8 consequências do abuso emocional infantil na fase adulta:

O abuso emocional ou psicológico é um problema sério, ainda mais quando se manifesta dentro das relações familiares, afinal as famílias deveriam ser nosso porto seguro e rede de apoio.

A exposição a esse comportamento tóxico e destrutivo pode traumatizar e ferir as vítimas por todas suas vidas, especialmente quando o abuso acontece desde a infância. Isso porque as crianças são mais suscetíveis ao abuso emocional do que os adultos, e essa realidade de vida pode afetar de forma negativa sua personalidade e relações futuras com aqueles ao seu redor.

Abaixo estão listados 8 comportamentos que pessoas que sofreram de abuso emocional na infância manifestam na idade adulta, como consequência:

1. Comportamentos raivosos inesperados

Você sempre foi levado a acreditar que suas emoções não importam. Por esse motivo, não sabe como lidar com emoções intensas e prefere mantê-las escondidas sob a superfície. Essa supressão não faz bem para você, porque com o tempo pode levá-lo a ter explosões de comportamentos raivosos, muitas vezes inesperados e com consequências sérias.


2. Baixa confiança em si mesmo e em tudo ao seu redor

As pessoas que sofrem abusos na infância crescem fechadas e desconfiadas de tudo e todos. Também demonstram sentimentos de baixa autoconfiança devido à falta de valor que acreditam ter. Dessa forma, preferem estar afastadas de situações tensas e desentendimentos.


3. Tendência de fazer tudo para agradar os que estão ao seu redor

Essas pessoas temem ser  desgostadas e desprezadas. Por isso estão sempre tentando agradar, muitas vezes tomando atitudes que vão contra seus sentimentos e opiniões pessoais. Elas evitam se estressar e passar por momentos desagradáveis, pois já tiveram muitos desses durante sua infância.


4. Sofrer de condições como depressão ou ansiedade

O trauma e abuso aos quais essas pessoas foram submetidas as leva a desenvolver quase que instantaneamente ansiedade e depressão, pois não sabem como expressar seus sentimentos e lutar por aquilo que merecem. Dessa forma, suas mentes são presas fáceis para sentimentos e pensamentos negativos. Essas condições precisam de suporte médico e não devem ser negligenciadas.


5. Timidez elevada

Elas frequentemente são classificadas como tímidas pela dificuldade em comunicar seus interesses e desejos as outras pessoas. Porém, quando recebem a atenção que merecem, essas pessoas se tornam encantadoras e incríveis companheiras. Sua timidez só existe pelo medo e falta de conforto que sentem ao redor de outros.


6. Culpar a si mesmo em excesso

O medo de errar que cultivam, desde os abusos na época da infância, permanecem com essas pessoas na idade adulta. Elas se sentem culpadas por tudo o que acontece errado ao seu redor, mesmo quando não têm nada a ver com a situação.


7. Bullying consigo mesmas

As pessoas vítimas de abuso emocional não conseguem se enxergar por quem realmente são, seres humanos únicos com qualidades e talentos únicos. Eles sustentam as versões de si mesmas fracas e sem valor que foi alimentada pelos abusadores, o que dificulta a libertação de suas almas. O bullying e insuficiência estão gravados em suas mentes, e são necessários dedicação e trabalho consciente para remover esses padrões negativos de pensamentos e comportamentos.


8. Constante necessidade de aprovação

Essas pessoas precisam de aprovação para se sentirem suficientes e queridas em seus relacionamentos e ambientes comuns. O cuidado com elas é mais frequente do que com pessoas que não sofreram de abusos. A própria validação não cobre suas necessidades, porque as outras pessoas significam mais para elas.



Deixe seu comentário