A ansiedade me faz querer pedir desculpas por absolutamente tudo, até mesmo por existir

A ansiedade domina muitas partes de minha vida, mas, à primeira vista, você não perceberá isso, porque eu farei de tudo para esconder todos os sintomas físicos que ela me causa.



A ansiedade faz com que eu me preocupe e me desculpe por absolutamente tudo. Por conta da ansiedade, eu vivo cheia de dúvidas e desconfio de tudo e todos ao meu redor. Questiono o amor e a lealdade de minha família e amigos, e até mesmo a minha autoestima.

Ela me faz criar cenários escuros em minha mente e viver neles, ainda que saiba que não me farão bem. A ansiedade me faz sentir inconveniente e querer me desculpar por tudo, até mesmo por existir e, na maioria das vezes, essas coisas pelas quais me desculpo nem passaram pela cabeça de outra pessoa.

A ansiedade cria soluções para problemas que existem apenas em minha mente e faz com que eu me sinta desconfortável na frente de outras pessoas, faz-me querer me desculpar por tudo: por sentir demais, pensar demais, falar demais, ligar demais, por me desculpar demais, existir demais.


Ela faz com que eu me desculpe por ser eu mesma e me faz viver uma batalha eterna em minha mente, onde reside o meu maior inimigo: eu mesma.

Viver com ansiedade limita a minha felicidade e sucesso, porque os pensamentos que coloca em minha mente fazem com que eu arruíne as coisas boas antes mesmo que elas aconteçam, fazendo-me acreditar que não sou boa o suficiente para cativar alguém ou criar vínculos duradouros.

A ansiedade me faz querer esconder o meu verdadeiro “eu” por pensar que ele não é suficiente. Ela não me deixa esquecer meus erros e planta em minha mente e coração a ideia de que as pessoas nunca me amarão de verdade porque sou cheia de erros e fracassos.

Mesmo quando outras pessoas me perdoam, eu não consigo me perdoar, revivo meus erros infinitas vezes e sinto vontade de me desculpar apenas para que elas saibam que realmente sinto muito pelo que lhes causei.


Viver com ansiedade é um grande desafio para mim, porque eu detesto demorar horas para dormir por ficar revivendo os meus erros e antecipando falhas.

Eu detesto viver preocupada e querer me desculpar por tudo. Detesto não me sentir bem de verdade e me esconder das outras pessoas porque não me sinto digna de estar na sua presença.

Eu detesto ver como a ansiedade destrói a minha confiança e me faz preocupar com tudo o que as outras pessoas pensam e dizem sobre mim. Eu detesto como ela me diz que ninguém gosta de mim e ainda prova.

A ansiedade domina muitas partes de minha vida, mas, à primeira vista, você não perceberá isso, porque eu farei de tudo para esconder todos os sintomas físicos que ela me causa.

Vou evitar roer as unhas e me desculpar em público, vou esconder as minhas paranoias em uma rotina ocupada e vou calar as minhas vozes internas com um sorriso. Vou esconder quanto tempo demorei apenas para escolher um sabor de sorvete, vou mascarar meus ataques de pânico e a falta de coragem para viver um dia que mal começou. Vou esconder o meu cansaço por não dormir direito e a falta de esperança pelo novo dia.

Apenas quando você me conhecer melhor compreenderá o quanto ela faz parte de minha vida, entenderá um pouco de tudo aquilo que enfrento todos os dias e por que sinto a necessidade de me desculpar por tudo, até mesmo por existir.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Luis Galvez/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.