O SegredoReflexãoRelacionamentos

A arte de ser sábio é ignorar com inteligência

Sábio não é aquele que acumula uma grande quantidade de conhecimento e experiência, mas quem sabe como usar eficazmente tudo que foi aprendido e ignorar qualquer coisa que não seja útil, não te permita que crescer como pessoa. É aquele que pode distinguir o fardo daquilo que lhe oferece energia.



Viver, no fim das contas, é ecnomizar e saber o que é importante. Agora parece que a maioria de nós não aplica esta regra simples: de acordo com um estudo realizado na Universidade de Harvard, as pessoas têm uma incrível capacidade de concentrar a atenção em coisas “que não estão acontecendo.” Ou seja, nós nos preocupamos com questões que não são importantes, minando a nossa própria capacidade de ser feliz no “aqui e agora”.

“A primeira regra da vida diz-nos que a pessoa mais experiente é aquela que sabe como ser feliz e capaz de eliminar de sua existência tudo o que dói ou não é útil.”

a arte de ser sábio é ignorar com2


A arte de ignorar não é fácil de ser aplicada em nossas vidas diárias. Isto porque, em muitos casos, ignorar significa afastar-nos de certas situações e até mesmo pessoas. Estamos, portanto, confrontados com um ato de verdadeira coragem, que é sempre precedido de uma discriminação inteligente. Te convidamos você a pensar sobre isso.

Ignorar é aprender a priorizar

Ser feliz é a arte de escolha pessoal. Podemos ter sorte em um ponto, mas na maioria das vezes vai depender de nós mesmos, de nossas escolhas. Para fazer isso, você precisa não só adquirir uma perspectiva mais realista sobre as coisas, mas também positiva, onde o autoconhecimento e autoestima serão sempre fundamentais.

“A vida é muito curta para nos alimentarmos com amargura e frustração: desabafe suas lágrimas, ignore as críticas e cerque-se com aqueles te importam de verdade.”



Como aprender a estabelecer prioridades

Para aprender a priorizar é necessário dar tudo à nossa volta o seu verdadeiro valor. Para fazer isso, temos de abordar essas dimensões.


  • Se acharmos difícil escolher entre o que é importante e o que não é, é porque temos um conflito interno entre as coisas que queremos e sabemos que nos convém. Além disso, temos medo de “quebrar a cara”, “machucar” ou mesmo agir de uma maneira diferente do que os outros esperam.
  • Um maior nível de estresse e ansiedade nos custará definir prioridades. Então, pense em quais situações e pessoas têm valor real para você em momentos de calma pessoal.
  • Pense sobre o que é importante para você e não para outros, não tema as críticas dos outros ou o que eles podem pensar sobre as decisões que pretende tomar.
  • Entenda que dar prioridade não é simplesmente ignorar o que nos fere, é reorganizar nossas vidas para encontrarmos espaços para sermos felizes.

a arte de ser sábio é ignorar com3

Ignorar pessoas também é saudável

De acordo com um estudo interessante publicado na revista Livesciencie, as relações pessoais que nos causam sofrimento e estresse afetam nossa saúde mental. Nós experimentamos um aumento do cortisol no sangue e pressão arterial, a ponto de correr o risco de problemas cardíacos graves. Não vale a pena.



Aprender a ignorar aqueles que não nos dão nada

Não se trata de usar ultimatos e chantagens. Saber ignorar é uma arte que pode ser realizada com elegância e sem extremos desnecessários. Para fazer isso, considere estes pontos.


  • Não se preocupe com o que você não pode mudar: aceite que esse familiar continuará a ter esta atitude fechada, que seu companheiro de trabalho continuará a ser intrometido. Deixe de acumular emoções negativas, como raiva ou frustração e limite-se a aceitá-las como elas são.
  • Ignore as críticas dos outros, enquanto aumenta a sua auto-confiança. É muito possível que no momento em que você decidir colocar uma distância nas coisas que não lhe interessam, as críticas apareçam. Entenda que a crítica não te define, ela não é você. Fortaleça a sua autoestima e saboreie cada passo que você dá na liberdade de quem te faz mal. É um triunfo pessoal.
  • Quando a ajuda é um ato interessado: é importante aprender a distinguir esses atos de suposto altruísmo. Alguns nos repetem “Faço tudo por você, para mim você é o mais importante”, quando na verdade, o equilíbrio dessa relação é sempre inclinado para um lado que não é seu. Nunca há equilíbrio.
  • Quanto mais rápido, melhor. Na vida vale a pena contar com “pessoas” e não acumular “gente”. Por isso, priorize e se mova rapidamente: da raiva, frustração e, especialmente, de pessoas não valem a pena.

a arte de ser sábio é ignorar com4

A arte de ser sábio é entender que é melhor deixar de alimentar vínculos, sem qualquer encargo de consciência por dizer “não” a quem nunca se preocupou em dizer “sim”.

 


___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: La Mente es Maravillosa

8 coisas que você deve saber sobre o amor verdadeiro

Artigo Anterior

Ainda penso em nós, menina

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.