11min. de leitura

9 ESFORÇOS QUE VOCÊ PRECISA FAZER PARA SER FELIZ

A felicidade não é algo que pode ser comprado em uma loja do shopping. Ninguém embrulha a felicidade em papel de presente e entrega nas suas mãos. Você não vai encontrá-la por acaso no bolso de uma calça. Ninguém nasce predestinado a ser feliz ou infeliz. A felicidade é o resultado do conjunto das suas ações, pensamentos, palavras e escolhas. Quando todos estes pontos estão em harmonia, ela se torna real. Um conceito bastante simples, mas que só funciona se nos dedicarmos a trabalhá-lo em nós mesmos. Isso não quer dizer que a felicidade seja difícil, complicada ou inalcançável. Significa apenas que é preciso dedicação, vontade e força interna para preservá-la. A sua vida nunca será perfeita, mas ela pode ser muito boa. Pode até mesmo ser sensacional, extraordinária e fantástica, se você quiser. Se é isso que deseja, há muito o que aprender e fazer. Certas ações e atitudes precisam ser incorporadas na sua vida para você ser plenamente feliz. Algumas são fáceis de aplicar, outras pedem um pouco mais de esforço. A boa notícia é que todas elas são possíveis para qualquer pessoa e você pode começar a praticá-las agora mesmo:


1. Procurar o seu lugar no mundo

Encontrar o seu lugar no mundo significa ser quem você é, fazer o que ama e estar onde se sente completo e feliz. Para isso, você vai precisar se arriscar a ter novas experiências, aprender coisas diferentes, conhecer lugares e pessoas, fazer diversas atividades e recomeçar várias vezes. Talvez você já tenha encontrado a sua posição no mundo, o seu propósito, a sua missão, aquilo que quer fazer de bom pelo resto da sua vida. Se ainda estiver procurando, saiba que este lugar existe e está esperando por você. Não existe um prazo para você encontrá-lo, por isso, o único jeito é se abrir para todas as oportunidades e possibilidades que surgirem e não se permitir desistir. Tudo isso requer esforço, porque você vai precisar lutar contra a preguiça e a acomodação, que são fortes, mas não mais do que a sua vontade de se encontrar na vida e ser feliz pode ser.

9 esforços que você precisa fazer2


2. Aceitar as diferenças entre você e as pessoas com quem convive

Seus pais, irmãos, companheiro, filhos, vizinhos, amigos e todos com quem você convive podem até se parecer com você em alguns aspectos, mas nunca serão completamente iguais e exatamente do jeito que gostaria que fossem. Talvez eles errem, te façam sentir vergonha, sejam teimosos e não pensem como você, mas, do mesmo jeito que eles não são perfeitos aos seus olhos, você provavelmente não é perfeito aos olhos deles. Não existe um ser humano igual ao outro e não adianta lutar contra isso e querer fazer com que alguém mude apenas porque você acha que determinada atitude ou pensamento é melhor. Você acha que eles estão errados, mas quem garante que você está certo? Não brigue ou se distancie das pessoas por isso. Conviver é algo complicado, por isso exige esforço para que não se torne uma guerra sem fim. É preciso aceitar as diferenças, ignorar, dar menos importância. Se ainda assim for difícil para você se tornar mais compreensivo, lembre-se: essa pessoa que tanto te incomoda não estará com você para sempre. Tem certeza que vale a pena passar todo o tempo que possui com ela tentando mudá-la?



3. Praticar o desapego

O apego limita. Ele é como uma corda invisível que te prende, e você não percebe, mas está amarrado a ela e, por isso, deixa de fazer muitas coisas que gostaria. Quanto maior a quantidade de apegos, mais cordas te seguram. Se você acredita que precisa de muitos bens materiais para viver bem, isto te amarra e te impede de ir aonde não é possível ter tudo. Se é dependente de alguém, nunca será capaz de colocar sua felicidade em primeiro lugar. Se é apegado a um lugar ou a uma única atividade, perde a chance de conhecer as infinitas possibilidades e belezas do mundo. Se prefere manter algo em sua vida que te faz mal, simplesmente porque está acostumado a tê-lo, nunca vai descobrir o significado de felicidade plena.


