ComportamentoO SegredoRelacionamentos

8 verdades sobre relacionamentos felizes

273

Já ouvi muitas vezes que relacionamentos não são fáceis. Na verdade, eu não acho que estar com outra pessoa, por mais ou menos tempo que a relação dure, deva ser uma tarefa difícil. Quando dois indivíduos estão dispostos a compartilhar os seus momentos e ficarem realmente lado a lado, isso não quer dizer (ao contrário do que muita gente faz) que você e o mozão devam estar o tempo inteiro grudadinhos, controlar os horários e inbox um do outro e pirar com qualquer minutinho a mais que ele não te responde no whats. Se você se identificou com algumas dessas situações, vem comigo e veja algumas dicas para um relacionamento mais saudável.



Estar sempre juntos pode não ser tão bom

É tão gostoso chegar no final do dia e ter novidades para contar um para o outro, não é? Alguns casais acham que gostar, amar ou demonstrar amor é estar junto o tempo inteiro, não deixando nenhuma brechinha para a outra pessoa respirar direito. Não galera, estar junto não é estar o tempo inteiro perto, mas saber que a outra pessoa é sua companheira mesmo que esteja longe. Cuidado para não sufocar ninguém!



É importante ter sua privacidade

Eu sei que esse negócio de ciúmes às vezes mexe com a nossa cabeça de um jeito que nem sabemos explicar. Mas, se de uma coisa eu tenho certeza, é que, por mais que estejamos em um relacionamento, ainda continuamos sendo pessoas que precisam de certa individualidade e intimidade. Além de mostrar que você não está seguro quanto a si próprio e a força da relação, coibir a privacidade da outra pessoa te faz uma pessoa chata. Você está em um relacionamento, mas não tem a propriedade de ninguém!


Você aprende a relevar mais as coisas


Com o tempo, aquelas briguinhas idiotas por qualquer motivo não fazem mais nenhum sentido (não que tenham feito algum dia). Mas a gente aprende a respirar e contar até mil antes de ter um chilique por algum motivo totalmente x. Aprendemos a conviver com outra pessoa que, em tese, possui alguns aspectos totalmente diferentes dos nossos e acabamos relevando grande parte daquilo que não concordamos. Porém, cuidado para não ficar guardando sempre aquilo que está te incomodando: acumular coisas que te magoam ou não fazem sentido para você só fazem mal.


Não se deve deixar os amigos de lado

Você conhece alguém que começou a namorar e sumiu completamente do mapa, sendo que antes vocês eram bons amigos? Tenho certeza que a maioria das pessoas que está lendo isso responderam afirmativamente. E, realmente, muita gente age dessa forma e isso tem diversos motivos, como estar no começo do relacionamento ou, simplesmente, não ter mais interesse na amizade. E para qualquer uma das hipóteses, afastar-se totalmente dos amigos é uma cilada. É claro que com a rotina de casal, acabamos vemos nossos amigos um pouco menos, mas esquecer de alguém que tem certa consideração por você é bem cruel.



Assistir TV debaixo da coberta também é um bom programa para sexta feira

Vocês passam a fazer muito mais programas caseiros do que sair para bares ou festas por aí. Conhecer um restaurante novo passa a ser um evento na rotina de vocês e não tem nada melhor do que ficar debaixo da coberta assistindo uma série qualquer e esquentando o pé um do outro.



Você não tem medo de dizer como se sente

É normal que, quando estamos no começo de uma relação com alguém, fiquemos com medo de expor aquilo que estamos sentido. Isso, muito em razão do medo quanto à reação da outra pessoa. Quando estamos em um relacionamento saudável, expor-se não quer dizer “correr um risco”. Quando amamos, nós falamos; quando odiamos, nós falamos; quando gostamos de algo, falamos e quando não estamos felizes – TEMOS – que falar.


Você não fica com medo de parecer idiota


Você fala suas besteiras sem medo de olhares de represália. Coloca para jogo o seu jeito atrapalhado e, às vezes, esquisito, mesmo que seja na frente da outra pessoa. E sabe o por quê disso? Porque é preciso estar junto não só por causa das qualidade. É muito fácil amar alguém por causa do seu jeito encantador. Mas é muito mais sólido também amá-lo porque ele não é perfeito (assim como você também não é).


Não é o fim do mundo quando cada um sai com seus amigos

Como já dito aqui, não é porque vocês estão em um relacionamento que cada um vai esquecer totalmente as outras pessoas que conhece. Quando se trata de um relacionamento saudável, existem duas coisas fundamentais: confiança e respeito. Você confia em mim, pois eu te respeito. Eu te respeito, então você pode confiar em mim. Sair com os amigos e colocar a conversa em dia, falar sobre besteiras, dar risada das histórias antigas, é totalmente normal e, NÃO, não é o fim do mundo.


 

___

Escrito por Carol Sassatelli – Via Entre Todas as Coisas


7 lições de vida que aprendemos com nossos irmãos

Artigo Anterior

A gente aceita o amor que acha que merece

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.