ComportamentoO SegredoRelacionamentos

8 pequenas coisas que você faz que as pessoas usam para julgar sua personalidade

8 pequenas coisas que você faz

A partir do momento em que duas pessoas se conhecem, elas estão olhando uma pra outra, e procurando por sinais que indiquem características como honestidade, inteligência e altruísmo.



Não importa se é um encontro ou uma entrevista de emprego, os pequenos movimentos importam – seja pela firmeza do aperto da sua mão ou pela frequência que você checa seu celular.

Por isso, o site Business Insider listou alguns dos comportamentos mais comuns que as pessoas usam para julgar você.

1. Seu aperto de mão


Várias pessoas admitem que julgam uma pessoa de acordo com seu aperto de mão. Apertos de mãos fortes geralmente refletem força e confiança, ao passo de que um aperto de mão mais fraco indica falta de confiança e quase sempre denota a característica de uma pessoa que geralmente procura a forma mais fácil de fazer as coisas. Segundos estudos indicados pelo site, foi apontado que é mais provável que pessoas com aperto de mão firme sejam extrovertidas, emocionalmente expressivas e menos propensas a serem tímidas e neuróticas.


2. Se você é pontual

Atrasado para um compromisso importante? A pessoa que está esperando talvez forme uma impressão negativa de sua personalidade.


“Uma pessoa proativa estará no local no tempo certo porque ele é auto-motivado, mentalmente organizado e valoriza o tempo, enquanto um procrastinador ficará correndo pra lá e pra cá”, disse Humaira Siddiqui.


3. Como você trata os funcionários de um restaurante

Muitas pessoas dizem que prestam muita atenção em como as pessoas interagem com garçons. “Eu nunca, NUNCA me encontraria com um homem que é rude com um garçom”, disse uma das pesquisadas pelo site.


Mesmo grandes executivos dizem que você pode aprender muito sobre uma pessoa baseado no jeito que ela trata garçons, arrumadeiras de hotel e seguranças.


4. Onde você olha quando está bebendo em um copo

David Junto escreveu:


“Uma pessoa que olha para o copo enquanto bebe tende a ser mais introspectiva, idealista, focada e ter auto-conhecimento. Uma pessoa que olha por cima da borda do copo quando bebe tende a ser mais influenciada por outros, despreocupada, extrovertida e confiável. Uma pessoa que fecha seus olhos quando bebe parece ter algum tipo de dor ou desconforto e está preocupada com prazer e alívio”.


5. Enquanto você roe suas unhas

Sushrut Munje tem opiniões fortes sobre as pessoas com unhas roídas, dizendo que é um sinal de que “a pessoa come fora de si mesma.”


E ainda, a pesquisa sugere que as pessoas que roem as unhas (ou puxam o cabelo, ou cutucam a pele) tendem a ser perfeccionistas, e incapazes de relaxar completamente.


6. Sua caligrafia

Se você está escrevendo uma lista de coisas a fazer ou um bilhete de amor, sua caligrafia pode dizer muito sobre você.


Ramesh Nagaraj acredita que “as pessoas que colocam muita pressão sobre papel e caneta para escrever algo são geralmente teimosas. Eles têm muita confiança.”

Enquanto isso, o grafólogo profissional Kathi McKnight diz que letras grandes indicam que você é uma pessoa orientada, enquanto as pequenas letras sugerem que você é introvertido. Letras inclinadas para a direita podem significar que você é amigável e sentimental, enquanto que as inclinadas para a esquerda sugerem que você é introspectivo. Se a letra não é muito inclinada, isso pode significar que você é pragmático.


7. A frequência que você checa seu celular


Um usuário anônimo (na pesquisa) afirmou prestar atenção em “onde e quando [as pessoas] checam seus telefones (esperando uma ligação, falando com seus pais, quando está com amigos, quando eles estão sozinhos em público).”

Se você fica constantemente atualizando seu e-mail ou seu feed no Facebook, um estudo descobriu que isso pode indicar falta de estabilidade emocional e essa atitude é uma tentativa de melhorar seu humor.


8. Se você faz contato visual


Munje afirma que um aperto de mão fraco e falta de contato visual constante “mostra falta de auto-controle e uma pouca disposição.”

Alternativamente, o psicólogo Adrian Furnham, Ph.D., escreve em Psychology Today que os extrovertidos tendem a olhar com mais frequência e por mais tempo os seus parceiros de conversa do que os introvertidos fazem. E, em geral, as pessoas que olham para os seus parceiros mais frequentemente são mais confiantes e socialmente dominantes.

E aí, o que achou dessas dicas?

 

___

Escrito por Vicente Carvalho – Via Inquietaria

5 segredos sobre o poder curativo da amizade

Artigo Anterior

A depressão, a dor que se torna uma sombra

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.