4. Aprender a aproveitar a vida sozinho

Não o tempo todo, é claro. Ter relacionamentos saudáveis, conversar e dividir afeto são essenciais para a felicidade, mas se você não consegue ver graça em nenhum momento em que não há alguém por perto para compartilhar, precisa aprender uma coisa chamada auto-suficiência, que nada mais é do que ser capaz de sentir contentamento estando apenas consigo mesmo. Algumas pessoas adoram apreciar o prazer da própria companhia, já outras se sentem entediadas e tristes com a solidão. Isso é ruim porque faz você ser dependente e perder momentos em que poderia estar se divertindo, rindo e aproveitando a vida, quando não há ninguém disponível para estar com você. O esforço para aprender a ser feliz sozinho vale a pena, e não é tão difícil. Procure atividades que você goste muito de fazer, e que geralmente faz em companhia de alguém, e faça uma vez sozinho. Você pode ir ao cinema, caminhar, andar de bicicleta, passear no shopping, nadar, o que quiser! O importante é que preste atenção ao prazer que a atividade te proporciona, e não ao fato de estar sozinho.


9 esforços que você precisa fazer3


5. Perdoar

Talvez este seja o mais difícil de todos, e ao mesmo tempo o mais necessário. O perdão tem o poder de levar embora dois sentimentos que mais trazem infelicidade: a mágoa e a culpa. E traz junto com ele sensações fundamentais para a felicidade: libertação, leveza, limpeza da alma e, principalmente, paz. Se você é um ser humano, com certeza já errou alguma vez na vida e quis ser perdoado. Se já pediu perdão e ele não foi aceito, sabe como é triste não poder ter a chance de se arrepender e tentar de novo. Sabe também que se desculpar não é uma tarefa fácil, é preciso coragem para olhar nos olhos de outra pessoa e abrir seu coração. Da próxima vez que alguém te pedir perdão, por mais difícil que seja para você desculpar o que quer que a pessoa tenha feito, lembre-se de como se sentiu nos momentos em que esteve no lugar dela.


6. Ignorar o que as pessoas pensam de você

O que os outros pensam sobre você faz tanta diferença na sua vida quanto uma bicicleta faz diferença na vida de um peixe. Se preocupar com o que os outros pensam diminui drasticamente a sua felicidade, porque te afasta cada vez mais de quem você é. Se você muda a si mesmo por causa do pensamento alheio, além de se tornar alguém artificial, continuará insatisfeito, porque os outros continuarão pensando e falando mal de você e sempre encontrarão algo para criticar. Isso se torna um ciclo sem fim. Essa é a sua vida, preocupe-se com o que você pensa dela, com a sua felicidade e a sua própria satisfação. Apenas isto pode indicar se você precisa de uma mudança e se está no caminho certo ou errado.


7. Fazer o que te dá medo

“A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, e sim pelos momentos em que perdeu o fôlego”. É exatamente isto que enfrentar os seus medos causa em você: te faz sentir vivo. Comece a fazer mais coisas que te dão medo. Faça disso um objetivo e comemore cada vez que conseguir. Quando estiver a ponto de desistir de uma experiência que te amedronta, ignore seus pensamentos por um instante ou grite mais alto que eles dizendo que você quer e vai fazer, e continue. A batalha contra o medo é muito rápida, geralmente dura apenas um ou dois segundos, que é o tempo necessário para você tomar coragem e ir em frente.


8. Encontrar um tempo para si

Qual a chance de você ser realmente feliz se vive em função de tudo, menos de você mesmo? Garanta um momento para fazer algo por você todos os dias. Dê um jeito, organize-se, abra mão de algo e encontre um tempo entre as obrigações para dedicar-se a fazer bem a você. Não precisa durar horas, podem ser apenas alguns minutos pra relaxar, ouvir música, ler, meditar, ir à academia, cuidar de você ou fazer alguma atividade que goste.

9 esforços que você precisa fazer4


9) Deixar pra lá

Muitas coisas que acontecem no dia a dia, pelas quais você gasta seu tempo brigando, discutindo ou se preocupando, não são nada além de um enorme desperdício de tempo e de vida. São tão pequenas, tão bobas e tão insignificantes perto do tamanho da felicidade que você poderia estar desfrutando se não desse atenção a elas! Cada vez que se sentir assim, pare e pense: se eu me esforçar um pouquinho e controlar meus impulsos, consigo deixar isso pra lá? Existe algo mais importante do que isso em minha vida que eu possa me ocupar agora e me faça esquecer esta besteira? A resposta quase sempre é sim.

 

___

Escrito por Stephanie Gomes – Via Desassossegada





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.