e emocional da pessoa. Açúcar e amido também são alimentos inflamatórios e não fazem bem para o corpo.


3.Problemas de sono

Está cada vez mais difícil para as pessoas conseguirem um sono de qualidade e consistente, e isso se dificulta mais ainda para as  pessoas com ansiedade crônica. Quando você está ansioso pode parecer impossível relaxar e buscar descanso. Na luta pelo descanso, é comum ficar chateado ou estressado sobre a falta de sono.


7 sinais não2

Meditação, terapia e medicamentos são a maneira mais direta de lidar com a insônia. O problema é agravado conforme mais tempo a pessoa passa sem um bom sono. A maioria das pessoas acha que quanto mais cansada a pessoa está, mais dormirá. Se a fonte da ansiedade não for tratada, a pessoa vai continuar a não descansar e não melhorará.


4.Dificuldade para se focar e concentrar

Ansiedade toma nossos recursos mentais simplesmente por existir, e lidar com ela nos faz perder ainda mais energia e recursos. A ansiedade pode atacar a qualquer momento, em diferentes graus de intensidade, o que torna imprescindível procurar formas de limitar os efeitos da ansiedade.


5.Dor muscular

7 sinais não5

É muito comum o estresse se manifestar de maneiras físicas, quando estressado ou ansioso sobre algo, você pode inconscientemente apertar certos músculos ou manter o seu peso em uma posição não natural. Isso prejudica articulações e músculos. O estresse mais simples pode se manifestar nos músculos como dor e inflamação.

A quantidade de dor está diretamente relacionada com a quantidade de estresse e ansiedade com os quais a pessoa está lidando. Alongamento e massagens podem aliviar grande parte do desconforto associado com a ansiedade. Se você não tomar medidas para tratar a dor ou inflamação, ela vai se tornar uma fonte de ansiedade e estresse por si só.

 


6.Fadiga

A estirpe de ansiedade e todos os sentimentos que ela inspira, é o suficiente deixar qualquer um para baixo. Não apenas mentalmente, mas fisicamente também. Quimicamente, a ansiedade desencadeia as glândulas suprarrenais por meio da luta ou fuga. Após estas glândulas passarem os hormônios, elas perdem a sua eficácia no equilíbrio do corpo e mente.


7.Dores de cabeça

7 sinais não4

Um sintoma comum da ansiedade são dores de cabeça freqüentes. Elas podem variar de intensidade, desde um incômodo até uma enxaqueca. A troca química que desencadeia a ansiedade é suficiente para causar dores de cabeça. Altos níveis de estresse são reações comuns à ansiedade. O estresse provoca tensão muscular do músculo ao redor do pescoço, coluna e cabeça. Isso contribui muito para as dores de cabeça.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Higher Perspectives

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.