ColunistasEspiritualidade

A arte de viver em paz

A arte de viver em paz

Viver em paz é a arte de crescer e evoluir pelo coração.



Viver em paz é uma arte. Uma arte que se aprende como outra qualquer! É claro que para isso é necessário ter vontade, destreza, jogo de cintura e muito amor dentro do peito.

Viver em paz não significa que a vida se faça pintada, tão, somente de cores brilhantes, mas na capacidade de dar também brilho a tudo o que se sente menos colorido e até por vezes sombrio.

Viver em paz é arte de testar, sentir e ajustar. Aprender com os erros e reconhecer os acertos. Persistência, disciplina sem que o esforço desmedido do “tem de ser” prevaleça. É pegar, sempre que necessário, numa tela em branco e recomeçar. Sentir a leveza de uma mão que dá e recebe em cada linha traçada, ora fina e delicada, ora rude e adulterada.


Viver em paz é viver a emoção que chega, que se instala, que às vezes aperta no peito pelo desconforto ou se aconchega pelo preenchimento que provoca.

Todos os momentos, são únicos e reparadores. O primeiro, o desconforto, pela tomada de consciência que é, somente, com a sua presença, que estamos prontos para reconhecer e acolher o que nos incomoda, caso contrário ele, o desconforto, continuaria escondido, entre tantas outras sombras que se renegam.

O segundo, o conforto, por mostrar o quanto somos merecedores dessa explosão de cores que nos permitimos sentir e desfrutar.

Viver em paz é arte de passear por entre as gotas de chuva ou molhar-se intensamente, deixando-se enfeitiçar pelos encantos da terra molhada.


É a capacidade de ver o Sol por entre as nuvens mais densas sentindo o seu brilho e calor.

Viver em paz é, acima de tudo, a arte de crescer e evoluir pelo coração!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / alenkasm

Aprender a ouvir nos liberta e nos apresenta a um novo mundo

Artigo Anterior

“nunca se preocupe com a verdade, pois ela sempre aparece”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.